Gestão democrática: trajetória e desafios atuais

  • Elenise Pinto de Arruda Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
  • Maria Lília Imbiriba de Sousa Colares Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Palavras-chave: Reforma. Gestão educacional. Gestão democrática

Resumo

A gestão democrática traz consigo determinantes históricos, políticos e econômicos. No campo das políticas em educação, é indiscutível a necessidade de se resgatar as reformas educativas que se fortaleceram a partir da década de 1990. As reformas educativas ocorreram diante da nova organização do setor produtivo, provocada pela crise do capitalismo, do reordenamento do papel do Estado e a partir das reformas neoliberais implementadas. No Brasil, ocorreu a Reforma do Estado brasileiro, que entre diversas medidas, teve o ajuste da administração pública. Acompanhando o pacote de ações, a reforma educativa implementada influenciou fortemente na administração da educação e, com isso, a gestão da educação foi reformulada e adequada aos novos parâmetros impostos. Esse cenário é composto ainda pela luta da democratização da sociedade brasileira, que buscou, por meio de movimentos e lutas populares, a erradicação da Ditadura civil militar no país. Todos esses aspectos contribuíram para a construção e reconstrução da história da gestão democrática no Brasil. Assim, tecemos neste artigo algumas considerações sobre esse contexto a fim de se pontuar os fatos que marcaram a trajetória da gestão democrática brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elenise Pinto de Arruda, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Mestranda em Educação da Universidade Federal do Oeste do Pará. Participante do Grupo de Estudos e Pesquisa HISTEDBR UFOPA.
Maria Lília Imbiriba de Sousa Colares, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)

Pós-doutora em Educação pela UNICAMP. Docente do PPGE da Universidade Federal do Oeste do Pará. Vice líder do Grupo de Estudos e Pesquisa HISTEDBR UFOPA.

Referências

AGUIAR, M.A.S. Gestão da educação e a formação do profissional da educação no IN: FERREIRA. N. S, AGUIAR. M.A.S. (Orgs) Gestão da educação: Impasses, perspectivas e compromissos. São Paulo: Cortez, 2001. pp. 193-212.

BRASIL. Ministério da Administração Federal e da Reforma do Estado. Plano diretor da reforma do aparelho do Estado. Brasília, DF, 1995

BRASIL, Lei No 9394/96, estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, 20 de dezembro de 1996

BRESSER PEREIRA, L. C. A Reforma do Estado nos anos 90: Lógica e Mecanismos de Controle. Cadernos MARE da Reforma do Estado, vol. 1, p. 21-54, 1997.

CAMINI, L. Política e gestão educacional brasileira: uma análise do plano de desenvolvimento da educação/plano de metas compromisso todos pela educação (2007-2009). São Paulo: Outras Expressões, 2013.

CASSASUS, J. A Reforma Educacional na América Latina no contexto da globalização. Cadernos de Pesquisa. São Paulo: FCC, no 114, p. 7-28, novembro de 2001.

DOURADO,L.F. A escolha de dirigentes escolares: políticas e gestão da educação no Brasil. IN: FERREIRA, N.S.C. Gestão democrática da educação: atuais tendências, novos desafios. 7 ed. São Paulo: Cortez,2011.

FREITAS, H.C.L. Formação de professores no Brasil: 10 anos de embate entre projetos de formação. Educação & Sociedade, Campinas, v.23, n. 80, p. 137-168, set. 2002.

FRIGOTTO, G. Os delírios da razão: crise do capital e metamorfose conceitual no campo educacional. In: GENTILI, Pablo. A pedagogia da exclusão. Petrópolis (RJ): Vozes, 2010.

FRIGOTTO, G. Fundamentos científicos e técnicos da Relação trabalho e educação no Brasil de hoje. (p. 241-288) IN: LIMA, J. F.; NEVES, Lúcia W. (Orgs.). Fundamentos da educação escolar do Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2006. (2a. reimpressão, 2008)

FRIGOTTO, G. CIAVATTA, M. Educação básica no Brasil na década de 1990: subordinação ativa e consentida à lógica do mercado. Educação & Sociedade, Campinas, vol. 24, n. 82, p. 93-130, abril 2003

HÖFLING, E. M. Estado e políticas (públicas) sociais. Cadernos Cedes, ano XXI, no 55, novembro/2001 [p. 30-41].

HORA,D. L. Gestão educacional democrática. 2.ed. Campinas, SP: Editora Alínea, 2010.

KRAWCZYK, N. R. Reforma educacional na América Latina nos anos 90: Uma perspectiva histórico-sociológica. Revista Latinoamericana de educação comparada. Año 1,no 1 , 2010.

LIMA, A. B. Políticas educacionais e o processo de “democratização” da -gestão educacional. (p.17-38) In: LIMA, Antonio Bosco (Org.). Estado, políticas educacionais e gestão compartilhada. São Paulo: Xamã, 2004.

LIMA,A.B. PRADO, J.C. SHIMAMOTO, S.V. Políticas e gestão da educação: sob a lógica gerencial e compartilhada. IN: XXV Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação, II Congresso IberoAmericano de Política e Administração da Educação; organizador: Benno Sander – Niterói (RJ): ANPAE; São Paulo (SP): PUCSP/FACED/PPGE, 2011. CD-ROM. (Coleção Biblioteca ANPAE, Série Cadernos: n. 11)

MARONEZE, L. F. Z.; LARA, A.M.B. A política educacional brasileira pós 1990: novas configurações a partir da política neoliberal de estado. In: IX CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO –EDUCERE/ III ENCONTRO SUL BRASILEIRO DE PSICOPEDAGOGIA. Paraná: PUC, 2009. p.3279 – 3293.

MARTINS, A. M. A descentralização como eixo das reformas do ensino: uma discussão da literatura. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 22, n. 77, p. 28-48, dez. 2001.

MELO, M. P. de. FALEIROS, I.. Reforma da aparelhagem estatal: novas estratégias de legitimação social. In. NEVES, Lúcia Maria Wanderley (Org). A nova pedagogia da hegemonia. Estratégias do capital para educar para o consenso. São Paulo: Xamã, 2005, p. 175-192.

MÉSZAROS, I. Para além do capital. Tradução Paulo César Castanheira e Sérgio Lessa. São Paulo: Boitempo, 2008.

MINTO, L. W. A administração escolar no Contexto da Nova República e do Neoliberalismo. (p. 173 – 199) IN: ANDREOTTI, A. LOMBARDI, J.C.MINTO, L.W. História da Administração escolar no Brasil. Campinas, SP: Editora Alínea, 2010.

OLIVEIRA, D. A. A educação básica e profissional no contexto das reformas dos anos 90.Trabalho & Educação, Belo Horizonte, n. 8, jan/jun - 2001.

OLIVEIRA, D. A. A gestão democrática da educação no contexto da reforma do Estado. IN: FERREIRA. N. S, AGUIAR. M.A.S. (Orgs) Gestão da educação: Impasses, perspectivas e compromissos. São Paulo: Cortez, 2006

PERONI, V. M.V Política educacional e o papel do Estado - No Brasil dos anos 1990. São Paulo: Xamã, 2003.

PERONI, V; ADRIÃO, T. Público Não-Estatal: estratégias para o setor educacional brasileiro. In: PERONI, V; ADRIÃO, T. (org.). O Público e o Privado na Educação: interfaces entre o Estado e sociedade. São Paulo: Xamã, 2005

SANDER, B. Políticas Públicas e Gestão Democrática da Educação. Brasília: Liber Livro Editora, 2005.

SANTOS, S. L. O. As Políticas Educacionais e a Reforma do Estado no Brasil.2010. 122 f. Dissertação – Mestrado em Ciência Política - Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro, 2010

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-crítica. 8. Ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2003.

SHIROMA, E. O.; CAMPOS, R. F. La resignificación de la democracia escolar mediante el discurso gerencial: liderazgo, gestión democrática y gestión participativa. In: FELDFEBER, M.; OLIVEIRA, D. A. (org.). Políticas educativas y trabajo docente: nuevas regulaciones, nuevos sujetos? 1 ed. Buenos Aires: Ediciones Novedades Educativas, 2006. p. 221-237.

SHIROMA, E. O., MORAES.M.C.M., EVANGELISTA.O. Política Educacional. Rio de Janeiro, DP&A, 2000.

TORRES, C. A. Estado, privatização e política educacional. Elementos para uma crítica do neoliberalismo. In: GENTILI, P. (Org.). Pedagogia da exclusão: crítica ao neoliberal em educação. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

VIRIATO, E. O. Descentralização e desconcentração como estratégia para a redefinição do espaço público (p. 39-60). In: LIMA, A. B. (Org.). Estado, políticas educacionais e gestão compartilhada. São Paulo: Xamã, 2004.

Publicado
2016-02-26
Como Citar
Arruda, E. P. de, & Colares, M. L. I. de S. (2016). Gestão democrática: trajetória e desafios atuais. Revista HISTEDBR On-Line, 15(66), 222-246. https://doi.org/10.20396/rho.v15i66.8643712
Seção
Artigos