Banner Portal
Pedagogia libertária: um olhar histórico sobre os limites e possibilidades de sua implementação na escola pública brasileira
PDF

Palavras-chave

Pedagogia Libertária. Escola Pública. História da Educação

Como Citar

CHERUBINI, Cristina Barbosa. Pedagogia libertária: um olhar histórico sobre os limites e possibilidades de sua implementação na escola pública brasileira. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 57, p. 115–128, 2014. DOI: 10.20396/rho.v14i57.8640407. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640407. Acesso em: 20 maio. 2024.

Resumo

Trata-se de resultados parciais nos estudos e pesquisas que estamos desenvolvendo no TCC – Trabalho de Conclusão de Curso, no curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel. Discutimos a pedagogia libertária como possibilidade e proposta educativa nas escolas públicas, considerada como referencial importante para discutir e repensar a educação brasileira, especialmente a escola publica. Temos como objetivo compreender as possibilidades e limites para a implementação da Pedagogia Libertária na escola pública brasileira. Por isso abstraímos as contribuições no que diz respeito à educação, organização social e escolar para podermos fundamentar o trabalho, especialmente em Tragtenberg (1982), Gallo (1990) e Luizetto (1981). Entendemos que ao discutirmos sobre possibilidades e desafios para a educação brasileira, estamos sendo até certo ponto utópicos, mas no estado em que a educação brasileira se encontrada se faz urgente tal debate. Talvez tenhamos que discutir mais aos limites que possibilidades, considerando a sociedade de classes em que vivemos.

https://doi.org/10.20396/rho.v14i57.8640407
PDF

Referências

BELLO, Ayres Rui. Pequena história da educação. Coleção Pedagógica, 1978.

GALLO, Sílvio D. de Oliveira. Educação Anarquista: por uma pedagogia do risco. Dissertação de Mestrado Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1990.

LIBÂNEO, José Carlos. Democratização da escola pública: a pedagogia crítica-social dos conteúdos. 8. São Paulo: Loyola, 1989.

LUIZETTO, Flávio. Utopias anarquistas. SP: Brasiliense, 1983.

LUIZETTO, Flávio. Cultura e Educação Libertária no Brasil no início do século XX. In: Educação & Sociedade, UNICAMP, Campinas: São Paulo, ano IV, nº 12 setembro de 1982.

LUIZETTO, Flávio. O movimento Anarquista em São Paulo: a experiência da escola moderna. nº 1 (1912-1919). In: Educação & Sociedade, UNICAMP, Campinas: São Paulo, ano VIII, nº 24 agosto de 1986

PLATÃO. A República. Tradução de CORVISIERE, Enrico. São Paulo: Nova Cultura Ltda., 1997.

RODRIGUES, Edgar. Os libertários: idéias e experiências anarquistas. Petrópolis: Vozes, 1988.

TRAGTEMBERG, Maurício. Sobre educação, política e sindicalismo. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1982.

MARTINS, Ângela Maria Souza. A Educação libertária na primeira república. Núcleo de Estudos em Educação Brasileira- NEB-UNIRIO.

KASSICK, Clovis Nicanor. Pedagogia Libertária na História da Educação Brasileira. Revista HISTEDBR. Revista Margem Esquerda Online. Pedagogia Libertária e Pedagogia Crítica. Antônio Ozaí da Silva.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.