A universidade pública brasileira sob o paradigma da pós-modernidade

Autores

  • Alice Cristina Figueiredo Universidade Federal de Itajubá

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v13i49.8640324

Palavras-chave:

Pós-modernidade. Universidade pública. Ensino Superior

Resumo

Este artigo tem como objetivo compreender as principais transformações que vêm ocorrendo no plano econômico e social neste início do século XXI e que tem afetado diretamente a universidade pública brasileira, seja através da redução do investimento público, seja através da expansão de ensino, sob a capa da democratização, e que tem colocado novos desafios à universidade pública no Brasil. Discutir-se-á os significados dessas transformações que aqui serão denominadas de pós-modernidade e suas implicações para o ensino superior, e, a partir dessa, tentar-se-á realizar apontamentos para uma reavaliação do papel da universidade pública brasileira. O presente artigo foi elaborado a partir de uma pesquisa teórica, por meio da análise de autores que se debruçaram sobre a temática da pós-modernidade, assim como pela análise e problematização da legislação que normatiza o ensino superior no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Cristina Figueiredo, Universidade Federal de Itajubá

É licenciada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais e Especialista em Metodologia de Ensino na Educação Superior. Atualmente exerce o cargo de Técnica em Assuntos Educacionais na Universidade Federal de Itajubá - Campus Itabira.

Referências

BAUMAN, Z. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

BRASIL. Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

DAGNINO, E. (org.) Os anos 90: política e sociedade no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1996. 172p.

DEMO, P. Metodologia da Investigação em Educação. Curitiba: Ibpex, 2005.

GIDDENS, A. As conseqüências da modernidade. São Paulo: Editora Unesp, 1991.177p.

HARVEY, D. Condição pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1992. 348p.

LYOTARD, J. O pós-moderno. Rio de Janeiro: Editora José Olympio, 1979. 124p.

PEIXOTO, M. C. L; ARANHA, A. V. Universidade pública e inclusão social: Experiência e imaginação. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

SANTOS, B. S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, 1995. 348p.

SANTOS, B. S. A Universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da Universidade. São Paulo: Cortez, 2005.

SANTOS, B. S; FILHO, N. A. A Universidade no século XXI: para uma universidade nova. Coimbra: 2008.

SILVA S. P; GREZZANA, J. F. Pesquisa como princípio educativo. Curitiba: Editora Ibpex, 2009. 194p.

SOBRINHO, J. D. Dilemas da educação superior no mundo globalizado: sociedade do conhecimento ou economia do conhecimento? São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.258p

Downloads

Como Citar

FIGUEIREDO, A. C. A universidade pública brasileira sob o paradigma da pós-modernidade. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 49, p. 137–148, 2013. DOI: 10.20396/rho.v13i49.8640324. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640324. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos