A paideia humana à luz da teoria platônica da educação

Autores

  • Dennys Garcia Xavier Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  • Karla Cristina Walter Universidade de Coimbra (UC)

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v15i61.8640522

Palavras-chave:

Educação. Paideia. Ciência. Técnica. Saberes

Resumo

Aqui se busca uma reconstrução histórico-teorética do curriculum formativo-educacional do homem, tal como traçado por Platão em sua obra República. Tal tarefa se impõe ao estudioso moderno na medida em que a atemporalidade da reflexão platônica – ancorada num debate formativo que permeou todo o mundo grego-clássico – se configura num ponto irrenunciável da vexata quaestio instalada ainda hoje no seio das pesquisas vinculadas à paideia (formação) humana. Com base em leitura analítica do corpus literário do filósofo, tentou-se reconstruir as partes constitutivas daquele curriculum, insistindo no que, para ele, era tese fundamental: o caráter “conversor” dos saberes evocados, cuja natureza deve portar, a um só tempo, ciência (episteme) e poder (dynamis), numa estrutura bipolar que deve tirar o homem das sombras da aparência e elevá-lo a um saber de tipo estável e universal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dennys Garcia Xavier, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

- Doutor em Storia della Filosofia, Università degli Studi di Macerata (Itália/CAPES);- Pós-doutorando em Filosofia (UnB/Univ. de Coimbra) - CAPES;- Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Platonistas (SBP)- Diretor-acadêmico do Núcleo de Estudos em Filosofia Antiga e Humanidades (NEFAH-UFU);- Professor de Filosofia Antiga da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Karla Cristina Walter, Universidade de Coimbra (UC)

- Mestranda em Educação pela Universidade de Coimbra (UC-Portugal). - Coordenadora e Professora do Curso de Enfermagem da Universidade Presidente Antônio Carlos - Membro do Núcleo de Estudos em Filosofia Antiga e Humanidades (NEFAH), da Universidade Federal de Uberlandia (UFU).

Referências

CATTANEI, E. “Le matematiche al tempo di Platone e la loro riforma”. In. VEGETTI, M. Platone: La Repubblica, V, Libri VI-VII. Napoli: Bibliopolis, 2003, pp. 473-540.

CORNFORD, F. M. Plato’s Theory of Knowledge. London: Routledge, 1935.

MIGLIORI, M. L’uomo fra piacere, intelligenza e Bene. Commentario storico-filosofico al “Filebo” di Platone. Milano: Vita e Pensiero, 1998.

PERINE, M. “Estudos platônicos: leituras entre o escrito e o não escrito”. In. PERINE, M. (org.). Estudos Platônicos. São Paulo: Edições Loyola, 2009.

PLATO. The Theaetetus of Plato. Tradução feita por M. J. Levett [ed. original 1928], revista com introdução de Myles Burnyeat. Indianapolis/Cambridge, 1990.

PLATONE. Platonis Opera. A cura di J. Burnet. Oxford, 1892-1906 (com várias edições).

PLATONE. Tutti gli scritti. A cura di Giovanni Reale. Milano: Bompiani, 2000.

REALE, G. Per una nuova interpretazione di Platone: rilettura della metafisica dei grandi dialoghi alla luce dele “Dottrine non scritte”. Milano: Vita e Pensiero, 1991.

SZLEZÁK, Th. La Reppublica di Platone: I libri centrali. Brescia: Morcelliana, 2003.

XAVIER, D. G. “A República de Platão e as operações henológicas da Idéia de Bem”. In: Síntese: Revista de Filosofia, no 34/ 109 (2007), pp. 247-60.

XAVIER, D.G. “Para uma metafísica platônica à luz da ‘tradição indireta’ ”. In: Hypnos, no 15 (2005), pp. 117-28.

Downloads

Publicado

2015-07-21

Como Citar

XAVIER, D. G.; WALTER, K. C. A paideia humana à luz da teoria platônica da educação. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 61, p. 192–201, 2015. DOI: 10.20396/rho.v15i61.8640522. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640522. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos