Banner Portal
A influência do marxismo na pesquisa em educação brasileira
PDF

Como Citar

FERREIRA JR., Amarilio. A influência do marxismo na pesquisa em educação brasileira. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 49, p. 35–44, 2013. DOI: 10.20396/rho.v13i49.8640319. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640319. Acesso em: 25 abr. 2024.

Resumo

Este artigo tem com objetivo explicitar a importância do significado epistemológico das obras marxianas para as pesquisas desenvolvidas no âmbito do campo educacional brasileiro desde a institucionalização dos Programas de Pós-Graduação, em 1965. O texto está divido em duas partes: na primeira, estabelecemos uma relação entre o processo de produção do conhecimento educacional no contexto da pesquisa realizada nos Programas de Pós-Graduação e a influência das teorias marxistas durante o período de 1970 a 1980. Nessas primeiras décadas, a investigação no campo educacional foi influenciada por duas tendências teórico-metodológicas interpretativas das obras marxianas: o estruturalismo althusseriano e a concepção gramsciniana. Na segunda, sistematizamos a teoria social desenvolvida pro Karl Marx e Friedrich Engels do ponto de vista dos fundamentos teórico-metodológicos que são considerados válidos para o processo de investigação dos fenômenos educacionais na contemporaneidade.

https://doi.org/10.20396/rho.v13i49.8640319
PDF

Referências

ALTHUSSER, Louis. A favor de Marx: Pour Marx. 2a Ed. Tradução: Dirceu Lindoso. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979. 220 p.

ALTHUSSER, Louis. Análise crítica da teoria marxista. Tradução: Dirceu Lindoso. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1967, p. 140 Et seq.;

ALTHUSSER, Louis. Sobre a relação de Marx com Hegel. In: D’HONDT; DERRIDA; ALTHUSSER et al. Hegel e o pensamento moderno. Porto: Rés Editora, 1979. p. 110 Et seq.;

ALTHUSSER, Louis. O marxismo não é um historicismo. In: ALTHUSSER, Louis. et al. Ler O Capital. Tradução: Nathanael C. Caixeiro. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1980. v. II, p. 65 Et seq.

ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos de Estado: notas sobre os Aparelhos Ideológicos de Estado. Tradução: Walter José Evangelista et al. 4a Ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1989. p. 66 Et seq.

ALVES, Maria Helena Moreira. Estado e oposição no Brasil (1964-1984). 3a ed. Tradução: Clóvis Marques. Petrópolis: Vozes, 1985. 337 p.

ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Livro negro da USP: o controle ideológico na universidade. São Paulo: ADUSP, 1978.

BALLET, René et al. Estruturalismo e marxismo. Tradução: Carlos Henrique de Escobar. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1968. 289 p.

BITTAR, Marisa; FERREIRA Jr., Amarilio. História, epistemologia marxista e pesquisa educacional brasileira. Educação & Sociedade, Campinas, v. 30, n. 107, p. 489-511, maio/ago. 2099.

CAMPOS, Maria Malta; FÁVERO, Osmar. A pesquisa em educação no Brasil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n.o 88, p. 5-17, fev. 1994.

CARDOSO, Miriam Limoeiro. A ideologia como problema teórico. In: ALTHUSSER, Louis. Ideologia do desenvolvimento Brasil: JK-JQ. 2a Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978. p. 39-84.

COUTINHO, Carlos Nelson. O estruturalismo e a miséria da razão. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1972. p. 224 p.

ENGELS, Friedrich. Anti-Dühring: filosofia, economia política, socialismo. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

ENGELS, Friedrich. Carta a Conrad Schmidt, 27 de outubro de 1890. In: MARX e ENGELS. Obras escolhidas em três tomos. Tradução: José Barata-Moura et al. Lisboa-Moscovo: Editorial “Avanti!”-Edições Progresso, 1985. p. 549-556.

FERREIRA Jr., Amarilio; BITTAR, Marisa. O marxismo como referencial teórico nas dissertações de mestrado em Educação da UFSCar (1976-1993). Cadernos CEMARX, Campinas, v. 1, n. 2, p. 65-71, 2005.

FERREIRA Jr., Amarilio; BITTAR, Marisa. Jarbas Passarinho, ideologia tecnocrática e ditadura militar. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 23, p. 3 –25, set. 2006.

FERREIRA Jr., Amarilio; BITTAR, Marisa. Educação e ideologia tecnocrática na ditadura militar. Cadernos CEDES, Campinas, v. 28, n. 76, p. 333-355, set./dez., 2008.

FERREIRA Jr., Amarilio. História da educação brasileira: da Colônia ao século XX. São Carlos: EdUFSCar, 2010.

GAMBOA, Silvio Ancizar Sanchez. A dialética na pesquisa em educação: elementos de contexto. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1989. p. 91-115.

GATTI, Bernardete A. O doutorado em educação da PUC-SP e o mestrado em educação da UFSCar. In: SEVERINO, Antônio Joaquim et al. Dermeval Saviani e a educação brasileira: o simpósio de Marília. São Paulo: Cortez, 1994. p. 77-85.

GRAMSCI, Antonio. Introdução ao estudo da filosofia. A filosofia de Benedetto Croce. In: GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere. Tradução: Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999. 494 p. v. 1.

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais. O princípio educativo. In: GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere. Tradução: Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000. p. 11-192. v. 2.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Tradução de Jesus Ranieri. São Paulo: Boitempo Editorial, 2004.

MARX, Karl. Método da economia política. In: MARX, Karl. Contribuição para a crítica da economia política. Tradução de Maria Helena Barreiro Alves. Lisboa: Editorial Estampa, 1971. p. 228-237.

MARX, Karl. Prefácio. In: MARX, Karl. Contribuição para a crítica da economia política. Tradução de Maria Helena Barreiro Alves. Lisboa: Editorial Estampa, 1971. p. 27- 31.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Feuerbach. In: MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. 4. ed. Tradução de Conceição Jardim et al. Portugal: Editorial Presença; Brasil: Livraria Martins Fontes, 1980. v. I, p. 11-102.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. In: MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Obras escolhidas em três tomos. Tradução de Álvaro Pina. Lisboa: Edições “Avante!”; Moscovo: Edições Progresso, 1982. p. 93-136.

MARX, Karl. A miséria da filosofia. Tradução: José Paulo Netto. São Paulo: Global, 1985. 225 p.

MATTOS, Meira. Relatório Meira Mattos, Revista Paz e Terra, Rio de Janeiro, n. 9, p. 199-241, 1969.

PRADO Jr., Caio. O marxismo de Louis Althusser. In: PRADO Jr., Caio. Estruturalismo de Levi-Strauss. Marxismo de Louis Althusser. São Paulo: Editora Brasiliense, 1971. p. 71-108.

TAVARES, Maria da Conceição. Auge e declínio do processo de substituição de importações no Brasil. In: TAVARES, Maria da Conceição. Da substituição de importações ao capitalismo financeiro. 6a ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1977. p. 29-124.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.