O Correio Braziliense (1808-1822), o ensino mútuo e o desenvolvimento material do Brasil

Autores

  • Marcília Rosa Periotto Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v12i45.8640135

Palavras-chave:

Correio Braziliense. Ensino Mútuo. Brasil - Século XIX. Imprensa

Resumo

Este estudo integra a pesquisa de pós-doutorado cujo tema é o jornal Correio Braziliense, publicado por Hipólito da Costa em Londres entre os anos de 1808 a 1822, realizado com o objetivo de vinculá-lo à educação política da elite brasileira nas décadas iniciais do século XIX. Ao difundir o ideário liberal no Brasil, o jornal marcaria o processo de separação política entre colônia e metrópole e influenciaria os brasileiros a reivindicarem maior participação nas decisões do governo e o mesmo tratamento dispensado aos portugueses. A proposta feita por Hipólito da Costa de adoção do ensino mútuo no Brasil, entre outros objetivos, buscava difundir o saber dos imigrantes estrangeiros e instalar os conteúdos necessários ao seu desenvolvimento material. A d. João aconselhava substituir os braços escravos pelos trabalhadores estrangeiros livres, permitindo a entrada dos mesmos no território brasileiro e oferecendo-lhes, em contrapartida, condições para adaptação e amparo das famílias. O Correio incluía a educação de “todos a todos” como um dos pilares do processo civilizatório, fundamental ao progresso material que se pretendia estabelecer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcília Rosa Periotto, Universidade Estadual de Maringá

Professora não-titular da Universidade Estadual de Maringá.

Referências

CORREIO BRAZILIENSE OU ARMAZÉM LITERÁRIO. v. 1 a 8. São Paulo, SP: Imprensa Oficial do Estado; Brasília, DF: Correio Braziliense, 2001. (Edição fac-similar).

CORREIO BRAZILIENSE OU ARMAZÉM LITERÁRIO. v. 9 a 25 e v. 30. São Paulo, SP: Imprensa Oficial do Estado; Brasília, DF: Correio Braziliense, 2002. (Edição fac-similar).

FARIA FILHO, Luciano Mendes. Instrução Elementar no século XIX. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira; FARIA FILHO, Luciano Mendes; VIEIRA, Cynthia Greive Veiga. (Orgs.). 500 anos de Educação no Brasil. 2 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

LEME, Marisa Saenz. Hipólito da Costa e a Construção da Independência no Brasil. In: Intérpretes do Brasil: cultura e identidade. Orgs. Gunter Axt e Fernando Schüller. Porto Alegre, RS: Artes e Ofícios, 2004, p. 37-48.

PERIOTTO, Marcília Rosa. O papel da imprensa no processo de construção da nação: a “vocação pedagógica” do Correio Braziliense. REVISTA HISTEDBR On-line. UNICAMP. Campinas, n. 16, p. 61-83, dez. 2004.

SECO, Ana Paula. Um olhar sobre a educação na colônia: os viajantes estrangeiros. VII SEMINÁRIO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS – HISTEDBR. Universidade Estadual de Campinas, Campinas-SP, 2006.

TENGARRINHA, José. História da Imprensa Periódica Portuguesa. Lisboa: Portugália Editora, 1965.

Downloads

Publicado

2012-06-08

Como Citar

PERIOTTO, M. R. O Correio Braziliense (1808-1822), o ensino mútuo e o desenvolvimento material do Brasil. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 45, p. 49–61, 2012. DOI: 10.20396/rho.v12i45.8640135. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640135. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos