A educação infantil em Porto Velho/RO do Século XX: história e memória

Autores

  • Juracy Machado Pacífico Fundação Universidade Federal de Rondônia
  • Marco Antônio Oliveira Gomes Fundação Universidade Federal de Rondônia

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v14i58.8640381

Palavras-chave:

Educação Infantil. Escolarização. Rondônia

Resumo

O estudo objetiva construir um retrospecto histórico do atendimento à educação infantil no início da colonização do Estado de Rondônia, com recorte para o atendimento à Educação Infantil em Porto Velho/RO. Utiliza-se para isso de fontes bibliográficas, documentais e orais. Como fonte bibliográfica trabalha com pesquisas desenvolvidas sobre a povoação do Estado de Rondônia; como fonte documental apoia-se em informações disponíveis no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP); compuseram as fontes orais relatos de professoras que no período de 1965 a 1998 ocuparam funções na área técnico-pedagógica e docência na educação infantil no âmbito das secretarias municipal e estadual de educação. Os resultados apontam que o período anterior aos anos de 1990 foi marcado pela quase ausência quantitativa e qualitativa de atendimento formal às crianças menores de sete anos. No início dos anos de 1990 constatou-se a presença de iniciativas de ampliação do atendimento, mas no início do século XXI, em lugar de continuar com a política de ampliação ou, no mínimo, de manutenção, houve um retrocesso no atendimento em razão, principalmente, do novo modelo de financiamento do ensino fundamental instituído pelo FUNDEF, em 1996.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juracy Machado Pacífico, Fundação Universidade Federal de Rondônia

Professora do Departamento de Ciências da Educação da Fundação Universidade Federal de Rondônia, Campus Porto Velho.

Marco Antônio Oliveira Gomes, Fundação Universidade Federal de Rondônia

Professor do Departamento de Ciências da Educação e do Mestrado Acadêmico em Educação da Fundação Universidade Federal de Rondônia

Referências

BARRETO, A. M. R. F. A educação infantil no contexto das políticas públicas. Revista Brasileira de Educação. São Paulo: no 24, Set /Out /Nov /Dez, 2003, p. 53-65.

BRASIL. Congresso Nacional. Constituição Federal da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.Lei no 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Brasília, 23 de dezembro de 1996.

BRASIL.INEP. Censo Escolar. Disponível em: www.fgv.br/cps. Acesso em 05/11/2006.

BRASIL. IBGE. Biblioteca. Disponível em: www.Ibge.Gov.br. Acesso em: 22 de novembro de 2008.

BRASIL. IBGE. Contagem da População 2007. IBGE. Brasília: 2007. Disponível em: www.Ibge.Gov.br. Acesso em: 22 de novembro de 2008.

CAMPOS M. M. M.; COELHO, Rita de Cássia; CRUZ, Silvia H. Vieira. Consulta sobre qualidade da educação infantil: relatório técnico final. São Paulo: FCC/DPE, 2006.

CASTIEL, S. M. M. C. Raízes de Rondônia. Porto Velho: Centro Gráfico do Senado Federal, 1990.

DECCA, Edgar Salvadori de. Questões teórico-metodológicas da história. In SAVIANI, Demerval: LOMBARDI, José Claudinei: SANFELICE, José Luis (Orgs.). História e História da Educação. Campinas, SP: Autores Associados, 1998.

DIEGUES, A. C. (Org.). Desmatamento e modos de vida na Amazônia. São Paulo: NUPAUB, 1999.

GALEANO, E. As veias abertas da América Latina. 45. ed. Trad. Galeano de Freitas. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

GOMES, P. de A. A educação escolar no Território Federal do Guaporé (1943–1956). 2007. Mato Grosso: 148f.Dissertação (Mestrado) -Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2007.

HUGO, V. Desbravadores. Rio de Janeiro-RJ: Companhia Brasileira de Artes Gráficas, 1991. V. I e II.

KRAMER, S. A Política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. São Paulo: Cortez, 1992.

KUHLMANN Jr. Infância e Educação Infantil: uma abordagem histórica. Porto Alegre: Mediação, 1998.

LIMA, A. M. de. Achegas para a história da Educação no Estado de Rondônia. Secretaria Municipal de Educação e Cultura. Porto Velho: Gráfica da Prefeitura, 1987.

LIMA, A. M. de..Terras de Rondônia: aspectos físicos e humanos do Estado de Rondônia. 3. ed. Porto Velho: OFF-7 Editora Gráfica Ltda,1998.

MATIAS, F. Porto Velho no contexto de Rondônia. 2007. http://www.estadaodonorte.com.br/canal. Acesso em 29-08-2009.

MATIAS, Francisco. Pioneiros: Ocupação Humana e Trajetória Política de Rondônia. Porto Velho: Maia, 1998.

MEDEIROS, E. L. A Historia da Evolução Sócio-Política de Rondônia. Porto Velho: Rondoforms Editora e Gráfica Ltda, 2004.

MEIRELES, D. M. Populações indígenas e a ocupação de Rondônia. 1983. 141f. Monografia (Graduação) - Departamento de História, Fundação Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 1983.

PACÍFICO, J. M. Políticas públicas para a Educação Infantil em Porto Velho/RO (1999/2008). 2010. 358f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, SP, 2010.

RONDÔNIA. SEDUC. Diretrizes para a Educação Infantil: estrutura, organização e funcionamento. Porto Velho: SEDUC, 1997.

ROSEMBERG, F. Simpósio Educação Infantil: construindo o presente. Anais. Brasília: UNESCO, Brasil, 2003.

TAMBORIL, M. I. B. Aproveitamento escolar no ensino fundamental de Porto Velho-RO, 1990-1997. 2000. 160f. Dissertação. (Mestrado em Psicologia) - Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

TEIXEIRA, M. A. D.; FONSECA, D. R. da. História Regional: Rondônia. 2. ed. Porto Velho: Rondoniana, 1998.

Downloads

Publicado

2015-01-29

Como Citar

PACÍFICO, J. M.; GOMES, M. A. O. A educação infantil em Porto Velho/RO do Século XX: história e memória. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 58, p. 90–114, 2015. DOI: 10.20396/rho.v14i58.8640381. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640381. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)