Banner Portal
Seis de julho: a greve dos petroleiros de 1983 contra o governo figueiredo e o fundo monetário internacional
PDF

Palavras-chave

Petroleiros. Ditadura Militar. Fundo Monetário Internacional. Teoria do Valor

Como Citar

LUCENA, C.; LUCENA, L.; PREVITALI, F. S.; FRANÇA, R. L. de; OMENA, A. Seis de julho: a greve dos petroleiros de 1983 contra o governo figueiredo e o fundo monetário internacional. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 56, p. 234–251, 2014. DOI: 10.20396/rho.v14i56.8640446. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640446. Acesso em: 1 mar. 2024.

Resumo

Este artigo analisa a greve dos petroleiros de 1983 contra o Fundo Monetário Internacional. Demonstra a existência de um processo de crise internacional do capitalismo e seus impactos nos países centrais e periféricos. Trabalha a tese que a greve atentou contra processos internacionais acumulativos do capital em sua forma financeira que marcaram uma fase embrionária da instauração do neoliberalismo no Brasil. 

https://doi.org/10.20396/rho.v14i56.8640446
PDF

Referências

BRANT, Vinícius Caldeira, Paulínia: Petróleo e Política. S.P: Cebrap, 1990.

CARCANHOLO, R. A. O trabalho produtivo na teoria marxista. COMPLETAR CHOCIAY, Henrique; Neves, Lafaiete Santos. O conceito de juros em Marx e Keynes e sua influência sobre os modelos de crises financeiras. In Contribuciones a la Economía" http://www.eumed.net/ce/2009a/csn.htm.

LUCENA, Carlos. Aprendendo na luta: a história do sindicato dos petroleiros de Campinas e Paulínia. SP: Publisher Brasil, 1997.

LUCENA, Carlos. Marxismo, crise do capitalismo monopolista e qualificação dos trabalhadores. In Lombardi, J.C. e Saviani, D. Marxismo e Educação: debates contemporâneos. Campinas, Autores Associados, 2005.

LUCENA, Carlos. Tempos de destruição: educação, trabalho e indústria do petróleo no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, MG: Edufu, 2004.

LUCENA, Carlos. Os tempos modernos do capitalismo monopolista: um estudo sobre a Petrobrás e a (des) qualificação profissional dos seus trabalhadores.Tese de doutorado, Faculdade de Educação : Unicamp, 2001.

MARX, Karl. As Lutas de Classes na França (1848-1850). São Paulo: Global, 1986.

MARX, Karl. ”La Cuestión Judía”, in: Escritos de Juventud. México: Fondo de Cultura Económica, 1987.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos e Outros Textos Escolhidos. Seleção de textos realizados por José Arthur Giannotti; Traduções conduzidas por José Carlos Bruni (et al.). 2a edição, São Paulo: Abril Cultural, 1978.

MARX, Karl. El Capital. Buenos Aires: Signos, 1971.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R.Kothe. V.I. T.II São Paulo: Abril Cultural, 1983a. (Os Economistas).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R.Kothe. v.II. São Paulo: Abril Cultural, 1983b. (Os Economistas).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R.Kothe. v.III. São Paulo: Abril Cultural, 1983c. (Os Economistas).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Régis Barbosa e Flávio R. Kothe. v.III. t.II. São Paulo: Abril Cultural, 1983d. (Os Economistas).

MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. São Paulo: Paz e Terra, 1997

MARX, Karl. Para a Crítica da Economia Política , Salário Preço e Lucro e o rendimento e suas Fontes. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

MARX, Karl, Engels, Friedrich. Obras escolhidas I, II e III. São Paulo: EditoraAlfa-Omega, 1983.

MARX, Karl, Engels, Friedrich. La Ideologia Alemana. Montevideo: Grijalbo, 1974. O governo Figueiredo: o fim do desenvolvimentismo “à brasileira http://www.centrocelsofurtado.org.br/arquivos/image/201109011001560.MD4_0_179.pdf acesso dia 12/05/2013 15 horas

SILVA, Antonio Ozai da, História das Tendências no Brasil. S.P: Ed. Editorial, 2a ed. s/d

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.