Banner Portal
A universidade no Brasil e políticas de ações afirmativas
PDF

Palavras-chave

Políticas de inclusão social. Universidade brasileira. Ações afirmativas

Como Citar

LIMA, Paulo Gomes. A universidade no Brasil e políticas de ações afirmativas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 44, p. 156–170, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i44.8639983. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639983. Acesso em: 24 jul. 2024.

Resumo

Esse trabalho analisa a universidade no Brasil no contexto do modo-de-produção capitalista a partir das políticas de ações afirmativas e sua projeção ideológica na contenção do acesso e democratização às classes sociais menos favorecidas. Apresenta os condicionantes sócio-históricos de tais políticas e a incorporação de cotas como instrumentos de acesso ao ensino superior, a exemplo do que faz os EUA, evidenciando os pontos de inflexão ideológica, orientados pela ratificação ao discurso hegemônico e à acomodação da lógica do processo produtivo do capital, portanto, trata-se de uma pesquisa exploratória por meio de revisão de literatura especializada, que discute a centralidade das políticas de inclusão social à universidade no Brasil e conclui que é necessária a superação das práticas dissimuladoras na centralidade capital-trabalho; pela ação comunicacional entre direito e democracia.

https://doi.org/10.20396/rho.v11i44.8639983
PDF

Referências

BRASIL. Grupo de Trabalho Interministerial para a Valorização da População Negra Brasília: Ministério da Justiça, 1996.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Contribuição da indústria para a reforma do ensino superior. Brasília: CNI/SESI/SENAI/IEL, 2004.

CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE LA EDUCACIÓN SUPERIOR - Declaración mundial sobre la educación superior en el siglo XXI: visión y acción. UNESCO, Paris, 5-9 de outubro de 1998.

CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE LA EDUCACIÓN SUPERIOR - La nueva dinâmica de La educación superior y La investigación para El cambio social y desarollo. UNESCO, Paris, 5-8 de Julio de 2009.

FILGUEIRAS, L. A. M. A desestruturação do mundo do trabalho e o “mal-estar” desse fim de século. In Cadernos do CEAS, N. 171, Setembro/Outubro 1997.

GUIMARÃES, A. S. A. A Desigualdade que anula a desigualdade: notas sobre a ação afirmativa no Brasil. In: SOUZA, J. (org.). Multiculturalismo e racismo: uma comparação Brasil- Estados Unidos. Brasília: Paralelo 15, 1997, p.233-242.

HOBSBAWN, E. J. Nações e nacionalismo desde 1780: programa, mito e realidade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

KAUFMANN, R. F. M. Ações afirmativas à brasileira: necessidade ou mito? A implementação para negros como mecanismo concretizador de direitos fundamentais. Uma análise histórico-jurídico-comparativa do negro nos Estados Unidos da América e no Brasil. Jus Navigandi, Teresina, ano 11, n. 1455, 26 jun. 2007. Disponível em: http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=10070. Acesso em: 10 nov. 2009.

KURZ, R. O colapso da modernização. São Paulo: Paz e Terra, 1993.

JESSOP, B. A globalização e o Estado nacional. Crítica Marxista, São Paulo, Xamã, v. 1, tomo 7, p. 9-45, 1998.

LIMA, P. G. Ações afirmativas como eixo ações afirmativas como eixo de inclusão de classes sociais menos favorecidas à universidade brasileira: um terceiro olhar entre pontos e contrapontos. Relatório de Pesquisa [Pós-Doutoramento]. Campinas/SP: Universidade Estadual de Campinas, 2009a.

LIMA, P. G. Política científica e tecnológica: países desenvolvidos, América Latina e Brasil. Dourados/MS: Editora da UFGD, 2009b.

LIMA, P. G. Unha de gato em novelo de lã ou do financiamento da pesquisa científica & tecnológica no Brasil no governo Fernando Henrique Cardoso (1994-2002): o dito e o feito no “plano real”. (Tese de Doutorado). Araraquara/SP: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho – FCLAR/UNESP, 2005.

MÉSZÁROS, I. Para além do capital. São Paulo: Boitempo Editorial, 2006.

PIOVESAN, F. Ordem jurídica e igualdade étnico-racial. São Paulo: Prol, 2006.

RODRIGUES, J. Os empresários e a educação superior. São Paulo: Autores Associados, 2007.

SILVA, G. M. D. da. Ações afirmativas no Brasil e na África do Sul. In Tempo Social, revista de sociologia da USP, v. 18, n. 2, 2006.

WEBER, M. The social psychology of the world religions . In: GERTH, H. & MILLS, C. (eds.), From Max Weber. Nova York, Oxford University Press, 1946.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.