Projetos pedagógicos e políticas públicas para a educação infantil no município de Piraquara – Paraná (1993-2004)

Autores

  • Danielle Marafon Universidade Estadual do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v12i45e.8640122

Palavras-chave:

Infância. Educação Infantil. Proposta pedagógica. Políticas públicas

Resumo

Este artigo visa discutir as políticas públicas estabelecidas para a Educação Infantil, no Município de Piraquara, no Estado do Paraná, no período circunscrito entre 1993 e 2004, no qual duas propostas curriculares (Projeto Araucária 1993–2000) e (Proposta Curricular da Educação Infantil 2001–2004), foram orientadoras das ações pedagógicas junto às crianças de 0 a 6 anos. Discorre sobre a natureza das políticas públicas, sem esquecer a história da Educação Infantil no Brasil e na Europa como pano de fundo para o processo de organização da Educação Infantil no Município de Piraquara, enfatizando o sentido de problematizar as legislações educativas a fim de evidenciar a relação entre os fundamentos legais e as políticas públicas para a educação, bem como as implicações das políticas públicas no processo de ensino-aprendizagem da criança pequena. Apoia-se nos conceitos históricos, na produção historiográfica da Educação Infantil e nos documentos (Projeto Araucária e Proposta Curricular da Educação Infantil), os quais nos possibilitam debater sobre as acepções de infância, de Educação Infantil, de métodos de ensino-aprendizagem, de formação de professor e de concepções de gestão que emergiram das duas propostas pedagógicas elaboradas naquele período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danielle Marafon, Universidade Estadual do Paraná

Professora Assistente da Universidade Estadual do Paraná – Campus Paranaguá. Doutoranda em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, na linha de pesquisa em História e Políticas da Educação.

Referências

ARCO-VERDE, Y. F. S. Estudo sobre a prática pedagógica desenvolvida nas pré-escolas das redes de ensino de Curitiba. Curitiba (Dissertação de Mestrado em Educação), Universidade Federal do Paraná, 293f. 1985.

BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n 9394 de 20 de dezembro de 1996, Brasília.

FORMOSINHO, J. O. O desenvolvimento das educadoras de infância: entre os saberes e os afectos, entre a sala e o mundo. In: MACHADO, M. L. A. (Org.). Encontros e desencontros em Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2002, p. .

KRAMER, S. Propostas pedagógicas ou curriculares: subsídios para uma leitura crítica. In: MOREIRA, A. F. B. (Org.). Currículo políticas e práticas. São Paulo: Papirus, 1999.

KULHMANN M. J. Infância e Educação Infantil: uma abordagem histórica. Porto Alegre: Mediações, 2001.

PIRAQUARA, Diretrizes Curriculares Municipais. Ensino fundamental: 1a a 4a séries. Piraqura, 2002.

PIRAQUARA, Proposta Curricular da Educação Infantil. Piraquara: Skalagraf, 2004.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ, Projeto Araucária. Curitiba, 1993.

SANCHES, E. C. Creche: realidade e ambigüidades. Petrópolis: Vozes: 2004.

SILVA, I. O. A profissionalização do professor da Educação Infantil: questões sobre a formação dos profissionais que estão em serviço. In: MACHADO, M. L. A. (Org.). Encontros e desencontros em Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2002.

Downloads

Como Citar

MARAFON, D. Projetos pedagógicos e políticas públicas para a educação infantil no município de Piraquara – Paraná (1993-2004). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 45e, p. 266–281, 2012. DOI: 10.20396/rho.v12i45e.8640122. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640122. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos