Escolas multisseriadas rurais no Estado do Tocantins e pedagogia histórico-crítica: aproximações

Palavras-chave: Pedagogia Histórico-Crítica. Prática pedagógica. Escola multisseriada rural.

Resumo

O presente trabalho aborda as práticas pedagógicas existentes nas escolas multisseriadas de 08 povoados rurais do município de Tocantinópolis/TO a partir da perspectiva dos docentes. Tomamos como referência de análise a Pedagogia Histórico-Crítica (PHC) tendo como fio condutor o seguinte questionamento: como os professores se posicionam diante das práticas pedagógicas que desenvolvem nas escolas multisseriadas rurais? Os dados aqui apresentados foram coletados no decorrer de um projeto de extensão integrado a pesquisa sobre o ensino em salas multisseriadas para o qual optou-se pela realização da pesquisa teórica e de campo. O resultado, ainda que provisório, proporcionou uma visão geral sobre a prática dos professores das escolas multisseriadas rurais no município estudado, que em suas falas demonstraram receber pouca orientação e subsídios sobre didática que facilitem trabalhar nestas escolas. Constatou-se também que há necessidade de adotar uma visão mais crítica na formação dos filhos dos trabalhadores do campo, de forma que compreendam a situação de dominação atual e, vemos na Pedagogia Histórico Crítica um referencial teórico-prático que possibilita desenvolver esse tipo de formação que vai além do trabalho escolar, preparando o indivíduo para sua inserção social pautada em conteúdos sólidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Klívia de Cássia Silva Nunes, Universidade Federal do Tocantins

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFScar). Docente da Universidade Federal do Tocantins (UFT). E-mail: klivia@uft.edu.br

Maria Cristina dos Santos Bezerra, Universidade Federal de São Carlos
Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora do Departamento de Educação e do Programa de pós graduação em Educação na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). 

Referências

ARROYO, M. G. Escola: terra de direito. Prefácio. In: ROCHA, M. I. A.; HAGE, S. M. (Org.). Escola de direito: reinventando a escola multisseriada. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

BEZERRA NETO, L. Educação do campo ou educação no campo? Revista HISTEDBR, on-line, Campinas, n. 38, p. 150-168, jun. 2010. Disponível em: < http://www.histedbr. fe.unicamp.br/revista/edicoes/38/art12_38.pdf >. Acesso em: 20 nov. 2017.

BRASIL. Censo Escolar da Educação Básica de 2016: Notas Estatísticas. Brasília: DF, fev. 2017. Disponível em: < http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/notas_ estatisticas/2017/notas_estatisticas_censo_escolar_da_educacao_basica_2016.pdf. >. Acesso em: 05 dez. 2017.

BRASIL. INEP/MEC. Panorama da educação do campo. Brasília, 2007. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/educacaodocampo/panorama.pdf >. Acesso em: 12 ago. 2015.

BRASIL. Lei nº 12.960, de 27 de março de 2014. Estabelece sobre as diretrizes e bases da educação nacional, para fazer constar a exigência de manifestação de órgão normativo do sistema de ensino para o fechamento de escolas do campo, indígenas e quilombolas. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato20112014/2014/Lei/ L12960.htm >. Acesso em: 05 mar. 2016.

CARDOSO, M. A. A organização do trabalho didático nas escolas isoladas paulistas: 1893 a 1932. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, 2013.

DUARTE, N. A pedagogia histórico-crítica no âmbito da história da educação brasileira. In: PINHEIRO, A. C. F.; CURY, C. E.; ANANIAS, M. (Org.). História da educação brasileira: experiências e peculiaridades. João Pessoa: Ed. da UFPB, 2014. p. 29-50. Disponível em: < http://boletimef.org/biblioteca/3087/A-pedagogia-historico-critica-na-historia-da-educacao >. Acesso em: 20 dez. 2017.

FURTADO, E. D. P. Estudo sobre a educação para a população rural no Brasil. PROYECTO FAO; UNESCO; DGCS ITALIA; CIDE; REDUC, 2004. Disponível em: < red-ler.org/estudio_educacion_poblacion_rural_brasil.pdf >. Acesso em: 26 jan. 2018.

GAMA, C. N.; DUARTE, N. Concepção de currículo em Dermeval Saviani e suas relações com a categoria marxista de liberdade. Interface, Botucatu, v. 21, n. 62, jul./set. 2017. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832017000300521 >. Acesso em: 17 nov. 2017.

HAGE, S. A. M. Transgressão do paradigma da (multi)seriação como referência para a construção da escola pública do campo. Educ. Soc., Campinas, v. 35, p. 1165-1182, out./dez., 2014.

MARSIGLIA, A. C.; SAVIANI, D. Prática pedagógica alfabetizadora à luz da psicologia histórico cultural e da pedagogia histórico-crítica. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 22, n. 1, p. 3-13, jan./mar. 2017.

MARTINS, L. M.; MARSIGLIA, A. C. G. Contribuições para a sistematização da prática pedagógica na educação infantil. Cadernos de Formação RBCE, p. 15-26, mar. 2015. Disponível em: < revista.cbce.org.br/index.php/cadernos/article/download/2079/1035 >. Acessado em: 04 jan. 2018.

MARTINS, L. M. Os fundamentos psicológicos da pedagogia histórico-crítica e os fundamentos pedagógicos da psicologia histórico-cultural. Revista Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 5, n. 2, p. 130-143, dez. 2013.

MEDEIROS, M. D. de. A escola rural e o desafio da docência em salas multisseriadas: o caso do Serindró norte riograndense. Dissertação (Mestrado em Educação) – universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2010. Disponível em: < https://repositorio.ufrn.br/jspui/bitstream/123456789/14437/1/MariaDM_DISSERT.pdf. >. Acesso em: 08 mar. 2018.

MINAYO, M. C. de. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 2. ed. São Paul; Rio de Janeiro: HUCITEC-ABRASCO, 1993.

ORSO, P. J. Pedagogia histórico-crítica no campo. In: BASSO, J. D.; SANTOS NETO, J. L.; BEZERRA, M. C. dos. S. (Org.). Pedagogia histórico-crítica e educação no campo: história, desafios e perspectivas atuais. São Carlos: Pedro & João; Navegando, 2016.

PARO, V. H. Administração escolar e qualidade de ensino: o que os pais ou responsáveis têm a ver com isso? In: BASTOS, J. B. (Org.). Gestão democrática. 2. ed. Rio de Janeiro: DP & A, 2001.

SAVIANI, D. A pedagogia histórico-crítica na educação do campo. In: BASSO, J. D.; SANTOS NETO, J. L.; BEZERRA, M. C. dos. S. (Org.). Pedagogia histórico-crítica e educação no campo: história, desafios e perspectivas atuais. São Carlos: Pedro & João; Navegando, 2016.

SAVIANI, D. As concepções pedagógicas na história da educação brasileira. Campinas, UNICAMP, Projeto “20 anos do HISTEDBR”, 2005. Disponível em: < http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/artigos_frames/artigo_036.html >. Acesso em: 17 ago. 2015.

SAVIANI, D. Escola e democracia: para além da “teoria da curvatura da vara”. Revista Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 5, n. 2, p. 227-239, dez. 2013.

SAVIANI, D. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre a educação política. 39. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2007.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados, 2008.

VÁZQUEZ, A. S. Filosofia da práxis. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

Publicado
2018-03-28
Como Citar
Nunes, K. de C. S., & Bezerra, M. C. dos S. (2018). Escolas multisseriadas rurais no Estado do Tocantins e pedagogia histórico-crítica: aproximações. Revista HISTEDBR On-Line, 18(1), 258-275. https://doi.org/10.20396/rho.v18i1.8645922
Seção
Artigos