Banner Portal
Apontamentos de Álvaro Vieira Pinto à reforma universitária no Brasil na década de 1960
PDF

Palavras-chave

História da Educação. Reforma do Ensino Superior. Álvaro Vieira Pinto

Como Citar

MÉLO, C. S.; MACHADO, M. C. G. Apontamentos de Álvaro Vieira Pinto à reforma universitária no Brasil na década de 1960. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 53, p. 263–279, 2014. DOI: 10.20396/rho.v13i53.8640204. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640204. Acesso em: 1 mar. 2024.

Resumo

Este artigo resulta de um estudo desenvolvido acerca dos debates antecedentes à Reforma do Ensino Superior, Lei nº 5.540 de 1968, em que foi possível conhecer as contribuições do educador Álvaro Vieira Pinto (1909-1987) nas discussões sobre a situação e o papel da universidade no Brasil, bem como na definição de propostas para alterações e desenvolvimento desse sistema de ensino na década de 1960. O texto apresenta as proposições de Vieira Pinto sobre a reforma e a organização do ensino superior brasileiro, baseando-se, em especial, na análise de sua obra A Questão da Universidade (1986) escrita em 1961, que aborda aspectos do modelo de universidade vigente e do modelo almejado no país naquele momento. Na perspectiva do autor, o problema da universidade era político e cultural. O principal objetivo da reforma precisava ser a discussão das causas que permitiam a alguns alunos ingressar nas instituições superiores e excluíam outros jovens da mesma idade de possuírem igual oportunidade. Vieira Pinto apontou, como aspecto importante da reforma, a necessidade de estratégias para a maior democratização do ensino superior. Considerou indispensável uma mudança não somente na estrutura do sistema de ensino, mas, sobretudo, na oferta e propagação dessa educação, que deveria estar vinculada ao objetivo de superação das condições de exclusão, que advinham da insuficiente quantidade de vagas para as camadas populares e da ideologia propagada, que reafirmava e mantinha a elite na posição de maior acesso à cultura e à universidade. A educação superior necessitava contemplar uma formação crítica e emancipatória. Vieira Pinto exaltou a importância da atuação dos estudantes na luta pela profunda reforma universitária, conclamando processo de mudança no ensino superior.

https://doi.org/10.20396/rho.v13i53.8640204
PDF

Referências

BRASIL. Lei no 5.540 (de 28 de novembro de 1968). Brasília, DF, 28 nov. 1968. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L5540.htm. Acesso em: 22 jan. 2013.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei no 4.024) (de 20 de dezembro de 1961). In: VILLALOBOS, João Eduardo Rodrigues. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1969. p. 225-252.

COSTA, Alexandre Bernardino. Lei n. 5.540/68 - A Reforma do Ensino Superior: um projeto de hegemonia. Sequência: Estudos Jurídicos e Políticos. Santa Catarina: Universidade Federal de Santa Catarina. vol. 12, p. 85-95, n. 23, 1991.

CPDOC – FGV (Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil). Álvaro Vieira Pinto. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/AEraVargas2/biografias/alvaro_vieira_pinto. Acesso em: 23 jan. 2013.

DIAS, Silvano Severino; Araújo, José Carlos Souza. A concepção de educação nacional-popular em Vieira Pinto. Cadernos de História da Educação, v. 1, n. 1, p. 103-108, jan./dez., 2002.

FAUSTO, Boris. O Período Democrático (1945-1964). In: História do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo. 2007. p. 395-462.

FÁVERO, Maria de Lourdes de Albuquerque. A Universidade no Brasil: das origens à Reforma Universitária de 1968. Educar em Revista, Curitiba, vol. --, n. 28, p. 17-36, jul./dez., 2006.

FERNANDES, Florestan. Universidade brasileira: reforma ou revolução?. São Paulo: Alfa e Omega, 1975.

FREITAS, Marcos Cézar de; BICCAS, Maurilane de Souza. A Reforma Universitária de 1968: a resposta à radicalização do movimento estudantil. In: História social da educação no Brasil (1926-1996). São Paulo: Cortez, 2009. p. 265-272.

FREITAS, Marcos Cézar de. Álvaro Vieira Pinto: a personagem histórica e sua trama. São Paulo: Cortez; USF-IFAN, 1998.

FREITAS, Marcos Cézar de. Brasil 1954-1964: sugestão de roteiro a partir da “História das Ideias Educacionais” (Anísio e Vieira Pinto). Revista Brasileira de História. v. 14, n. 27, p. 167-178. Disponível em: http://www.anpuh.org/revistabrasileira/view?ID_REVISTA_BRASILEIRA=16. Acesso em: 31 jul. 2013.

FREITAS, Marcos Cézar de. Economia e educação: a contribuição de Álvaro Vieira Pinto para o estudo histórico da tecnologia. Revista Brasileira de Educação. Campinas, v. 11. n. 31. p. 80-95, jan./abr., 2006.

I SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro: Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos. vol. XXXVI, n. 83, p. 235-242, jul./set., 1961.

LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação Escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2009.

MOROSINI, Marilia Costa. O ensino superior no Brasil. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara (Orgs.). Histórias e memórias da educação no Brasil: século XX. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005. p. 296-323.

PARTICIPAÇÃO DISCENTE NA DIREÇÃO DA UNIVERSIDADE. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro: Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos. vol. XXXVIII, n. 87, p. 203-209, jul. set., 1962.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil (1930-1973). Petrópolis: Vozes, 1978.

SAVIANI, Dermeval. Prefácio (A questão da Universidade). In: VIEIRA PINTO, Álvaro. A questão da Universidade. São Paulo: Cortez; Autores Associados, 1986. p. 7-9.

SAVIANI, Dermeval. Introdução. In: VIEIRA PINTO, Álvaro. Sete lições sobre educação de adultos. São Paulo: Cortez, 1997. p. 09-27.

SAVIANI, Dermeval. Álvaro Borges Vieira Pinto. In: FÁVERO, Maria de Lourdes de Albuquerque; BRITTO, Jader de Medeiros. (Orgs.). Dicionário de educadores no Brasil. Rio de Janeiro: Editora UFRJ; MEC-Inep-Comped, 2002. p. 51-56.

TEIXEIRA, Anísio. Educação não é privilégio. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1994.

VEIGA, Laura da. Reforma Universitária na década de 60: origens e implicações político-institucionais. Revista Ciência e Cultura, São Paulo, vol. 37, n. 7, p. 86-97, 1985.

VIEIRA PINTO, Álvaro. Consciência e realidade nacional. Volume 1. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura; Instituto Superior de Estudos Brasileiros, 1960a.

VIEIRA PINTO, Álvaro. Consciência e realidade nacional. Volume 2. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura; Instituto Superior de Estudos Brasileiros, 1960b.

VIEIRA PINTO, Álvaro. A questão da universidade. São Paulo: Cortez; Autores Associados, 1986.

VIEIRA PINTO, Álvaro. Sete lições sobre educação de adultos. São Paulo: Cortez, 1997.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.