Contratos de livros para o ensino da leitura e da escrita do programa do livro didático para o ensino fundamental – PLIDEF (1972)

Autores

  • Mônica Maciel Vahl Universidade Federal de Pelotas
  • Cícera Marcelina Vieira Universidade Federal de Pelotas
  • Eliane Peres Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v14i58.8640377

Palavras-chave:

Livros didáticos para o Ensino da Leitura e da Escrita. Programa do Livro Didático para o Ensino Fundamental. Instituto Nacional do Livro

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir a produção de livros didáticos para o ensino da leitura e da escrita editados através do Programa do Livro Didático para o Ensino Fundamental (PLIDEF) do Instituto Nacional do Livro no ano de 1972. Os dados foram coletados a partir de documentos oficiais como Leis, Decretos e Termos de Contrato. Os resultados da pesquisa indicam a realização de quarenta e dois contratos para a publicação de livros didáticos para o ensino da leitura e da escrita entre o Instituto Nacional do Livro e as editoras privadas. Os dados também evidenciam a presença de alguns ‘fenômenos editoriais’ como o material “Caminho Suave” de Branca Alves de Lima.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Maciel Vahl, Universidade Federal de Pelotas

Acadêmica do Curso de Mestrado em Educação na Universidade Federal de Pelotas. Bolsista CNPq.

Cícera Marcelina Vieira, Universidade Federal de Pelotas

Acadêmica do Curso de Mestrado em Educação na Universidade Federal de Pelotas.

Eliane Peres, Universidade Federal de Pelotas

Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas

Referências

BAER, Lorenzo. Produção gráfica. 6a edição. São Paulo: Senac-São Paulo, 2005.

BATISTA, Antônio Augusto Gomes. Um Objeto Variável e Instável: Textos, Impressos e Livros Didáticos. In: ABREU. Márcia (org.). Leitura, História e História da Leitura. Campinas: Mercado das Letras, 1999. p. 529-575.

BATISTA, Antônio Augusto Gomes. O conceito de “livros didáticos”. In: BATISTA, Antônio Augusto Gomes (org.). In: Livros escolares de leitura no Brasil: elementos para uma história. Campinas: Mercado das Letras, 2009. p. 41-73.

BITTENCOURT, Circe. Livro didático e saber escolar (1810-1910). Belo Horizonte: Autentica, 2008.

CALDAS, Elaine F. A trajetória dos Programas Oficiais de Leitura e da Biblioteca Pública no Brasil durante o período de 1937-2004. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação), Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2005.

CELLARD, André. A análise documental. In: POUPART, Jean e outros (orgs.). A pesquisa qualitativa: Enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2010.

CLARK, Jorge Uilson; NASCIMENTO, Manoel Nelito Matheus e SILVA, Romeu Adriano. A administração escolar no período do governo militar (1964-1984). Revista HISTEDBR On-line. Campinas, n. especial, p.124–139, ago. 2006.

CORSETTI, Berenice. A análise documental no contexto da metodologia qualitativa: uma abordagem a partir da experiência de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Educação da Unisinos. UNIrevista. São Leopoldo, vol. 1, n. 1, p. 32-46, janeiro 2006.

DEL PRIORE, Mary e VENANCIO, Renato. Uma breve história do Brasil. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2012.

FICO, Carlos. Versões e controvérsias sobre 1964 e a ditadura militar. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 24, n. 47, p. 29-60, 2004.

FILGUEIRAS, Juliana Miranda. Os processos de avaliação de livros didáticos no Brasil (1938-1984). Tese (Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.

FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva e MACIEL, Francisca Izabel Pereira. Fontes para a história da alfabetização e dos livros em Minas Gerais: os impressos e arquivo. In: FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva e MACIEL, Francisca Izabel Pereira. História da alfabetização: produção, difusão e circulação de livros (MG/RS/MT – Séc. XIX e XX). Belo Horizonte: UFMG/FaE, 2006. p. 35-62.

GORENDER, Jacob. Combate nas Trevas. A esquerda brasileira: das ilusões perdidas à luta armada. São Paulo: Ática, 1987.

HALLEWELL, Laurence. O livro no Brasil: sua história. São Paulo: EDUSP, 1985.

KRAFZIK, Maria Luiza. Acordo MEC/USAID – A Comissão do Livro Técnico e do Livro Didático – COLTED (1966-1971). Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

LAJOLO, Maria. Livro didático: um (quase) manual de usuário. Em Aberto. Brasília, ano 16, n. 69, p. 3-9, jan./mar. 1996.

MAGALHÃES, Justino. O manual escolar no quadro da história cultural: para uma historiografia do manual escolar em Portugal. Sísifo. Lisboa, n. 1, p. 5-14. Disponível em http://sisifo.fpce.ul.pt/pdfs/01-Justino.pdf, acesso em 15 de outubro de 2012.

OITICICA, Ricardo Beserra da Rosa. Instituto Nacional do Livro e as Ditaduras: Academia Brasílica dos Rejeitados. Tese (Doutorado em Letras), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1997.

OLIVEIRA, João Batista; GUIMARÃES, Sonia Dantas e BOMÉNY, Maria Bousquet. A política do livro didático. São Paulo: Sumus, 1984.

OTERO, Maria Mercedes Dias. Censura de Livros durante a Ditadura Militar: 1964-1978. Tese (Doutorado em História), Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.

PERES, Eliane e FACIN, Helenara. A produção didática da professora Nelly Cunha e suas contribuições para o ensino da leitura no Rio Grande do Sul (décadas de 1960-1980). In: SCHWARTZ, Cleonara; PERES, Eliane e FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva (orgs.). Estudos de história da alfabetização e da leitura na escola. Vitória: EDUFES, 2010. p. 137-170.

PIMENTEL, Alessandra. O método da análise documental: seu uso numa pesquisa historiográfica. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, n. 114, p. 179-195, novembro de 2001.

Downloads

Publicado

2015-01-29

Como Citar

VAHL, M. M.; VIEIRA, C. M.; PERES, E. Contratos de livros para o ensino da leitura e da escrita do programa do livro didático para o ensino fundamental – PLIDEF (1972). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 58, p. 44–57, 2015. DOI: 10.20396/rho.v14i58.8640377. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640377. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos