A romanização como catequese: a doutrina pastoral dos bispos

Autores

  • Fernando Arthur de Freitas Neves Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v12i48.8640008

Palavras-chave:

Romanização. Ensino. Catequese. Ultramontanismo. Secularidade

Resumo

O ensino da doutrina católica pelos bispos da igreja do século XIX teve de lutar com o pensamento liberal triunfante. As muitas encíclicas papais denunciando os erros do século como a rebelião dos ímpios, o fim do celibato, do casamento religioso, do poder soberano do papa, da liberdade de consciência, da liberdade de imprensa e maçonaria dirigiram os ensinamentos dos bispos. A catequese uma vez mais serviu a igreja para confirmar a doutrina como a única verdadeira. Na diocese do Pará os bispos ensinaram a segurança da sociedade tradicional contra as liberdades modernas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Arthur de Freitas Neves, Universidade Federal do Pará

Prof. Dr. Faculdade de História da Universidade Federal do Pará.

Downloads

Como Citar

NEVES, F. A. de F. A romanização como catequese: a doutrina pastoral dos bispos. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 48, p. 50–63, 2013. DOI: 10.20396/rho.v12i48.8640008. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640008. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos