Emmanuel Mounier e Paulo Freire: um estudo sobre a influência epistemológica do personalismo sobre o pensamento pedagógico de Paulo Freire

Autores

  • Henrique Klenk Unespar

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v14i58.8640391

Palavras-chave:

Personalismo. Alfabetização de adultos. Movimentos sociais católicos. Ação Católica

Resumo

Com o presente artigo, fruto de uma pesquisa realizada no âmbito do PPGE-PUCPR, pretendemos sinalizar, a partir de pesquisa bibliográfica, com base na hermenêutica como metodologia, o fato de que o Personalismo de Mounier, em particular aquele que aparece nas obras Revolução personalista e comunitária e O personalismo, esteve presente nas ideias pedagógicas de Paulo Freire e que elas se refletiram nas suas categorias epistemológicas e na elaboração de seu método de alfabetização de adultos. Para isto, propomo-nos demonstrar como o personalismo entra no ideário brasileiro, sobretudo, por meio dos movimentos sociais católicos ligados à Ação Católica. Nossa intenção é mostrar que Freire teve dois tipos de influência do personalismo em sua obra: a primeira se deu pelo fato de ele ter estado em contato com os movimentos sociais católicos e bebido indiretamente das idéias de Mounier. A segunda pela leitura direta feita por Freire das obras do Personalista francês. Em seguida, analisaremos a presença do pensamento personalista presente na obra Educação e Atualidade Brasileira, livro que representa a primeira sistematização teórica feita por Paulo Freire antes do período em que foi exilado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Klenk, Unespar

Possui graduação em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Catolica do Paraná (2009) com estágio em Mobilité à l'université de Fribourg - Université de Fribourg - Suisse (2008), Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Catolica do Paraná (2012) e Doutorado em Educação, em andamento, pela mesma instituição. Atualmente é professor de Fundamentos da Educação - Unespar - Campus FAFIPAR. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Fundamentos da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, instrução pública, organização da escola e educação; política educacional; intelectuais católicos; história e filosofia da Educação

Referências

BEISIEGEL,Celso de Rui. Política e educação popular. São Paulo: Ática, 1989.

FRANCO, Fausto. El hombre: construcción progresiva. La tarea educativa de Paulo Freire. Madrid: Marsiega, 1973.

FREIRE, Paulo. Educação como pratica da liberdade. 9 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

FREIRE, Paulo. Educação e atualidade brasileira. São Paulo: Cortez, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1996.

GADOTTI, Moacir. Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez, 1996.

GERHARDT, Heinz-Peter. Uma voz européia: Arqueologia de um pensamento. In: GADOTTI, Moacir. Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez, 1996.

GRAMSCI, Antônio. Cadernos do cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000-2001.

GRAMSCI, Antônio. Os intelectuais e a organização da cultura. 2 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

LACROIX, Jean. Mounier Educateur. Esprit, n. 12, 1950.

LORENZON, Alino. Atualidade do pensamento de Emmanuel Mounier. Ijuí: Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, 1996.

MOIX, Candide. O pensamento de Emmanuel Mounier. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968.

MOUNIER, Emmanuel. O Personalismo. Lisboa: Moraes, 1970.

MOUNIER, Emmanuel. Manifeste au service du personnalisme. Paris : Du Seuil, 1961 et février 2003b. (version numérique)

MOUNIER, Emmanuel. Révolution personnaliste et communautaire. Paris : Du Seuil, 1961 et février 2003a. (version numérique)

PAIVA, Vanilda Pereira. Paulo Freire e o nacionalismo-desenvolvimentista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

ROMÃO, José Eustáquio. Contextualiação: Paulo Freire e o Pacto Populista. In: FREIRE, Paulo. Educação e atualidade brasileira. São Paulo: Cortez, 2001.

ROSAS, Paulo. Depoimento I Recife – Cultura e Participação (1950-1964). In: FREIRE, Paulo. Educação e atualidade brasileira. São Paulo: Cortez, 2001.

RUEDELL, Aloisio. Lições políticas para a América Latina. Canoas, RS: La Salle, 1985.

SAVIANI, Dermeval. História das idéias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados. 2008.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. A História das idéias de Paulo Freire e a atual crise de paradigmas. João Pessoa: Ed. Universitária / UFPB, 1999.

WANDERLEY, Luiz Eduardo W. Educar para transformar: educação popular, Igreja Católica e política no movimento de educação de base. Petrópolis, RJ: Vozes, 1984.

Downloads

Como Citar

KLENK, H. Emmanuel Mounier e Paulo Freire: um estudo sobre a influência epistemológica do personalismo sobre o pensamento pedagógico de Paulo Freire. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 58, p. 244–256, 2015. DOI: 10.20396/rho.v14i58.8640391. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640391. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos