Ideias e possibilidades metodológicas de construção do conhecimento histórico

Autores

  • Carlos Jorge Paixão Universidade Federal do Pará - UFPA

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v12i48.8640012

Palavras-chave:

Ideia de história. Método historiográfico analítico parcial. Método historiográfico globalizante. Construção do conhecimento histórico

Resumo

Este artigo tem por objetivo demonstrar as variações em torno das ideias de história e as possibilidades de construção do conhecimento histórico por meio da pesquisa historiográfica analítica. Na primeira parte do texto, apresentamos sumariamente, diversas definições de história, tomando como referência uma variedade de trabalhos de diversos autores; nas partes seguintes, comentamos sobre o método historiográfico analítico parcial e o método global, e apontamos as possibilidades da construção de historiografias analíticas e parciais, como uma das formas de caminhar no campo denso e complexo da história como ciência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Jorge Paixão, Universidade Federal do Pará - UFPA

Professor do Curso de Pedagogia - FAED/ICED/UFPA e Membro do Corpo Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação do ICED-UFPA.

Referências

ARAUJO, Ronaldo Marcos de Lima (Org.). Pesquisa em Educação no Pará. Belém: EDUFPA, 2003.

ARIÈS, P. Uma nova educação do olhar. In: DUBY, G. et al. História e nova história. Lisboa: Teorema, 1986, p. 21-31.

BORGES, V. P. O que é história. 3a ed. São Paulo: Brasilense, 1981.

BUZZI, A. R. Introdução ao pensar. Petrópolis: Vozes, 1994.

DUBY, G. et al. História e nova história. Lisboa: Teorema, 1986.

MENDES, J.M.A. A história como ciência. 3a ed. Coimbra: Coimbra Editora,1993.

PAIXÃO, C. J. O Positivismo e a Educação no Brasil. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Filosofia e Ciência da Universidade Estadual Paulista – FFC/UNESP, Campus de Marília, Marília – São Paulo, 1998.

PAIXÃO, C. J. O Positivismo ilustrado no Brasil. Revista Trilhas, Belém, v. 1, n. 2, p. 21-27, nov., 2000.

PAIXÃO, C. J. A moral positivista e o pensamento educacional no Brasil do Século XIX. São Luís/MA: Cd-Rom do XV EPENN/ UFMA, 2001.

PAIXÃO, C. J. A Moral Positivista no Brasil do Século XIX. Belém: Editora UNAMA, 2004.

PAIXÃO, C. J. O Positivismo ilustrado no Brasil. Revista Trilhas, Belém, v. 1, n. 2, p. 21-27, nov., 2000.

PAIXÃO, C. J. A moral positivista e o pensamento educacional no Brasil do Século XIX. São Luís/MA: Cd-Rom do XV EPENN/ UFMA, 2001.

PAIXÃO, C. J. Os Sentidos e Significados da Moral Positivista nas Políticas Públicas da Educação Brasileira do Século XIX. In: ARAUJO, Ronaldo Marcos de Lima (Org.) Pesquisa em Educação no Pará. Belém: EDUFPA, 2003.

PAIXÃO, C. J. A Reforma da Instrução Pública de Benjamin Constant e os Elementos da Moral Positivista. In: PAIXÃO, C. J. Educação e Conhecimento na Amazônia. Belém: Editora UNAMA, 2004.

PAIXÃO, C. J. Caminhando no Território da História. Revista Estudos-Humanidades da Universidade Católica de Goiás – UCG, v. 30, n. 3, p. 445-453, mar., 2003.

SCHORSKE, C. E. Pensando com a história. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

Downloads

Como Citar

PAIXÃO, C. J. Ideias e possibilidades metodológicas de construção do conhecimento histórico. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 48, p. 119–127, 2013. DOI: 10.20396/rho.v12i48.8640012. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640012. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos