Educar e ensinar na pedagogia marxista: a formação da segunda natureza

Autores

  • José Luiz Zanella Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v11i41e.8639899

Palavras-chave:

Educar. Segunda natureza. Pedagogia marxista

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar algumas contribuições da pedagogia marxista para a explicação do problema da “falta de limites” dos alunos da educação básica.  Analisa que a falta de limites não é uma decorrência da natureza humana; ao contrário, mostra que não há uma natureza humana, fixa, eterna. O homem não nasce homem, torna-se homem e seu ser é uma formação histórica, produzida pelo trabalho e educação. Para formar o aluno concreto há a necessidade de um processo educativo que tem, na formação para o trabalho concreto, sua centralidade. Educar é um aprendizado que requer, na primeira fase de desenvolvimento da criança, a disciplina externa para a formação dos hábitos que, uma vez fixados, constituirão a segunda natureza.  A partir desse processo, na segunda fase, passa-se do automatismo à liberdade, resultando numa disciplina interna em que “autodisciplina intelectual e autonomia moral” formam o caráter. Por fim, mostra que ensino é educação, explicitando aí a concepção marxista de educação na formação do homem omnilaterial que, para realiza-se concretamente necessita lutar pela superação da sociedade capitalista e por uma educação para além do capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Luiz Zanella, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Professor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Campus de Francisco Beltrão-PR.

Referências

ARISTÓTELES. Política. São Paulo: Nova Cultural, 1999 (Coleção os Pensadores).

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. 4. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1991 (Os pensadores; v. 2).

ENGELS, F. Sobre o papel do trabalho na transformação do macaco em homem. In:

ANTUNES. Ricardo (org.). A dialética do trabalho: escritos de Marx e Engels. São Paulo: Expressão Popular, 2004.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A dupla face do trabalho: criação e destruição da vida. In:

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M. (Orgs.). A experiência do trabalho e a educaçào básica. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

GOERGEN, Pedro. Ética e educação: o que pode a escola? In: LOMBARDI, José Claudinei, GOERGEN, Pedro (orgs.). Ética e Educação: reflexões filosóficas e históricas. Campinas, SP: Autores Associados: HISTEDBR, 2005.

GRAMSCI, Antonio. Cartas do Cárcere. Vol. 1. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere. Vol. 2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

LIBÂNEO, José Carlos. Alguns aspectos da política educacional do governo Lula e sua repercussão no funcionamento das escolas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n.32, p. 168-178, dez.2008 - ISSN: 1676-2584.

MAKARENKO, Anton Semiónovitch. Poema pedagógico. São Paulo, SP: Brasiliense, 2005.

MAKARENKO, Anton Semiónovitch. O livro dos pais. Lisboa: Livros Horizonte, 1976 – v. 1 e 2.

MAKARENKO, Anton. A família e a educação dos filhos. In: LUEDEMANN, Cecília da Silveira. Anton Makarenko: vida e obra – a pedagogia na revolução. São Paulo: Expressão Popular, 2002.

MANACORDA, Mario Alighiero. O princípio educativo em Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

MANACORDA, Mario Alighiero. Marx e a pedagogia moderna. São Paulo: Cortez e Autores Associados, 1991.

MARX, Karl . Instruções aos delegados do conselho central provisório. In: MARX & ENGELS. Textos sobre educação e ensino. São Paulo: Editora Moraes, 1992.

MARX, Karl. Contribuição à Crítica da Economia Política. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política. 17. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999. Livro 1. v. 1 e 2.

MARX, Karl. Critica ao Programa de Gotha. In: ANTUNES. Ricardo (org.). A dialética do trabalho: escritos de Marx e Engels. São Paulo: Expressão Popular, 2004.

MÈSZÀROS, Istvan. Marx: a teoria da alienação. São Paulo: Boitempo, 2006.

MÈSZÀROS, Istvan. A educação para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2005.

NOSELLA, Paolo. A escola de Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

PISTRAK, M. Fundamentos da escola do trabalho. São Paulo: Expressão Popular, 2003.

RIBEIRO, Maria Luisa Santos. Educação escolar: que prática é essa? Campinas, SP: Autores Associados, 2001.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo: Cortez Editora/Autores Associados, 1987.

SAVIANI, Dermeval. Sobre a concepção de politecnia. RJ, EPSJV/FIOCRUZ, 1989.

SAVIANI, Dermeval. Os saberes implicados na formação do educador. In: BICUDO, Maria A, Viggiani, SILVA JR, Celestino (orgs.). Formação do educador. São Paulo: UNESP, 1996.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-Crítica: Primeiras Aproximações. Campinas, SP: Autores Associados, 2003.

SAVIANI, Dermeval. Da nova LDB ao FUNDEB: por uma outra política educacional. Campinas, SP: Autores Associados, 2008.

SAVIANI, Dermeval. “Modo de produção e a pedagogia histórico-crítica”. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Londrina, v. 1, n. 1, p. 110-116, jun. 2009. Acesso eletrônico pelo seguinte link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/germinal/article/view/2649/2303. Acesso em 20 de outubro de 2010.

SAVIANI, Dermeval. Marxismo e educação. In: Revista Princípios. São Paulo, 82 (37/45), p. 37-45, dezembro/2005.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. In: Revista Brasileira de Educação v. 12 n. 34 jan./abr. 2007, p. 152-180.

SNYDERS, Georges. Pedagogia progressista. Coimbra: Livraria Almeida, 1974.

SNYDERS, Georges. Escola, Classe e Luta de Classes. 2a ed. Lisboa - Portugal: Moraes, 1981.

SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: as consequencias pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2004.

SUCHODOLSKI, Bogdan. A pedagogia e as grandes correntes filosóficas: a pedagogia da essência e a pedagogia da existência. Lisboa: Livros Horizonte, 2000.

TEIXEIRA. Anísio. Pequena introdução à filosofia da educação: a escola progressiva ou a transformação da escola. 6. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

VÁZQUEZ, Adolfo Sánchez. Filosofia da práxis. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968.

Downloads

Como Citar

ZANELLA, J. L. Educar e ensinar na pedagogia marxista: a formação da segunda natureza. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 41e, p. 116–134, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i41e.8639899. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639899. Acesso em: 16 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos