O desenvolvimento dos cursos de formação de professores primários na fronteira oeste paranaense: a primeira escola normal secundária pública

Autores

  • Denise Kloeckner Sbardelotto Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Adair Ângelo Dalarosa Universidade Estadual do Centro-Oeste UNICENTRO

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v11i43.8639935

Palavras-chave:

História da Educação. Formação de Professores. Oeste do Paraná

Resumo

Este artigo objetiva analisar o desenvolvimento dos cursos normais públicos de formação de professores primários na mesorregião Oeste do estado do Paraná, especificamente no núcleo urbano “pioneiro” de Foz do Iguaçu, até a criação da primeira Escola Normal Secundária da região, a Escola Normal Secundária “Iguaçu” (1957). A pesquisa constatou que o desenvolvimento dos cursos normais públicos de formação de professores primários no Oeste do Paraná, iniciado a partir da década de 1950, embora tenha possibilitado a expansão do número de professores habilitados na região, representou contraditoriamente a difusão do modelo de vida social urbano-industrial, necessário à adequação da região às novas exigências do contexto capitalista. Enquanto os Cursos Normais Regionais foram criados a partir da necessidade dos colonos por professores habilitados, a Escola Normal Secundária foi criada a partir de reivindicações da classe dominante de Foz do Iguaçu, ansiosa pela formação em nível secundário que possibilitasse a manutenção da sua hegemonia econômica e cultural, através da ocupação dos cargos educacionais dirigentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Kloeckner Sbardelotto, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa – UEPG e doutoranda em Filosofia e História da Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Pesquisa realizada com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES.

Adair Ângelo Dalarosa, Universidade Estadual do Centro-Oeste UNICENTRO

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Professor adjunto da Universidade Estadual do Centro-Oeste – UNICENTRO.

Referências

DUMKE, E. T. A importância do ciclo madeireiro nos primórdios da colonização da região Oeste do Paraná: 1930-1970. Trabalho de Conclusão de Curso, Ciências Econômicas, UNIOESTE, 1999.

EMER, I. O. Desenvolvimento histórico do Oeste do Paraná e a construção da escola. Dissertação (Mestrado em Educação). Rio de Janeiro: Instituto de Estudos Avançados em Educação, Fundação Getúlio Vargas, 1991.

LOPES, S. O Território do Iguaçu no contexto da “Marcha para Oeste”. Cascavel: Edunioeste, 2002.

MIGUEL, M. E. B. A Pedagogia da Escola Nova no Paraná: início, consolidação e expansão do movimento. Tese (Doutorado em Educação), Pontifícia Universidade Católica - PUC: São Paulo, 1992.

NASCIMENTO, M. I. M. A Primeira Escola de Professores dos Campos Gerais – PR. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP: Campinas, 2004.

PADIS, P. C. Formação de uma economia periférica: o caso do Paraná. São Paulo: Hucitec, 1981.

PILOTTO, E. A educação é direito de todos. Curitiba: Max Roesner, 1952.

WACHOWICZ, L. A. A relação professor - Estado no Paraná tradicional. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1984.

WACHOWICZ, R. C. Obrageros, mensus e colonos. Curitiba: Vicentina, 1982.

WEREBE, M. J. G. 30 anos depois: grandezas e misérias do ensino no Brasil. São Paulo: Ática, 1994.

XAVIER, M. E. S. P. Capitalismo e escola no Brasil. Campinas: Papirus, 1990.

Documentais

BRASIL. Decreto-Lei n.o 8.530 de 2 de janeiro de 1946. Lei Orgânica do Ensino Normal.

BRASIL. Lei n.o 4.024 de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. DOU, Brasília, DF, 20 dez. 1961.

IGUAÇU. Relatório da Escola Normal Colegial Estadual “Iguaçu”, elaborado pela Diretora Maria da Conceição Ferreira, elaborado em 22 de janeiro de 1971.

PARANÁ. Decreto n.o 18.180 de 09 de julho de 1955. Regulamentação das Escolas Normais. DO/PR, 22 jul. 1955.

PARANÁ. Lei n.o 2.708 de 03 de maio de 1956. Cria o Curso Normal Regional na idade de Cascavel. DO/PR, 04 mai. 1956.

PARANÁ. Decreto n.o 5.207 de 20 de setembro de 1956. Cria o Curso Normal Regional no distrito de General Rondon, município de Toledo. DO/PR, 21 set. 1956.

PARANÁ. Decreto n.o 10.336 de 28 de maio de 1957. Cria uma Escola Normal Secundária na cidade de Foz do Iguaçu. DO/PR, 05 jun. 1957.

PARANÁ. Decreto n.o 1.471 de 14 de fevereiro de 1958. Cria uma escola de aplicação anexa à Escola Normal Secundária de Foz do Iguaçu. DO/PR, 1o març. 1958.

PARANÁ. Decreto n.o 17.503 de 23 de junho de 1958. Aprova a Regulamentação e Organização do Ensino Normal do Estado. DO/PR, 07 jul. 1958.

PARANÁ. Decreto n.o 18.793 de 28 de agosto de 1958. Denomina vários estabelecimentos de ensino do estado do Paraná. DO/PR, 29 ago. 1958.

PARANÁ. Decreto n.o 20.388 de 1o de dezembro de 1958. Institui Escola de Aplicação o Grupo Escolar que funcionar anexo à Escola Normal Secundária. DO/PR, 27 dez. 1958.

Downloads

Como Citar

SBARDELOTTO, D. K.; DALAROSA, A. Ângelo. O desenvolvimento dos cursos de formação de professores primários na fronteira oeste paranaense: a primeira escola normal secundária pública. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 43, p. 159–182, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i43.8639935. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639935. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos