A universidade no Brasil e políticas de ações afirmativas

Autores

  • Paulo Gomes Lima niversidade Federal da Grande Dourados

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v11i44.8639983

Palavras-chave:

Políticas de inclusão social. Universidade brasileira. Ações afirmativas

Resumo

Esse trabalho analisa a universidade no Brasil no contexto do modo-de-produção capitalista a partir das políticas de ações afirmativas e sua projeção ideológica na contenção do acesso e democratização às classes sociais menos favorecidas. Apresenta os condicionantes sócio-históricos de tais políticas e a incorporação de cotas como instrumentos de acesso ao ensino superior, a exemplo do que faz os EUA, evidenciando os pontos de inflexão ideológica, orientados pela ratificação ao discurso hegemônico e à acomodação da lógica do processo produtivo do capital, portanto, trata-se de uma pesquisa exploratória por meio de revisão de literatura especializada, que discute a centralidade das políticas de inclusão social à universidade no Brasil e conclui que é necessária a superação das práticas dissimuladoras na centralidade capital-trabalho; pela ação comunicacional entre direito e democracia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Gomes Lima, niversidade Federal da Grande Dourados

Docente do PPGEdu da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Grande Dourados –UFGD.

Referências

BRASIL. Grupo de Trabalho Interministerial para a Valorização da População Negra Brasília: Ministério da Justiça, 1996.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Contribuição da indústria para a reforma do ensino superior. Brasília: CNI/SESI/SENAI/IEL, 2004.

CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE LA EDUCACIÓN SUPERIOR - Declaración mundial sobre la educación superior en el siglo XXI: visión y acción. UNESCO, Paris, 5-9 de outubro de 1998.

CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE LA EDUCACIÓN SUPERIOR - La nueva dinâmica de La educación superior y La investigación para El cambio social y desarollo. UNESCO, Paris, 5-8 de Julio de 2009.

FILGUEIRAS, L. A. M. A desestruturação do mundo do trabalho e o “mal-estar” desse fim de século. In Cadernos do CEAS, N. 171, Setembro/Outubro 1997.

GUIMARÃES, A. S. A. A Desigualdade que anula a desigualdade: notas sobre a ação afirmativa no Brasil. In: SOUZA, J. (org.). Multiculturalismo e racismo: uma comparação Brasil- Estados Unidos. Brasília: Paralelo 15, 1997, p.233-242.

HOBSBAWN, E. J. Nações e nacionalismo desde 1780: programa, mito e realidade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

KAUFMANN, R. F. M. Ações afirmativas à brasileira: necessidade ou mito? A implementação para negros como mecanismo concretizador de direitos fundamentais. Uma análise histórico-jurídico-comparativa do negro nos Estados Unidos da América e no Brasil. Jus Navigandi, Teresina, ano 11, n. 1455, 26 jun. 2007. Disponível em: http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=10070. Acesso em: 10 nov. 2009.

KURZ, R. O colapso da modernização. São Paulo: Paz e Terra, 1993.

JESSOP, B. A globalização e o Estado nacional. Crítica Marxista, São Paulo, Xamã, v. 1, tomo 7, p. 9-45, 1998.

LIMA, P. G. Ações afirmativas como eixo ações afirmativas como eixo de inclusão de classes sociais menos favorecidas à universidade brasileira: um terceiro olhar entre pontos e contrapontos. Relatório de Pesquisa [Pós-Doutoramento]. Campinas/SP: Universidade Estadual de Campinas, 2009a.

LIMA, P. G. Política científica e tecnológica: países desenvolvidos, América Latina e Brasil. Dourados/MS: Editora da UFGD, 2009b.

LIMA, P. G. Unha de gato em novelo de lã ou do financiamento da pesquisa científica & tecnológica no Brasil no governo Fernando Henrique Cardoso (1994-2002): o dito e o feito no “plano real”. (Tese de Doutorado). Araraquara/SP: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho – FCLAR/UNESP, 2005.

MÉSZÁROS, I. Para além do capital. São Paulo: Boitempo Editorial, 2006.

PIOVESAN, F. Ordem jurídica e igualdade étnico-racial. São Paulo: Prol, 2006.

RODRIGUES, J. Os empresários e a educação superior. São Paulo: Autores Associados, 2007.

SILVA, G. M. D. da. Ações afirmativas no Brasil e na África do Sul. In Tempo Social, revista de sociologia da USP, v. 18, n. 2, 2006.

WEBER, M. The social psychology of the world religions . In: GERTH, H. & MILLS, C. (eds.), From Max Weber. Nova York, Oxford University Press, 1946.

Downloads

Publicado

2012-06-23

Como Citar

LIMA, P. G. A universidade no Brasil e políticas de ações afirmativas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 44, p. 156–170, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i44.8639983. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639983. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos