Memórias de educadores nos 50 anos do curso de pedagogia da UCS

Autores

  • Neiva Senaide Petry Panozzo Universidade de Caxias do Sul
  • Andréia Morés Universidade de Caxias do Sul

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v16i67.8646090

Palavras-chave:

Docência. Memória. Identidade

Resumo

Este trabalho é um recorte da pesquisa sobre os processos de formação docente construídos durante os 50 anos do curso de Pedagogia da Universidade de Caxias do Sul. As informações foram obtidas em relatos de professores aposentados do curso, com o objetivo de identificar os contextos da docência desses profissionais da Educação e suas contribuições na constituição da identidade do Curso de Pedagogia. Os subsídios teóricos do estudo apoiam-se na abordagem qualitativa de relatos autobiográficos. Fentress e Wickham esclarecem as vinculações e relações entre duas dimensões da memória: individual e coletiva. Os resultados mostram que, nos últimos 50 anos, a formação docente ocorreu em ambiente movido por ideais, seguranças que se abalaram por forças das políticas educacionais e de novas tendências pedagógicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neiva Senaide Petry Panozzo, Universidade de Caxias do Sul

Centro de Ciências Humanas e Educação; professora pesquisadora dos cursos de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação.

 

Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul

Professora pesquisadora do Centro de Ciências Humanas e Educação e do curso de Pedagogia da UCS

Referências

BAKHTIN, M. 1992. Marxismo e filosofia da linguagem. 6.ed. São Paulo, Editora Hucitec, 196 p.

FENTRESS, J. e C. WICKHAM. 1992. Memória social. Lisboa, Teorema, 278 p.

FREIRE, P. 2006. Educação e Mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 79 p.

FREIRE, P. 2001. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 165 p.

GATTI, B. A. Avaliação educacional no Brasil: pontuando uma história de ações. Eccos Revista Científica, vol. 4, núm. 1, junho, 2002, pp. 17-41. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/715/71540102.pdf Acesso em: 18/10/11.

ORLANDI, E. P. 1996. Linguagem e seu funcionamento. As Formas do Discurso. Campinas, SP: Pontes, 276 p.

SANTOS, H. O. Ideário Pedagógico Municipalista de Anísio Teixeira. Cadernos de Pesquisa, no 110, p. 105-124, julho/ 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/n110/n110a04.pdf Acesso em: 28/07/12.

TARDIF, M. 2002. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 325 p.

Downloads

Publicado

2016-07-05

Como Citar

PANOZZO, N. S. P.; MORÉS, A. Memórias de educadores nos 50 anos do curso de pedagogia da UCS. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 16, n. 67, p. 104–114, 2016. DOI: 10.20396/rho.v16i67.8646090. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8646090. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos