Educação integral: notas sobre Charles Fourier, Saint Simon e Pierre-Joseph Proudhon

  • José Damiro Moraes Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
Palavras-chave: Educação Integral. Educação e Trabalho. Anarquismo

Resumo

Este artigo procura contribuir para as discussões em torno do conceito histórico de educação integral, tendo em vista que existem algumas lacunas em torno desse tema. Aqui iremos abordar os conceitos de educação integral no pensamento dos intelectuais: Claude-Henri de Rouvroy ou Conde de Saint-Simon (1760-1825), François Marie Charles Fourier (1772-1837) e Pierre-Joseph Proudhon (1809-1865). A pesquisa utiliza as obras dos autores escritas/publicadas no século XIX. A metodologia procura entender a produção intelectual de maneira dialética e dentro do contexto histórico em que foi produzida. Indicamos como conclusões que Proudhon, Saint-Simon e Charles Fourier, consideravam no processo educacional que a parte literária estaria diretamente vinculada com a científica, unindo teoria e prática. Podemos aventar que as contribuições desses pensadores foram importante nas reflexões educacionais e na defesa de uma educação comprometida com a transformação social presente no pensamento socialista e no movimento operário do século XIX e XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Damiro Moraes, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

Departamento de Fundamento da Educação DFE

História da Educação

Referências

BARROS, José D’Assunção. Os Falanstérios e a crítica da sociedade industrial: revisitando Charles Fourier. In: Mediações, Londrina, v. 16, n.1, p. 239-255, Jan./Jun. 2011.

CODELLO, Francesco. “A boa educação”: experiências libertárias e teorias anarquistas na Europa, de Godwin a Neill. Vol. 1: a teoria. Trad. Silena Cardoso. São Paulo: Imaginário: Ícone, 2007.

CUNHA, Luiz Antonio. Sociedade, Estado e educação: notas sobre Rousseau, Bonald e Saint-Simon. In.: Revista Brasileira de Educação; Rio de Janeiro: Jan/Fev/Mar/Abr 1996 No 1

DOMMANGET, Maurice. Os grandes socialistas e a educação; de Platão a Lenin. Portugal, Braga: Publicações Europa-América, 1974.

FOURIER, Charles. Charles Fourier, Le nouveau monde industriel et sociétaire (1829), sections I, II et III. In: http://classiques.uqac.ca/classiques/fourier_charles/nouveau_monde/fourier_nouveau_monde_1.pdf [Acesso em 15/01/2015].

FOURIER, Charles. El Falansterio. 2a ed. Cibernética. Captura y diseño, Chantal López y Omar Cortés. 2006. In: http://www.antorcha.net/biblioteca_virtual/filosofia/falansterio/caratula.html [acesso em 15/01/2015].

FOURIER, Charles. Ouvre Complète. Tomo Troisième. Paris, Publiee pour la Sociètè pour la propagation et pour la réalization pour la théorie de Fourier, 1841. In: gallica.bnf.fr / Bibliothèque Nationale de France.

GALLO, Ivone. Utopia e Socialismo. Revista Morus – Utopia e Renascimento. Campinas, SP, no 6, p. 245-253. In: http://www.revistamorus.com.br/index.php/morus/article/download/83/68. [acesso em 15/01/2015]

GALLO, Silvio. Pedagogia Libertária: Anarquistas, anarquismos e educação. SP: Imaginário; Editora da Universidade Federal do Amazonas, 2007.

GALLO, Silvio. Anarquismo: uma introdução filosófica e política. RJ: Achiamé, 2000.

GARCIA MORIYÓN, Felix. Del socialismo utópico al anarquismo. 1a ed. La Plata: Terramar, Buenos Aires, 2008.

GIROUD, Gabriel. Cempuis: Éducation intégrale – coéducation des sexes, d'après les documents officiels et les publications de l'établissement. Bibliothèque Internationale des Sciences Sociologiques. Paris: Librarie C. Reinwald; Scheleicher frères, editeurs, 1900.

GUILLAUME, Jaime. L'internationale: documents et souvenir (1864-1878). Tome I et II. Paris: Sociètè Nouvelle de Librairie et d'edition; Livrarie George Bellais, 1905. In: http://www.archive.org/details/linternationaled01guiluoft [Acesso em 05/01/2015]

KONDER, Leandro. Fourier, o socialismo do prazer. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1998.

KROPOTKIN, Peter A. A Questão Social. O humanismo libertário em face da ciência. RJ: Cooperativa Editora Mundo Livre, 1950?.

LE GOFF, Jacques. História e memória. tradução Bernardo Leitão ... [et al.]. 5aed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2003.

NETTLAU, Max. História da anarquia: das origens ao anarco-comunismo. Frank Mintz (org. e intro). Trad. Plinio Augusto Coêlho. SP: Hedra, 2008.

PROUDHON, Pierre-Joseph. De la creation de l’odre ou Príncipes d’organisation politique. Paris: Librairie des sciences politiques et sociales Marcel Riviére, 1927. In: gallica.bnf.fr / Bibliothèque Nationale de France.

PROUDHON, Pierre-Joseph. O que é a Propriedade? Trad. Gilson Cesar Cardoso de Souza. São Paulo: Matins Fontes, 1988.

PROUDHON, Pierre-Joseph. De la capacité politique des classes ouvrières. Nouvelle édition par Gustave Chaudey. Paris: Edité par E. Dentu, Libraire-Editeur, 1865. In: gallica.bnf.fr / Bibliothèque Nationale de France.

REZENDE, Paulo; PASSETI, Edson. (org) Pierre-Joseph Proudhon. São Paulo: Editora Ática, 1986.

ROBIN, Paul. Manifiesto a los partidarios de la educacion integral; um antecedente de la Escuela Moderna. Barcelona: Calamus Scriptorius, 1981.

SAINT-SIMON, Claude-Henri de. Quelques idées soumises par M. de Saint-Simon à l'Assemblée générale de la Société d'instruction primaire. Paris, imprimerie Cellot (brochure de 14 pages in-8°, s/d), 1816. In.: gallica.bnf.fr / Bibliothèque Nationale de France.

TOMASSI, Tina. Breviario del pensamiento educativo libertario. 2a ed. Cali, Colombia: Asociacion Artistica “La Cuchilla”, 1988.

Publicado
2015-11-23
Como Citar
Moraes, J. D. (2015). Educação integral: notas sobre Charles Fourier, Saint Simon e Pierre-Joseph Proudhon. Revista HISTEDBR On-Line, 15(64), 191-200. https://doi.org/10.20396/rho.v15i64.8641936
Seção
Artigos