A universidade aberta para a terceira idade e a educação do idoso nas dissertações e teses de 2000 a 2011

Autores

  • Rita de Cássia da Silva Oliveira Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v13i52.8640248

Palavras-chave:

Educação para o idoso. Universidade Aberta para a Terceira Idade. Estado do Conhecimento. Políticas Públicas

Resumo

O presente artigo objetiva analisar as teses e dissertações defendidas no recorte temporal de 2000 a 2011, que possuem como tema de investigação a educação para a terceira idade e a universidade aberta para a terceira idade. Os trabalhos selecionados foram defendidos em Cursos reconhecidos e recomendados pela Capes, elaborando o estado do conhecimento dessa temática. O referencial teórico baseia-se em uma revisão sistemática e nas ideias dos autores que investigam o tema. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica e, para coleta de dados, utilizaram-se os meios on line: Domínio Público, Portal da Capes, Programa de Pós-Graduação em Educação e bibliotecas de teses e dissertações das Instituições de Ensino Superior. Constata-se um crescimento expressivo nas investigações, apresentam contribuições relevantes mas também muitas lacunas acerca das categorias selecionadas para a análise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cássia da Silva Oliveira, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

Pedagoga. Doutora em Educação. Professora Permanente do Mestrado e Doutorado em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Coordenadora do Programa da Universidade Aberta para a Terceira Idade na UEPG. Pesquisadora Produtividade do CNPq. E-mail: soliveira13@uol.com.br

Referências

BONETI, L. W. Educação, exclusão e cidadania. Ijuí: Unijuí, 1997.

BOTH. A. Educação Gerontológica: posições e proposições. ERechim: São Cristovão, 2001.

BRASIL. Lei n. 8.842 de 4 de janeiro de 1994. Dispõe sobre a Política Nacional do Idoso. Brasília, 1994.

BRASIL. Lei n. 10741 de 03 de outubro de 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso. Brasília, 2003.

CACHIONI, Meire. Quem educa os idosos? Um estudo sobre professores de universidade da terceira idade. São Paulo: Alínea, 2003.

CAMARANO, A. A; PASINATO, M. T. O envelhecimento populacional na agenda das políticas públicas. In: CAMARANO, A. A. (Ed.). Os novos idosos brasileiros: muito além dos 60? Rio de Janeiro: IPEA, 2004, p. 253-292.

DAVIES, P. Revisões sistemáticas e Campbell Collaboration. In: THOMAS, G.; PRING, R. Educação baseada em evidências: a utilização dos achados científicos para qualificação da prática pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2007. p. 31-43.

DELORS, J. Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez. Brasília: MEC, UNESCO, 1999.

FREIRE, P. Educação e mudança. 2a ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FURTER, P. Educação e vida. Petrópolis: Vozes,1975.

GADOTTI, M. A educação contra a educação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

GADOTTI, M. História das ideias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1979.

IBGE. Censo demográfico 2010. Rio de Janeiro: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010.

JORDÃO NETTO, A. Gerontologia Básica. São Paulo: Lemos, 1997.

NERI. A.L. Envelhecer num país de jovens. Campinas: Unicamp, 1991.

NERI. A.L. Psicologia do Envelhecimento. Campinas: Papirus, 1995.

OLIVEIRA, R. C. S. Terceira idade: do repensar dos limites aos sonhos possíveis. Campinas: Papirus, 1999.

OLIVEIRA, R. C. S.; SCORTEGAGNA, P. A.; OLIVEIRA, F. S. O envelhecimento e a velhice: teorias, demografia e política. Curitiba: CRV, 2011.

OLIVEIRA, R.C.S. A pesquisa sobre o idoso no Brasil: diferentes abordagens sobre educação nas teses e dissertações (de 2000 a 2009). Acta Scientiarum Education, Maringá, v.35, n.1 , p. 1-11, jan-june.

PALMA, L. T. S. Educação permanente e qualidade de vida: indicativos para uma velhice bem-sucedida. Passo Fundo: UPF, 2000.

PICONEZ, S. Educação escolar de jovens e adultos. São Paulo: Setembro, 2009.

PINTO, A. V. Sete lições sobre a educação de adultos. São Paulo: Cortez, 1994.

PINTO, A. V. Sete lições sobre educação de adultos. 16a ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SILVA, R. Fundamentos teóricos e metodológicos da pedagogia social no Brasil. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA SOCIAL, 1, 2006, São Paulo. Anais ... São Paulo: Universidade de São Paulo, 2006. p. 01-18.

TEODORO, M. F. M. UnATI/UERJ: uma proposta de educação permanente para o cidadão idoso. 2006. 175p. Dissertação (Mestrado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade Católica de Petrópolis, Rio de Janeiro, 2006.

VERAS, R. Terceira Idade: um envelhecimento digno para o cidadão do futuro. Rio de Janeiro: Relume/Dumará, 1995.

Downloads

Publicado

2013-11-19

Como Citar

OLIVEIRA, R. de C. da S. A universidade aberta para a terceira idade e a educação do idoso nas dissertações e teses de 2000 a 2011. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 52, p. 372–386, 2013. DOI: 10.20396/rho.v13i52.8640248. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640248. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos