O código disciplinar da didática da história nos manuais destinados à formação de professores

  • Ana Claudia Urban Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Didática da História. Formação de professores. Ensino de História

Resumo

O texto que segue apresenta argumentos que consideram a existência de um código disciplinar da Didática da História que foi constituído historicamente, agregou ideias sobre o que é ensinar e aprender, sugeriu regras e identificou conteúdos voltados à formação do professor. A intenção é apresentar elementos da natureza do código disciplinar da Didática da História presente particularmente nos manuais voltados à formação de professores. Os manuais, entendidos como “textos visíveis”, permitem comprovar que, historicamente, foi construída uma forma de pensar o ensino e a aprendizagem em História e, por certo, essa forma de pensar influenciou tanto a formação quanto a prática de professores. A partir de uma seleção prévia de manuais, foi investigado como a relação entre o ensinar e o aprender História foi pensado e construído, independentemente de sua nomenclatura. Buscou-se identificar as formas de pensar o ensino, a aprendizagem, as rotinas que envolvem a prática do professor. Os manuais foram tomados como fontes de investigação, primeiramente por entendê-los como “fontes visíveis” do código disciplinar da História, segundo a conceituação discutida pelo pesquisador Raimundo Cuesta Fernandez (1988).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Claudia Urban, Universidade Federal do Paraná

Doutora em Educação pela UFPR. Professora de Metodologia e Prática de Ensino de História do Departamento de Teoria e Prática de Ensino (DTPEN) – Setor de Educação (UFPR) e Pesquisadora da LAPEDUH (Laboratório de Pesquisa em Educação Histórica/UFPR).

Referências

ABREU, Martha e SOIHET, Rachel. (org.) Ensino de História: conceitos, temáticas e metodologia. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2003.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1997.

BRASIL, Ministério da Educação e Cultura. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais – 1o e 2o ciclos. História, Geografia. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CADES - Campanha de Aperfeiçoamento e Difusão do Ensino Secundário. Apostilas de Didática Especial de História. Ministério da Educação e Cultura – MEC. 1959.

CASTRO, Amélia Americano Franco Domingues de. Princípios do método no Ensino de História. 137 f. Tese (Doutorado em Didática Geral e Especial) Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1952.

CHERVEL, André. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação, Porto Alegre, n.2, 1990, p. 177-229.

CUESTA FERNANDEZ, Raimundo. Sociogénesis de una disciplina escolar: la Historia. Barcelona: Ediciones Pomares-Corredor, 1997.

CUESTA FERNANDEZ, Raimundo. Clío en las aulas – la enseñanza de la Historia en España entre reformas, ilusiones y rutinas. Madrid. Ediciones Akal, 1998.

FONSECA, Selva Guimarães. Caminhos da História ensinada. Campinas, SP: Papirus, 1993.

FREITAS, Itamar. A Pedagogia da História de Murilo Mendes (São Paulo 1935). In: Sæculum - Revista de História [11]; João Pessoa, ago./ dez. 2004. p. 162-175.

GUEDES, João Alfredo Libanio. Curso de Didática da História. Rio de Janeiro: J.Ozon Editor, 1963.

LEITE, Miriam Moreira. O ensino da História no primário e no ginásio. São Paulo: Editora Cultrix, 1969.

NADAI, Elza. O ensino de história no Brasil: trajetória e perspectiva. In: Revista Brasileira de História. São Paulo. V.13, no 26/26. set 92/ago/93. p.143-162.

OLIVEIRA, Margarida Maria Dias. O Direito ao Passado: uma discussão necessária à formação do profissional de História. Recife. 2003. 291 f. (Tese de Doutorado) Universidade Federal de Pernambuco.

PINSKY, Jaime (org.) O ensino de História e a criação do fato. São Paulo: Contexto, 1988.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. História com Pedagogia: a contribuição da obra de Jonathas Serrano na construção do código disciplinar da História no Brasil. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 24, no 48, p.189-211. 2004

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. Estado e construção do código disciplinar da Didática da História. In: Perspectiva, Florianópolis, v. 24, n. 2, jul./dez. 2006. p. 709-729.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora, e CAINELLI, Marlene. Ensinar História. São Paulo: Scipione, 2004, Coleção: Pensamento e Ação no Magistério.

SILVA, Marco A. (org.) Repensando a História. 2 ed. Associação Nacional dos Professores Universitários de História (ANPUH – Núcleo de São Paulo). São Paulo, Editora Marco Zero, 1982.

Publicado
2015-01-29
Como Citar
Urban, A. C. (2015). O código disciplinar da didática da história nos manuais destinados à formação de professores. Revista HISTEDBR On-Line, 14(58), 188-197. https://doi.org/10.20396/rho.v14i58.8640387
Seção
Artigos