Seis de julho: a greve dos petroleiros de 1983 contra o governo figueiredo e o fundo monetário internacional

Autores

  • Carlos Lucena UFU
  • Lurdes Lucena UFU
  • Fabiane Santana Previtali UFU
  • Robson Luiz de França UFU
  • Adriana Omena UFU

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v14i56.8640446

Palavras-chave:

Petroleiros. Ditadura Militar. Fundo Monetário Internacional. Teoria do Valor

Resumo

Este artigo analisa a greve dos petroleiros de 1983 contra o Fundo Monetário Internacional. Demonstra a existência de um processo de crise internacional do capitalismo e seus impactos nos países centrais e periféricos. Trabalha a tese que a greve atentou contra processos internacionais acumulativos do capital em sua forma financeira que marcaram uma fase embrionária da instauração do neoliberalismo no Brasil. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Lucena, UFU

Pós-doutorado em Educação Ufscar. Doutor em Filosofia a História da Educação Unicamp. Professor do PPGED e do PPGEC /Faced/UFU. Membro da Linha de Pesquisa Trabalho Sociedade e Educação. Bolsista de Produtividade 2 do CNPQ.

Lurdes Lucena, UFU

Doutora em Educação pela UFU. Professora da Esamc e da Unipac Uberlândia.

Fabiane Santana Previtali, UFU

Doutora em Sociologia Unicamp. Professora do PPGED/Faced/UFU. Membro da Linha de Pesquisa Trabalho Sociedade e Educação. Pesquisadora Fapemig.

Robson Luiz de França, UFU

Doutor em Educação Unesp. Professor do PPGED e do PPGEC /Faced/UFU. Membro da Linha de Pesquisa Trabalho Sociedade e Educação. Pesquisador CNPQ.

Adriana Omena, UFU

Doutora em Comunicação USP. Professora do PPGED e do PPGEC /Faced/UFU. Membro da Linha de Pesquisa Trabalho Sociedade e Educação. Pesquisador CNPQ.

Referências

BRANT, Vinícius Caldeira, Paulínia: Petróleo e Política. S.P: Cebrap, 1990.

CARCANHOLO, R. A. O trabalho produtivo na teoria marxista. COMPLETAR CHOCIAY, Henrique; Neves, Lafaiete Santos. O conceito de juros em Marx e Keynes e sua influência sobre os modelos de crises financeiras. In Contribuciones a la Economía" http://www.eumed.net/ce/2009a/csn.htm.

LUCENA, Carlos. Aprendendo na luta: a história do sindicato dos petroleiros de Campinas e Paulínia. SP: Publisher Brasil, 1997.

LUCENA, Carlos. Marxismo, crise do capitalismo monopolista e qualificação dos trabalhadores. In Lombardi, J.C. e Saviani, D. Marxismo e Educação: debates contemporâneos. Campinas, Autores Associados, 2005.

LUCENA, Carlos. Tempos de destruição: educação, trabalho e indústria do petróleo no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, MG: Edufu, 2004.

LUCENA, Carlos. Os tempos modernos do capitalismo monopolista: um estudo sobre a Petrobrás e a (des) qualificação profissional dos seus trabalhadores.Tese de doutorado, Faculdade de Educação : Unicamp, 2001.

MARX, Karl. As Lutas de Classes na França (1848-1850). São Paulo: Global, 1986.

MARX, Karl. ”La Cuestión Judía”, in: Escritos de Juventud. México: Fondo de Cultura Económica, 1987.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos e Outros Textos Escolhidos. Seleção de textos realizados por José Arthur Giannotti; Traduções conduzidas por José Carlos Bruni (et al.). 2a edição, São Paulo: Abril Cultural, 1978.

MARX, Karl. El Capital. Buenos Aires: Signos, 1971.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R.Kothe. V.I. T.II São Paulo: Abril Cultural, 1983a. (Os Economistas).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R.Kothe. v.II. São Paulo: Abril Cultural, 1983b. (Os Economistas).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R.Kothe. v.III. São Paulo: Abril Cultural, 1983c. (Os Economistas).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R. Kothe. v.III. t.II. São Paulo: Abril Cultural, 1983d. (Os Economistas).

MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. São Paulo: Paz e Terra, 1997

MARX, Karl. Para a Crítica da Economia Política , Salário Preço e Lucro e o rendimento e suas Fontes. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

MARX, Karl, Engels, Friedrich. Obras escolhidas I, II e III. São Paulo: EditoraAlfa-Omega, 1983.

MARX, Karl, Engels, Friedrich. La Ideologia Alemana. Montevideo: Grijalbo, 1974. O governo Figueiredo: o fim do desenvolvimentismo “à brasileira http://www.centrocelsofurtado.org.br/arquivos/image/201109011001560.MD4_0_179.pdf acesso dia 12/05/2013 15 horas

SILVA, Antonio Ozai da, História das Tendências no Brasil. S.P: Ed. Editorial, 2a ed. s/d

Downloads

Como Citar

LUCENA, C.; LUCENA, L.; PREVITALI, F. S.; FRANÇA, R. L. de; OMENA, A. Seis de julho: a greve dos petroleiros de 1983 contra o governo figueiredo e o fundo monetário internacional. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 56, p. 234–251, 2014. DOI: 10.20396/rho.v14i56.8640446. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640446. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>