Grupo Padre Luiz Gonzaga - Bragança-PA: arquivos, método e fontes da história da educação da Amazônia, no século XX

Autores

  • Maria José Aviz do Rosário Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Clarice Nascimento de Melo Universidade Federal do Pará - UFPA

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v15i62.8640491

Palavras-chave:

Instituições Escolares. Fontes Históricas. Grupo Escolar Padre Luiz Gonzaga

Resumo

O trabalho objetiva apresentar análise das primeiras fontes históricas sobre o Grupo Escolar Padre Luiz Gonzaga, de Bragança - PA. Pautou - se em dois propósitos, recuperação e disponibilização da história e memória dessa instituição escolar, de formação do povo bragantino, no Século XX e contribuição ao registro de fontes históricas das instituições escolares da Região Amazônica. A metodologia constituiu-se do levantamento e análise de fontes históricas documentais, orais e iconográficas. Na análise procurou - se discutir o conceito e a importância de método do trabalho com fontes históricas, articulando o conhecimento mais geral sobre a formação educacional paraense e brasileira, fazendo-se aproximações de como foram forjadas as propostas educacionais no contexto bragantino por meio do grupo. A primeira etapa dedicou-se aos documentos escritos, Projeto Político Pedagógico e cadernetas escolares e a iconografia composta de retratos com os quais pode – se compor as primeiras cenas da educação do grupo. Em seguida ouviu-se a segunda diretora, a segunda secretária e as professoras da primeira geração e segunda geração. A análise aponta o grupo como instrumento de articulação da proposta de expansão da educação primária nos anos de 1960, já que sua criação, em 1962, atendia a reivindicação da nova população da cidade, composta de agricultores e pescadores dos campos, das praias e colônias que empurrados para os arrabaldes da cidade, exigiam do poder público, escola para seus filhos. A escola também era tida como modelo pedagógico em que prevaleciam o respeito e a disciplina; o amor à pátria incutido pelo cântico do Hino Nacional; a preocupação em não deixar criança sem estudar, por meio do famoso “jeito”; a influência da igreja católica; pela catequese de responsabilidade da paróquia, cujo ápice era realização da primeira comunhão; a distribuição de merenda escolar, inicialmente proveniente das Cáritas Brasileira e mais tarde por doações de pessoas do bairro e; a indumentária das professoras, blusa branca e saia preta, professoras do Padre Luiz, orgulhosas da profissão’. A análise permite afirmar, os arquivos e fontes, apontam no grupo, vestígios de uma educação que acompanhou as mudanças ocorridas na sociedade brasileira e bragantina, às vezes sem se dar conta, ‘passamos do ensino velho (lei 4.024/61) para o ensino novo (lei 5.692/72), sem muitos traumas, foi tudo normal, como mandava a SEDUC’ e o retrato de uma das instituições escolares, do Século XX, mais importantes de formação, do povo bragantino, paraense e, por conseguinte, da Amazônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria José Aviz do Rosário, Universidade Federal do Pará - UFPA

Professora do instituto de Ciências da Educação - UFPA

Clarice Nascimento de Melo, Universidade Federal do Pará - UFPA

Professora Adjunta da Universidade Federal do Pará

Referências

BITTENCOURT, Ana Pamira. A Pesquisa e a Preservação de Arquivos e Fontes para a Educação, Cultura e Memória. São Paulo – Campinas: Editora Alínea e Átomo, 2009

CHAGAS, Mário de Souza e NASCIMENTO JUNIOR, José do(organizadores).Subsídios para a criação de Museus Municipais Rio de Janeiro, RJ: Ministério da Cultura/Instituto Brasileiro de Museus e Centros Culturais/Departamentode Processos Museais, 2009. 40p.ISBN 978-85-7334-125-6

CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DA História CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA – CPDOC. Guia brasileiro de fontes para a história da África, da escravidão negra e do negro na sociedade atual. Fundação Getúlio Vargas

CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DA História CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA – CPDOC. Guiade acervos bibliográficos e arquivistas de ex-presidentes da República. Fundação Getúlio Vargas

BÓRIS, Fausto. História do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2002

FABIANO, Luiz Hermenegildo. MELO, Joaquim José Pereira. Fontes e métodos em História da Educação. Dourado, MS: Ed. UFGO, 2010. 350p.

HISTEDBR. Cartografia das fontes documentais para a história da Educação Maranhense no período imperial. HISTEDBR - Maranhão

LE GOFF.J. História e Memória. Campinas São Paulo: Ed. UNICAMP, 1992.

MAGALHÃES, Lívia Diana R. Museu pedagógico:o professor de catalogação das fontes documentais e escolares em Vitória da Conquista. http://www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/artigos_frames/artigo_058.html. Acesso em 8/04/11, às 10:00h.

MARX, Karl. Teses sobre Feuerbach, 1845. Disponivel em https://www.marxists.org/portugues/marx/1845/tesfeuer.htm. Acesso em 30 abril, às 1434h.

NUNES, Clarice. Guia preliminar de fontes para a história da educação. Brasília: INEP, 1992.

RODRIGUES, Dário Benedito. Escola Monsenhor Mâncio Ribeiro: um aniversário para comemorar? http://profdariobenedito.blogspot.com.br/2010/02/escola-estadual-monsenhor-mancio.html.

ROSÁRIO, Maria José Aviz.A organização da educação no Município de Belém – PA, de 1937 a 1945. Piracicaba-SP: Dissertação (D). Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, 1998.

ROSÁRIO, Maria José Aviz. O PCB E A ORGANIZAÇÃO DO ENSINO PÚBLICO PRIMÁRIO DE BELÉM DO PARÁ (1945 a 1964). São Carlos - SP, Tese (T). Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR, 2006

SAMARA, Eni de Mesquita. História, documento e metodologia de pesquisa. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

SANFELICE. José Luis.História, instituições escolares e gestores educacionais. Revista HISTEDBR – On line. Número especial. Agosto de 2006. http://www.histedbr.fae.unicamp.br/revista/edicoes/22e/rev22e.html. Acesso em 21/12/12, às 20:49.

SAVIANI, Dermeval. O local e o nacional na historiografia da educação brasileira. São Paulo – Campinas: Editora Alínea, 2008.

SAVIANI, Dermeval. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação v. 14 n. 40 jan./abr. 2009. http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v14n40/v14n40a12.pdf. Acesso em 27/02/15, às 13:47h.

TANURI, Leonor Maria. História da formação de professores. Universidade Estadual de São Paulo, 2000. No 14. http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n14/n14a05. Acesso em 27/01/15, às 16:16h.

THOPSON, Paul. A voz do passado: história oral. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992

VILLA, Marco Antonio. Jango: um perfil (1945 – 2004). São Paulo: Globo, 2004

Downloads

Como Citar

ROSÁRIO, M. J. A. do; MELO, C. N. de. Grupo Padre Luiz Gonzaga - Bragança-PA: arquivos, método e fontes da história da educação da Amazônia, no século XX. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 62, p. 18–31, 2015. DOI: 10.20396/rho.v15i62.8640491. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640491. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>