Reformas educacionais em Minas Gerais: instrução primária, modernidade e progresso (1906-1928)

Autores

  • Luciana Beatriz de Oliveira Bar de Carvalho Universidade de Uberaba (UNIUBE)

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v12i46.8640082

Palavras-chave:

Reformas Educacionais. Minas Gerais. Educação. Modernidade

Resumo

Este artigo tem por finalidade analisar a trajetória das reformas educacionais promovidasem Minas Gerais, entre 1906 (Reforma João Pinheiro) a 1928 (Reforma FranciscoCampos). O objetivo das Reformas eram difundir a escola primária no estado, bem comovisualizar e possibilitar o controle social, fundamental à formação da “cidadaniacontrolada”, ou seja, dentro do ideário das elites republicanas. Portanto, compreender osignificado delas é entender o sentido dos grupos escolares à época como escolas da“República para a República”, que pudessem contribuir para “processo civilizatório” dasociedade mineira, pois sua “missão” era criar/recriar novos sujeitos para o contexto socialurbano, principalmente no âmbito da escola primária, portadora de novos conteúdos,métodos de ensino e práticas pedagógicas, que emergiram a partir dessas reformaseducacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Beatriz de Oliveira Bar de Carvalho, Universidade de Uberaba (UNIUBE)

Doutora em Educação pela Universidade de Campinas (UNICAMP). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Uberaba (UNIUBE).

Referências

ANDRADA, Antônio Carlos Ribeiro. Dicionário bibliográfico de Minas Gerais — período republicano: 1889–1991.

BARBOSA, Rui. Reforma do ensino primário e várias instituições complementares da instrução pública. Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Saúde, 1947.

CAMBI, Franco. História da pedagogia. São Paulo: ed. da unesp, 1999.

CHAMON, Magda Lúcia. Relações de gênero e a trajetória de feminização do magistério em Minas Gerais (1830–1930). 1996. Dissertação (Mestrado em Educação) — Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

CUNHA, Fátima. Filosofia da Escola Nova: do ato político ao ato pedagógico. Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro; Niterói: Universidade Federal Fluminense/eduff/proed, 1986.

DIÁRIO OFICIAL DE MINAS GERAIS, 16 dez. 1906.

DISCURSO PRONUNCIADO NA ABE, em 19 de novembro de 1925, por Heitor Lyra Silva, apud carvalho, 2000.

EM PROL DA INSTRUCÇÃO. O progresso, Uberabinha, anno ii, n. 99, 14 ago. 1909.

FARIA FILHO, Luciano Mendes de; vago, Tarcísio Mauro. A reforma João Pinheiro e a modernidade pedagógica. In: minas gerais, 2000, p. 39 — citação do relatório da Secretaria do Interior ao presidente do estado, 1910.

FAUSTO, Boris. Pequenos ensaios de história da República (1889–1945). In: fenelon, Dea Ribeiro. 50 textos de História do Brasil. São Paulo: Hucitec, 1974.

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS. Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Francisco Campos. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/FatosImagens/biografias/francisco_campos. Acesso em: 28 mar. 2010.

GRANDE ENCICLOPÉDIA BARSA. 3. ed. São Paulo: Barsa Planeta Internacional Ltda., 2004 p. 294, v. 11.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA/IBGE. Mesorregiões de Minas Gerais, 2001.

MINAS GERAIS. Secretaria da Educação. Decreto 1960, de 16 de dezembro de 1906.

MINAS GERAIS. Secretaria da Educação. Lei 439, de 28 de setembro de 1906.

MINAS GERAIS. Secretaria do interior. Regulamentando da instrução pública.

MINAS GERAIS. Secretaria do Interior. Regulamento ensino primário de Minas Gerais — decreto 7.970 de 15 de outubro de 1927.

MINAS GERAIS. Secretaria do Interior. Regulamento ensino primário de Minas Gerais — decreto 7.970 de 15 de outubro de 1927.

MINAS GERAIS. Secretaria do Interior. Relatório do secretário ao presidente do estado.

MINAS GERAIS. Secretaria do Interior. Relatório do secretário ao presidente do estado, 1909.

MINAS GERAIS. Secretaria do Interior. Relatório do secretário ao presidente do estado.

MINAS GERAIS. Secretaria do Interior. Relatório do secretário ao presidente do estado.

MOACYR, Primitivo. A instrução e o império. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1937.

NUNES, 1998, p. 118 apud gouveia, Maria Cristina Soares de; rosa, Walquíria Miranda. A Escola Normal em Minas Gerais. In: minas gerais. Secretaria de Educação de Minas Gerais. Lições de Minas — 70 anos da Secretaria de Educação. Belo Horizonte, 2000, 172p. 7 v.

PEIXOTO, Anamaria C. Educação no Brasil — anos 20. São Paulo: Loyola, 1983.

PINHEIRO, João. Minas Gerais, órgão oficial do Estado, 16 dez. 1906.

SECRETARIA DO INTERIOR. Relatório do secretário ao presidente do Estado. 1907, si 2.829, 4a seção.

SECRETARIA DO INTERIOR. Relatório do secretário ao presidente do estado. 1909, p. 46. In: minas gerais, 2000, p. 40.

SILVEIRA, Anny Jackeline T. As ruas e as cidades. Cadernos de História, Belo Horizonte: puc/mg, V.2, n. 3, p. 29–35, out. 1997.

SILVEIRA, Anny Jackeline T. Imagens destoantes: a moderna capital de Minas. In: seminário de história da cidade e do urbanismo, 5., out. 1998, Campinas. Anais... Campinas, 1998.

SOARES, Beatriz R. Uberlândia: da Cidade Jardim ao Portal do Cerrado — imagens e representações no Triângulo Mineiro. 1995. Tese (Doutorado em Geografia Humana) — Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo.

TEIXEIRA, Tito. Bandeirantes e pioneiros do Brasil central. Uberlândia: Uberlândia Gráfica Ltda., 1970.

VARELA, Julia; ALVAREZ-URIA, Fernando. In: minas gerais, 2000.

VIDAL, Diana G. A escola nova e o processo educativo. In: lopes, Eliane M. T.; faria filho, Luciano M.; veiga, Cynthia Greive. 500 anos de educação no Brasil. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

VIEIRA, Flávio C. F; carvalho, Carlos. H. Educação e o movimento de transformação social: Uberabinha (1919–1930). In: congresso de ciências humanas e artes, 5., 2001, Ouro Preto/Mariana. Anais... Universidade Federal de Ouro Preto, p. 2.

ZUIN, Elenice de Souza Lodron. O ensino de geometria e desenho na reforma do ensino primário de Minas Gerais, em 1906. In: lopes, Ana Amélia Borges de Magalhães; gonçalves, Irlen Antônio, faria filho, Luciano Mendes de; xavier, Maria do Carmo (Org.). História da educação em Minas Gerais. Belo Horizonte: fch/fumec, 20.

Downloads

Como Citar

CARVALHO, L. B. de O. B. de. Reformas educacionais em Minas Gerais: instrução primária, modernidade e progresso (1906-1928). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 46, p. 219–237, 2012. DOI: 10.20396/rho.v12i46.8640082. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640082. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos