Banner Portal
Formação inicial de professores na perspectiva histórico-crítica: por quê? Para quê? Para quem?
PDF

Palavras-chave

Formação Inicial de Professores. Neoliberalismo. Pedagogia Histórico-Crítica. Práxis Educativa

Como Citar

MASSUCATO, Jaqueline Cristina; AKAMINE, Aline Aparecida; AZEVEDO, Heloisa Helena Oliveira de. Formação inicial de professores na perspectiva histórico-crítica: por quê? Para quê? Para quem?. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 46, p. 130–144, 2012. DOI: 10.20396/rho.v12i46.8640076. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640076. Acesso em: 18 maio. 2024.

Resumo

Analisamos nesse artigo a formação inicial de professores da educação básica sob aperspectiva histórico-crítica. O objetivo central é refletir sobre a formação no âmbito doneoliberalismo, tendo por problemática buscar conhecer suas implicações na formação deprofessores para além da formação profissional. Evidenciaremos questões sobre aeducação e a formação de professores nesse contexto, buscando ressaltar a importância daluta por parte das classes dominadas frente a uma educação fragmentária. O métodobibliográfico colocará em relevo a educação e a formação de professores tendo porreferência entre outros, Marx (1978), Saviani (2002, 2008, 2009), Moraes (2001).Sinalizaremos a necessidade de outros rumos para a formação, voltados para a construçãode conhecimentos teoricamente fundamentados, mediante a contribuição da filosofia e dosdemais conhecimentos, relacionando a teoria com a prática na formação docente. Osresultados obtidos indicam que a formação de professores pode obter ganhos significativosquanto à qualidade desde que fundada nessa perspectiva, uma vez que se busca a práxis e oretorno da teoria na formação profissional.
https://doi.org/10.20396/rho.v12i46.8640076
PDF

Referências

ARCE, Alessandra. Compre um kit neoliberal para a Educação Infantil e ganhe grátis os dez passos para se tornar um professor-reflexivo. Educação & Sociedade, Campinas, v. 22, n.74, p. 251-283, abr. 2001. Disponível em: http://www.scielo.br. Acesso em: 21 abr. 2012.

DALAROSA, Adair Ângelo. Globalização, Neoliberalismo e a Questão da Transversalidade. In LOMBARDI, J. C. (org.). Globalização, Pós-Modernidade e educação: História, Filosofia e temas Transversais. Campinas, SP: Autores Associados-

HISTEDBR; Caçador, SC: UnC, 2001. p. 197-217. (Coleção Educação contemporânea).

DUARTE, N. Lukács e Saviani: A Ontologia do Ser Social e a Pedagogia Histórico-Crítica. In Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas: História, Sociedade e Educação no Brasil. Anais, Campinas: HISTEDBR, 2009. p. 1-18.

GATTI, B. A. Pós-modernidade, educação e pesquisa: confrontos e dilemas no início de um novo século. Psicologia da educação. São Paulo, 20, p. 139-151, 1o sem. 2005.

HABERMAS, Jurgen. O Discurso Filosófico da Modernidade. Lisboa: Dom Quixote, 1990. 350p.

KOSIK, Karel. O Mundo da Pseudoconcreticidade e a sua Destruição. In Dialética do Concreto. Tradução de Célia Neves e Alderico Toríbio. 2 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976. 230 p.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos- Terceiro Manuscrito. In Manuscritos econômico-filosóficos e outros textos escolhidos. 2. ed. São Paulo, SP: Abril Cultural, 1978. p. 01-48. (Os pensadores).

MORAES, Maria Célia M. Recuo da Teoria: Dilemas na Pesquisa em Educação. Revista Portuguesa de Educação, ano 14, n. 01, p. 7-25. 2001. Disponível em: http://redalyc.uaemex.mx/pdf/374/37414102.pdf. Acesso em: 24 ago. 2012.

SAVIANI, D. Educação: Do Senso Comum à Consciência Filosófica. 14. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2002. 247p. (Coleção Educação Contemporânea).

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 10. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2008. 160 p. (Coleção Educação Contemporânea).

SAVIANI, D. Escola e Democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. 41. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2009. 86 p. (Coleção Polêmicas do Nosso Tempo).

SCALCON, Suze. À Procura da Unidade Psicopedagógica: articulando a psicologia histórico-cultural com a pedagogia histórico-crítica. Campinas, SP: Autores Associados, 2002. 151 p. (Coleção educação contemporânea).

SCALCON, Suze. O Pragmatismo Epistemológico e a Formação do professor. Percursos Revista. Florianópolis, v. 09 n. 02. p. 35-49. 2008.

SILVA, Kátia Augusta Curado Pinheiro Cordeiro da Silva. A Formação de Professores na Perspectiva Crítico-emancipadora. Linhas Críticas. Brasília, DF, v. 17, n. 32. p. 13-31. 2011. Disponível em: http://seer.bce.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/3988. Acesso em: 24 ago. 2012.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.