A relação trabalho e educação na pedagogia da alternância

Autores

  • Glademir Alves Trindade Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFP
  • Célia Regina Vendramini Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v11i44.8639976

Palavras-chave:

Trabalho. Educação. Pedagogia da Alternância

Resumo

No projeto educativo em curso na Pedagogia da Alternância, a relação entre trabalho e educação aparece como alternativa para os jovens do campo. Enquanto projeto educativo, consideramos tal articulação fundamental para a constituição de um projeto de educação emancipatório. No que se refere à proposição da Pedagogia da Alternância, objetivamos analisar como se estabelece a relação trabalho e educação no âmbito da concepção educativa desta pedagogia, identificando seus limites e possibilidades na direção de uma educação para além do capital. Para tal discussão, lançamos mão das categorias de trabalho, como categoria central no processo de constituição do ser humano e de educação como mediadora deste processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glademir Alves Trindade, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFP

Professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 

Célia Regina Vendramini, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Professora titular da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

ABBAGNANO, N. Dicionário de filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

BRAVERMAN, H. Trabalho e capital monopolista, a degradação do trabalho no Séc. XX. Rio de Janeiro: LTC editora, 1987.

CALDART, R. Pedagogia do movimento sem terra. Petrópolis: Vozes, 2000.

CONGRESSO INTERNACIONAL, FAMILIA, ALTERNÂNCIA E DESENVOLVIMENTO, Anais... Foz do Iguaçu – Puerto Iguazú. 2005, p. 144-145.

CALVÓ, P. P. Centro familiares de formação em alternância. In. Sommerman, A. (org.) Pedagogia da alternância – alternância e desenvolvimento. Salvador: Unefab, 1999.

DELORS, J. (Org.) Educação um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez/Brasília: MEC: UNESCO, 1998.

DUARTE, N. Vigotski e o “aprender a aprender” crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. 4ed. Campinas: Autores associados, 2006.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Vozes, 2000.

FOURIER, C. O Novo mundo industrial e societário. In. TEIXEIRA, A. Utópicos, heréticos e malditos; os precursores do pensamento social de nossa época. Rio de Janeiro: Record, 2002.

GADOTTI, M. Pedagogia da terra. São Paulo: Vozes, 2000.

GIMONET, J. C. Nascimento e desenvolvimento de um movimento educativo: as casas familiares rurais de educação e orientação. In: I Seminário internacional da pedagogia da alternância: alternância e desenvolvimento. Anais... Salvador: UNEFAB, 1999, p.39-48.

GIMONET, J. C. Praticar e compreender a pedagogia da alternância dos CEFFAs. São Paulo: Vozes, 2007.

HARVEY, D. Condição pós-moderna. 15 ed. São Paulo: Loyola, 2006.

HOUAISS, A. VILLAR, M. S. FRANCO, F. M. M. Dicionário houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

IASI, L. M. Ensaios sobre consciência e emancipação. São Paulo: Expressão Popular; 2007.

MANACORDA, A. M. Marx e a pedagogia moderna. 2 ed. São Paulo: Alínea, 2007.

MARX, K. Critica da Filosofia do direito de Hegel. São Paulo: Boitempo, 2005.

MARX, K. O Capital. V. 1, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

MARX, K. ENGELS, F. A Ideologia alemã. São Paulo: Boitempo, 2007.

MARX, K. Manifesto comunista. São Paulo: Boitempo, 2007.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2002.

MÉSZÁROS, István. A Educação para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2005.

MÉSZÁROS, István. A Teoria da alienação em marx. São Paulo: Boitempo, 2006.

MÉSZÁROS, István. O Desafio e o fardo do tempo histórico. São Paulo: Boitempo, 2007.

OWEN, R. O Livro do novo mundo moral. In. TEIXEIRA, A. Utópicos, heréticos e malditos; os precursores do pensamento social de nossa época. Rio de Janeiro: Record, 2002.

SAVIANI, D. História das idéias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2008.

SIMON, H. S. Parábola. In. TEIXEIRA, A. Utópicos, heréticos e malditos; os precursores do pensamento social de nossa época. Rio de Janeiro: ed. Record, 2002.

SUCHODOLSKI, Bogdan. Teoria marxista da educação. V. III. Rio de Janeiro: Martins Fonte, 1976.

SUCHODOLSKI, Bogdan. A pedagogia e as grandes correntes filosóficas: A pedagogia da essência e a pedagogia da existência. São Paulo: Centauro, 2002.

VÁZQUEZ, A. S. Filosofia da práxis. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

Downloads

Publicado

2012-06-23

Como Citar

TRINDADE, G. A.; VENDRAMINI, C. R. A relação trabalho e educação na pedagogia da alternância. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 44, p. 32–46, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i44.8639976. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639976. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos