APEOESP e a mobilização dos professores paulistas (1985 a 2000)

  • Antonio de Pádua Almeida UNISO
  • Vania Regina Boschetti UNISO
Palavras-chave: Escola Pública. APEOESP. Professores

Resumo

O artigo discute a situação profissional e a organização sindical dos professores paulistas após 1985, tendo a escola pública como centro do debate. Destaca o trabalho da APEOESP enquanto entidade representativa dos professores, seu poder de mobilização, pautas de reivindicação e, suas estratégias de ação sindical. A pesquisa traz por referencial teórico as idéias de Libâneo e Saviani, ilustradas por textos documentais da entidade e publicações da imprensa cotidiana. Conclui reconhecendo que, apesar dos seus limites, o movimento sindical, tem atuação fundamental nas demandas em defesa da escola pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio de Pádua Almeida, UNISO

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Sorocaba. Docente do curso de Pedagogia da Universidade de Sorocaba e da rede Pública Estadual.

Vania Regina Boschetti, UNISO

Doutora em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo. Docente do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) e do Curso de Pedagogia, da Universidade de Sorocaba.

Referências

APEOESP EM NOTÍCIAS: A APEOESP e a Formação do Educador, São Paulo, SP, no 154, p. 08, dezembro 1988.

APEOESP EM NOTÍCIAS. Resoluções do Congresso Estadual de Educação da APEOESP em 1991. Suplemento de Educação. São Paulo, SP, no 172, p. 02, maio/junho 1991.

APEOESP EM NOTÍCIAS. VI CONGRESSO Estadual Anual da APEOESP. Caderno de Resoluções. São Paulo, SP, p. 07, outubro 1985.

CASADO, Maria Inês Miquelato. O Sistema de Ciclos e a Jornada de Trabalho do Professor do Estado de São Paulo. 2006, 110 f. Dissertação (Mestrado em Educação) Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Metodista de Piracicaba, UNIMEP, Piracicaba, SP.

CONSTRUINDO um projeto da APEOESP para a Escola. Resoluções Aprovadas no XIV Congresso Estadual de Educação. APEOESP, São Paulo, SP, 26 à 28 out. 1995.

CRUZEIRO DO SUL: A hora do ensino. Sorocaba, SP, ano 86, no 24.612, p.02, 01 julho 1989.

CRUZEIRO DO SUL: Magistério em Greve. Sorocaba, SP, ano 85, no 24.555, p. 02, 25 abril 1989.

DIRETRIZES Educacionais para o Estado de São Paulo no período de 1995 a 1998. Comunicado Secretaria de Educação de 22 de março de 1995. Diário Oficial do Estado, São Paulo, 23 março 1995, Seção I, p. 08 a 10. Disponível em: http://www.imprensaoficial.com.br acesso em: 20/05/2011.

FERREIRA JR, Amarilio; BITTAR, Marisa. A Proletarização dos Professores. Educação e Sociedade, volume 27, no 97, Set/Dez. 2006. Campina, SP. Disponível em: HTTP://www.cedes.unicamp.br. acesso em: 31/01/2011.

GARROSSINO, Silvia Regina Barbosa. A Contribuição de Dermeval Saviani no Conselho Estadual de Educação de São Paulo (1984-1987). 2007, 94 f. Dissertação (Mestrado em Educação) Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, SP.

GOULART, Débora Cristina. Entre a Denúncia e a Renúncia: “A APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) Frente às Reformas na Educação Pública na Gestão Mário Covas (1995-1998)”. 2004, 226 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) Departamento de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Campinas, SP.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus Professor, Adeus Professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. 5a ed. São Paulo, SP: Cortez, 2001.

LIBÂNEO, José Carlos. Democratização da Escola Pública: A pedagogia crítico-social dos conteúdos, 18a ed. São Paulo, SP: Edições Loyola, 2002.

LIBÂNEO, José Carlos. OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação Escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo, SP: Cortez, 2003.

MÉSZÁROS, István. Tradução de Isa Tavares. A Educação Para Além do Capital. 2a ed. São Paulo, SP: Boitempo, 2008.

NOTÁRIO, Antonio Carlos Soler. Autonomia do Trabalho Docente na Rede Pública Paulista: política educacional e resistência sindical. 2007, 137 f. Dissertação (Mestrado em Educação) Faculdade de Educação e Letras, Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, SP.

OLIVEIRA, Sônia Regina Ferreira de. Formulação de Políticas Educacionais: Um estudo sobre a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (1995 – 1998). 1999, 43f. Dissertação (Mestrado em Educação) Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Campinas, SP.

PINSKY, Jaime. Um Choque Educacional Para o Brasil. Folha de São Paulo, São Paulo, SP, p. A-3, 17 dezembro 1997.

RIBEIRO, Maria Luísa Santos. A formação política do professor de 1o e 2o graus. São Paulo, SP: Cortez, 1987.

SAVIANI, Dermeval. História das Idéias Pedagógicas no Brasil, 3o ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2010.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Da Escola Como Mediação Necessária do Necessário Projeto Educacional. Subsídios para os encontros Regionais. Preparatórios ao Congresso (Republicação). Resoluções do XIV Congresso Estadual de Educação. APEOESP. São Paulo, SP, p. 16-7, outubro 1995.

SOUZA, Aparecida Neri de. Sou Professor, Sim Senhor! representações do trabalho docente. Campinas, SP: Papirus, 1996.

TESES para o XIII Congresso da APEOESP. Caderno de Teses. Educação no Centro das Atenções: uma urgência nacional. São Paulo, SP, Agosto 1994.

Publicado
2014-03-22
Como Citar
Almeida, A. de P., & Boschetti, V. R. (2014). APEOESP e a mobilização dos professores paulistas (1985 a 2000). Revista HISTEDBR On-Line, 13(54), 263-281. https://doi.org/10.20396/rho.v13i54.8640182
Seção
Artigos