Banner Portal
Um militante pernambucano na Europa Ultramontana: Odilon Alves Pedrosa e o missionarismo intelectual católico (1926-1927)
PDF

Palavras-chave

Militância. Educação Católica. Missionarismo

Como Citar

SILVA, Ramsés Nunes e; AFONSO, José António Martin Moreno. Um militante pernambucano na Europa Ultramontana: Odilon Alves Pedrosa e o missionarismo intelectual católico (1926-1927). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 16, n. 68, p. 4–17, 2016. DOI: 10.20396/rho.v16i68.8644490. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8644490. Acesso em: 16 abr. 2024.

Resumo

A parcela de engajamento político, que configurou a ação da Igreja Católica, na transição entre os séculos XIX e XX, possui suas raízes fincadas no “chamamento à missão”. Dispositivo engajamento que “alistava” jovens, internados nas centenas de seminários, espalhados pelo mundo católico. Estes últimos, a se considerarem francamente ameaçados pelo cientificismo, e pelos seus desdobramentos, na esfera da instrução. Este artigo, se dedica a refletir sobre a trajetória de Odilon Alves Pedrosa, padre e intelectual, engajado nas querelas discursivas dos anos 1920. Particularmente, na análise de seu engajamento, nas querelas pela “reconquista de espaço da instrução católica”, em Pernambuco e Paraíba. Trajetória marcante, posto que encerra os signos de uma militância urdida, como muitos antes dele, no Pontifício Colégio Pio Latino Americano, em Roma, e levada consigo ao Brasil. Para tanto, nos utilizamos do mapeamento de suas leituras, viagens e produção literária, vivenciadas nos dois lados do Atlântico.

 

https://doi.org/10.20396/rho.v16i68.8644490
PDF

Referências

AFONSO, J. A. M. M. Protestantismo e Educação: história de um projeto pedagógico alternativo em Portugal na transição do séc. XIX. Braga: Universidade do Minho, 2009. p-65.

AZZI, R. História da Igreja no Brasil: Terceira Época: 1930-1964. Rio de Janeiro: Vozes, 2008, pp.34- 50.

BOLLETINO DI STUDENTI, Colégio Pio Latino Americano, Roma.Vol.1, n.4, 1927, p.3

CAMBI, F. História da Pedagogia. São Paulo: EDUSP, 2002, pp.340-370.

CATROGA, Fernando.Entre Deuses e Cesares. Lisboa: Almeidina, 2010.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990.

FREITAS, José Joaquim de Senna Freitas. Critica à critica. Porto, Livraria Portuense, 1879, p-10.

FREITAS, José Joaquim de Senna FreitasNo presbyterio e no templo. Lallemant frères, imprensa, Lisboa, 1884.

FREITAS, José Joaquim de Senna FreitasDia a dia de um espírito christão. Livraria Teirxera de Freitas: Guimarães.1881.

FREITAS, José Joaquim de Senna FreitasOs nossos bispos do continente. Livraria católica portuense: Porto, 1909.

JULIA. Dominique. A cultura escolar como objeto histórico.In:Revista Brasileira de História da Educação.Campinas: Autores Associados, 2001.

KEPPLER, Paulo Guglielmo Von, La nostra predicazione: pensieri e consigli, Roma. 1927.

MARTINA,Giacomo, História da Igreja, De Lutero aos nossos dias, Vol.III, A Era do Liberalismo,Tradução: Orlando Soares Moreira. São Paulo: Loyola,1996.

MARTINA,Giacomo, História da Igreja, De Lutero aos nossos dias,Vol.III, A Era do Libe- ralismo,Tradução:Orlando Soares Moreira.São Paulo: Loyola,1996.

PASTORAL COLETIVA DO EPISCOPADO PORTUGUÊS, A União: Lisboa, 1927.

NEVES, Margarida de Souza. Os cenários da República. O Brasil na virada do século XIX. In: DELGADO, Lucilia de Almeida Neves & FERREIRA, Jorge. (Org.) O tempo do liber- alismo excludente. Da proclamação da República à Revolução de 30. Rio de Janeiro: civi- lização brasileira, 2003.p.19-56.

PEDROSA Odilon Alves. Missionarismo em Portugal. Gazeta de Nazareth, n.2,vol.5, Mar.1933.

PEDROSA Odilon Alves. Memórias de minha juventude, Manuscrito, Pernambuco, 1950.

PEDROSA Odilon Alves. Diário do Seminário, Manuscrito, Olinda, PE, 1927.

PINTASSILGO, Joaquim (org.). Laicidade, Religiões e edcação na Europa do Sul no século XX. Instituto de Educação: Universidade de Lisboa, 2013.

VILLAÇA, Antônio Carlos, O Pensamento Católico no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.