Banner Portal
História das escolas públicas primárias em áreas rurais: ausência de políticas públicas (Minas Gerais 1899 - 1911)
PDF

Palavras-chave

Instrução pública primária rural. Políticas públicas. História das escolas rurais. História da Educação

Como Citar

BARROS, Josemir Almeida; LIMA, Sandra Cristina Fagundes de. História das escolas públicas primárias em áreas rurais: ausência de políticas públicas (Minas Gerais 1899 - 1911). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 50, p. 251–263, 2013. DOI: 10.20396/rho.v13i50.8640306. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640306. Acesso em: 24 maio. 2024.

Resumo

A organização da instrução primária rural em alguns municípios de Minas Geraispertencentes à primeira e segunda Circunscrições Literárias no período de 1899 a 1911constituem o objeto de nossa investigação. O principal objetivo foi identificar e analisaraconstituição de políticas públicas destinadas ao ensino primário em áreas ruraisidentificando-as aos processos de desenvolvimento econômico de Minas Gerais. Para adiscussão da referida temática partimos da seguinte indagação: Qual o espaço destinado aoensino rural nas políticas de organização da escola mineira? As fontes históricas utilizadasabrangeram: Mensagens dos Presidentes de Estado de Minas Gerais produzidas pelasadministrações públicas; legislações sobre instrução pública primária; relatórios deinspeção ou fiscalização e termos de visitas de escolas, em específico, daquelasdenominadas rurais e distritais. A instrução pública primária rural em Minas Geraissingulariza momentos da educação primária no Estado e permite reflexões sobre outroscontextos, como por exemplo, a educação do campo nos dias atuais.
https://doi.org/10.20396/rho.v13i50.8640306
PDF

Referências

BARROS, Josemir Almeida. Organização do ensino rural em Minas Gerais, suas muitas faces em fins do XIX e início do XX (1899 – 1911). 349 f. (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.

GONÇALVES NETO, Wenceslau; CARVALHO, Carlos Henrique de (Org.). O município e a educação: Minas Gerais na Primeira República.Campinas: Alínea, 2012.

IGLÉSIAS, Francisco. Trajetória política do Brasil: 1500 - 1964. São Paulo: Cia das Letras, 1993.

LEITE, Sérgio Celani. Educação rural: urbanização e políticas educacionais. São Paulo: Cortez, 1999.

MOURÃO, Paulo Kruger Corrêa. O ensino em Minas Gerais no tempo da República. Minas Gerais. Centro Regional de Pesquisas Educacionais de Minas Gerais, 1962.

MUSIAL, Gilvanice Barbosa da Silva. A emergência da escola rural em Minas Gerais (1892-1899): quando a distinção possibilita a exclusão. 258 f. (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

NAGLE, Jorge. A educação na Primeira República. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de. O Brasil republicano: sociedade e instituições (1889 - 1930).4 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil S.A., 1990. v. 9. p. 259-292.

PRIORE, Mary Del; VENÂNCIO, Renato. Uma história da vida rural no Brasil. Rio de Janeiro: Ediouro, 2006.

SILVA, Lourdes Helena da; et. al; A educação no meio rural: revisão da literatura. In. BOF, Alvana Maria (Org.). A educação no Brasil rural. Brasília: INEP, 2006, p. 69-137.

SOUZA, Rosa Fátima. Espaço da educação e da civilização: origens dos grupos escolares no Brasil. In. SAVIANI, Dermeval; et al.O legado educacional do século XIX. 2ed. Campinas: Autores Associados, 2006. p. 33-84.

WERLE, Flávia Obino Corrêa (Org.). Educação rural em perspectiva internacional. Ijuí: UNIJUÍ, 2007.

WIRTH, John. Minas e a nação. Um estudo de poder e dependência regional 1889-1937. In. HOLANDA, Sérgio Buarque de. O Brasil republicano: estrutura de poder e economia (1889 -1930). 6 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil S.A., 1997. (História geral da civilização brasileira.) v. 8. p. 76-99.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.