As pessoas com deficiência no contexto da educação escolar brasileira

Autores

  • Roseane Rabelo Souza Farias UFPA
  • Thais Andrea Carvalho de Figueirêdo Lopes UFMA

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v15i65.8642707

Palavras-chave:

Direito à Educação. Pessoas com Deficiência. Políticas Educacionais

Resumo

As políticas educacionais brasileiras, em especial as que tem atenção às pessoas com deficiência, tem motivado uma série de pesquisas e estudos acadêmicos. O presente artigo analisa os principais condicionantes históricos e políticos da educação para essas pessoas, tendo como eixo a contextualização da educação como um direito que leva à formulação e à implementação de políticas públicas que não tem atingido a todos. Mostra-se que o direito à educação tem sido negado a uma parte significativa da população brasileira, incluindo as pessoas com deficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roseane Rabelo Souza Farias, UFPA

Professora da Universidade Federal do Pará. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. E-mail:  roseanerabelo@yahoo.com.br

Thais Andrea Carvalho de Figueirêdo Lopes, UFMA

Professora da Universidade Federal do Maranhão. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. E-mail: thaisacfl@gmail.com

Referências

ARELARO, Lisete Regina Gomes. Direitos Sociais e Política Educacional: alguns ainda são mais iguais que outros. In: SILVA, Shirley. VIZIM, Marli. Políticas Públicas: educação, tecnologias e pessoas com deficiências. Campinas, SP: Mercado de Letras; Associação de Leitura do Brasil (ABL), 2003.

AUGUSTIN, Ingrid. Modelos de Deficiência e suas implicações na Educação Inclusiva. Trabalho apresentado na IX ANPED SUL. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/1427/655 Acesso em: 12.01.2015.

BARNES, Colin. Discapacidad, política y pobreza en el contexto del “Mundo Mayoritario”. In: Política y Sociedad, 2010, Vol. 47, n. 1: 11-25.

BRASIL, Cartilha do Censo 2010 – Pessoas com Deficiência. Luzia Maria Borges Oliveira. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) / Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD) / Coordenação Geral do Sistema de Informações sobre a pessoa com Deficiência; Brasília: SDH-PR/SNPD, 2012.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL, Decreto no 6.571, de 17/09/2008. Dispõe sobre o Atendimento Educacional Especializado, regulamenta o parágrafo único do art. 60 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e acrescenta dispositivo ao Decreto no 6.253, de 13 de novembro de 2007.

BRASIL, Decreto no 3.956, de 08/10/2001. Dispõe sobre a Educação Especial, oAtendimento Educacional Especializado e dá outras providências.

BRASIL, Decreto no 3.956, de 08/10/2001. Promulga a Convenção Interamericana para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Pessoas Portadoras de Deficiência, 2001.

BRASIL, Decreto no 6.949, de 25/08/2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007.

BRASIL, Lei no12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências.

BRASIL, Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.

BRASIL, Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

BRASIL, Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007. Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

BRASIL, Lei no 9.424, de 24 de dezembro de 1996. Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério.

BRASIL, Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial. Brasília: MEC/SEESP, 1994.

BRASIL, Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008.

BRASIL, Ministério da Educação. Resolução CNE/CEB no 2, de 11 de setembro de 2001. Institui as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, 2001.

BRASIL, Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Viver sem Limite – Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Brasília, 2012.

BRASIL, Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Observatório do Viver sem Limite – Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Brasília, 2012. Disponível em: www.sdh.gov.br/assuntos/.../observatorio Acesso em: 22.01.2015.

CARNEIRO, Ricardo e SOUZA, José Moreira de. Universalismo e Focalização na Política de Atenção à Pessoa com Deficiência. In: Saúde e Sociedade, São Paulo, v.16, n.3, p.69-84, 2007.

DINIZ, Débora. Deficiência e Políticas Sociais – entrevista com Colin Barnes. In: SER Social, Brasília, v. 15, n. 32, p. 237-251, jan./jun. 2013.

GARCIA, Rosalba Maria Cardoso; MICHELS, Maria Helena. A Política de Educação Especial no Brasil (1991-2011): uma análise da produção do GT15 – Educação Especial da ANPED. In: Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, v.17, p.105-124, maio-ago, 2011. Edição Especial.

GATJENS, Luiz Fernando Astorga. A situação das pessoas com deficiência na América Latina e no Caribe - Brasília, 30 de novembro de 2007; Tradução: Romeu Kazumi Sassaki. Disponível em: www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=1385

JANNUZZI, Gilberta de Martino. A educação do deficiente no Brasil: dos primórdios ao início do século XXI. 3. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

LAPLANE, Adriana Lia Friszman de. Condições para o ingresso e permanência de alunos com deficiência na escola. In: Cadernos Cedes, Campinas, v. 34, n. 93, maio-ago. 2014.

LOPES, Laís Vanessa Carvalho de Figueirêdo Lopes. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da ONU, seu Protocolo Facultativo e a Acessibilidade. Dissertação de Mestrado em Direito. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2009.

MENDES, Enicéia Gonçalves. Breve Histórico da Educação Especial no Brasil. In: Revista Educación y Pedagogía, vol.22, núm. 57, mayo-agosto, 2010.

NEVES, Lúcia Maria Wanderley. Brasil Século XXI: propostas educacionais em disputa. In: LOMBARDI, José; SANFELICE, José Luís. Liberalismo e Educação em debate. Campinas, SP: Autores Associados, Histedbr, 2007.

PATTO, Maria Helena Souza. Para uma Crítica da Razão Psicométrica. In: Psicologia USP, vol. 8, n. 1, São Paulo, 1997.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Artigo 24 – Educação. In: RESENDE, Ana Paula Crosara.

VITAL, Flávia Maria de Paiva. A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência Comentada. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, 2008.

SILVA, Shirley. Educação Especial: um esboço de política pública. Tese de Doutorado em Educação. Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2000.

UNESCO. Declaração de Salamanca e linha de ação sobre necessidades especiais. Salamanca/Espanha 1994.

Downloads

Publicado

2015-12-14

Como Citar

FARIAS, R. R. S.; LOPES, T. A. C. de F. As pessoas com deficiência no contexto da educação escolar brasileira. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 15, n. 65, p. 228–241, 2015. DOI: 10.20396/rho.v15i65.8642707. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8642707. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos