Banner Portal
Formação continuada de professores e professoras: o PDE/PR
PDF

Palavras-chave

Educação. Formação de professores. Programa de Desenvolvimento Educacional. Prática docente

Como Citar

MORAES, Denise Rosana da Silva; GOMES, Iara de Oliveira; TERUYA, Teresa Kazuko. Formação continuada de professores e professoras: o PDE/PR. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 43, p. 183–201, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i43.8639936. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639936. Acesso em: 16 jul. 2024.

Resumo

O Programa de Desenvolvimento Educacional – PDE/PR foi lançado no ano de 2007. Trata-se de uma política educacional de formação continuada de professores/as da rede pública de educação do Estado. O objetivo deste artigo é compreender as diretrizes e encaminhamentos do PDE/PR. O referencial teórico metodológico baseia-se nos estudos da pedagogia crítica, para analisar os documentos oficiais disponibilizados no site www.diadiaeducacao.pr.gov.br. Como resultado dessa formação orientada pelos/as docentes universitários, os/as professores/as PDE estão produzindo material didático–pedagógico e artigos científicos, que são disponibilizados on line. Concluímos que se trata de uma proposta inovadora, apesar de incipiente para uma avaliação, e ainda não encontramos modelos públicos similares.

https://doi.org/10.20396/rho.v11i43.8639936
PDF

Referências

BARRETO, Raquel Goulart. As tecnologias na política nacional de formação de professores a distância: entre a expansão e a redução. In. Educação & Sociedade. Vol.29 – Número especial. São Paulo: Cortez; Campinas Cedes, 2008. p. 919-937.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: lei n. 9394/96. Brasília: MEC, 1996.

DOURADO, Luiz Fernandes. Políticas e gestão da educação superior à distância: novos marcos regulatórios? In. Educação & Sociedade. Vol.29 – Número especial. São Paulo: Cortez; Campinas Cedes, 2008. Pág.891-917.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo : Paz e Terra, 2007.

NEGRÃO, Sonia Maria Viera. Atuação e Formação de Professores: primeiras lições do tempo. In. ALTOÉ, A. Temas de Educação Contemporânea. Cascavel : Edunioeste, 2008. p.179-198.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Avaliação, sociedade e escola: fundamentos para a reflexão. 2. ed. Curitiba: SEED, 1986.

PINTO, Álvaro Vieira. Ciência e Existência – problemas filosóficos da pesquisa científica. Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1969.

RODRIGUES, Neidson. Da Mistificação da Escola a Escola Necessária. São Paulo: Cortez, 2000.

SANTOMÉ, Jurjo Torres. As Culturas Negadas e Silenciadas no Currículo. In. Silva, Tomaz Tadeu (Org.). Alienígenas na Sala de Aula. Uma introdução aos estudos culturais em educação. Petrópolis, RJ : Vozes, 1995. p.159-177.

SAVIANI, Dermeval. PDE – Plano de Desenvolvimento da Educação: Análise crítica da política do MEC. Campinas, SP : Autores Associados, 2009.

SNYDERS, Georges. A Alegria na Escola. Trad. Bertha Halpern Guzovitz, Maria Cristina Caponero. São Paulo: Manole Ltda, 1988.

TERUYA, Teresa Kazuko. Trabalho e Educação na Era Midiática. Um estudo sobre o mundo do trabalho na era da mídia e seus reflexos na educação. Maringá, PR: Eduem, 2006.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.