A escola normal de curitiba e o pioneirismo de Julia Wanderley

Autores

  • Maria Isabel Moura Nascimento Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG
  • Nilvan Laurindo Sousa Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG Apoio: Fundação Araucária

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v11i42.8639879

Palavras-chave:

História da Educação. Escola Normal. Júlia Wanderley

Resumo

O presente artigo visa contribuir com a história da educação do Paraná, especificamente no que tange a instrução pública, a Escola Normal e ao discurso contido nos relatórios da Instrução Pública que apontavam para uma necessidade urgente de um processo de instrução feminina no estado. Este trabalho visa ainda evidenciar o processo de ingresso da primeira normalista do Paraná, a Professora Júlia Wanderley, sua contribuição intelectual e toda uma vida de dedicação a Educação Paranaense na direção da Escola Tiradentes. A professora Júlia viveu em um contexto de profundos preconceitos sociais, onde imperava o patriarcalismo como estrutura da vida social brasileira, seu trabalho e engajamento para com a educação, seguiu na contramão da história de um tempo em que à mulher só era permitida a uma vida privada, excluída do espaço público, ao serviço doméstico e a coabitação conjugal.Ela se apresenta como uma intelectual reconhecida e admirada por todos, deixando um legado de toda uma vida a serviço da educação contribuindo para a história da educação paranaense e do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Isabel Moura Nascimento, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Professora da graduação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa – UEPG, Coordenadora do Grupo de pesquisa História e Sociedade nos Campos Gerais-PR (HISTEDBR -UEPG).

Nilvan Laurindo Sousa, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG Apoio: Fundação Araucária

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da UEPG, membro do Grupo de pesquisa História e Sociedade nos Campos Gerais-PR (HISTEDBR -UEPG).

Referências

ALMEIDA, Jane Soares de. Mulheres na escola: algumas reflexões. Caderno de Pesquisa, São Paulo, n 96. P 71-78, fev. 1996.

ARAUJO, H. As Mulheres Professoras e o Ensino Estatal. Educação e Realidade, Porto Alegre, v 16, n 02, jul/dez. 1990.

COSTA, Albertina de Oliveira. Protagonistas ou Coadjuvante: Carlota e os Estudos Feministas. Caderno de Pesquisa, São Paulo, n 96, p. 66-70, fev. 1996.

CORREIA, Leoncio. Meu Paraná. Departamento de Impressa Nacional. 1954.

CHARTIER, Roger. A História Cultural: entre práticas e representações. Tradução GALHARDO, Maria Manuela. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990. 245p.

LOURO, E. M. T. Prendas e Antiprendas: Educando a Mulher Gaúcha. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 11, n 02, jul/dez. 1986.

NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. A Primeira escola de Professores dos Campos Gerais – PR. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2008.

PERES, Regazzini Tirsa. A Instrução Secundária Feminina No Brasil: 1889-1930. Didática, São Paulo, 15: 35-43, 1979.

PILOTTO, Osvaldo. JÚLIA WANDERLEY. Boletim do Instituto Histórico, Geográfico e Enogáfico Paranaense. VXXIV. 1974.

SAVIANI, Dermeval. Breves considerações sobre fontes para a História da Educação. In: LOMBARDI, J. C.; NASCIMENTO, M. I. M. (orgs.). Fontes, História e Historiografia da Educação. Campinas, SP: Autores Associados: HISTEDBR; Curitiba, PR: PUCPR; Palmas, PR: UNICS; Ponta Grossa, PR: UEPG, 2004.

SAVIANI, D.; LOMBARDI, J. C.; SANFELICE, J. L. (orgs.). História e História da Educação. O debate teórico-metodológico atual. Campinas, SP: Autores Associados: HISTEDBR, 1998.

TRINDADE, E.M. de C. Clotildes ou Marias: mulheres de Curitiba na Primeira República. História: Questões & Debates. Curitiba, n 20/21, jun./dez. 1990.

VAINFAS, Ronaldo. CARDOSO, Ciro Flamarion. Domínios da História: Ensaios de Teorias. Ed. Campus, Rio de Janeiro. 1997.

VENTURIN, Teresinha. Processo de institucionalização da formação da mulher no século XIX. Veritas, Porto Alegre,V 01, n 01, nov. 1955.

Downloads

Como Citar

NASCIMENTO, M. I. M.; SOUSA, N. L. A escola normal de curitiba e o pioneirismo de Julia Wanderley. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 42, p. 265–278, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i42.8639879. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639879. Acesso em: 23 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>