A rede federal de educação profissional, científica e tecnológica no contexto das políticas de educação superior: as particularidades do IF Goiano – Campus Urutaí

Autores

  • Chaiane de Medeiros Rosa Universidade Federal de Goiás

Palavras-chave:

Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Institutos federais. Educação superior. Educação profissional e tecnológica. IF Goiano - Câmpus Urutaí.

Resumo

Em meio à pressão por oferta de educação superior no Brasil, a capacidade de atendimento é limitada, por carência de recursos financeiros e, logo, de uma estrutura que abarque toda a demanda historicamente reprimida. O problema a ser equacionado pelo Estado, por meio de suas políticas públicas, é ampliar a oferta, considerando sobremaneira os grupos com histórico de exclusão. E, tendo em vista que um modelo único de instituição não é suficiente para contemplar toda a demanda, tampouco é adequado para a diversidade de exigências que são impostas ao sistema educacional, tanto pelo mercado quanto pela sociedade civil, a diversificação torna-se um instrumento necessário. Então, pela Lei nº 11.892 de 2008, é criada a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT), bem como os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs). Nesse contexto, o presente estudo intenta compreender como a educação superior se situa dentro do projeto de educação profissional e tecnológica no Brasil, e quais as particularidades do IF Goiano – Campus Urutaí no contexto da RFEPCT. Como objetivo principal, busca-se compreender quais as características da educação superior no âmbito do IF Goiano – Campus Urutaí, instituição integrante da RFEPCT. E de forma específica, procura-se: demonstrar quais os marcos regulatórios, nacionais e supranacionais, que influenciam na configuração da educação superior no Brasil; identificar as principais políticas voltadas para a educação superior brasileira, e entender a contribuição das mesmas para a ampliação do acesso a esse nível educacional; compreender o processo de evolução e de mudança de institucionalidade da RFEPCT, e entender a configuração dos IFs, percebendo como a educação superior se situa dentro do projeto de educação profissional e tecnológica no Brasil; demonstrar o panorama da educação superior em Goiás, tendo como foco os IFs do estado; apresentar as características estruturais do IF Goiano – Campus Urutaí; e evidenciar a organização e particularidades da educação superior no IF Goiano – Campus Urutaí. Para tanto, é realizada uma pesquisa de caráter bibliográfico e documental. A base bibliográfica deste trabalho está assentada em autores como: Amaral (2008a, 2008b, 2011), Amorim (2013), Azevedo (2011), Laia (2013), Ramos (2006), Schwartzman (2001, 2005), e outros. Já a estrutura documental constituiu-se de fontes como: leis, projetos de leis, decretos, normativa, resoluções e mais, bem como dados empíricos de organismos oficiais, nacionais e estaduais, e do próprio IF Goiano. Como resultado, este estudo evidencia que o foco dos IFs é a educação técnica e profissional. Mesmo assim, o desenvolvimento da educação superior nessas instituições constitui um instrumento importante de democratização, tanto pela expansão e interiorização das oportunidades educacionais, quanto pela inclusão social de grupos com histórico de exclusão desse nível de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Chaiane de Medeiros Rosa, Universidade Federal de Goiás

Doutora em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), câmpus Araraquara (2016). Mestra em Educação pela Universidade Federal de Goiás (UFG), câmpus Catalão (2013). Especialista em Português Jurídico pela Faculdade Integrada Grande Fortaleza (FGF) (2013). Graduada em Licenciatura Plena em Letras - Português, pela Universidade Federal de Goiás (UFG), câmpus Catalão (2009).

Downloads

Publicado

2017-05-07

Como Citar

ROSA, C. de M. A rede federal de educação profissional, científica e tecnológica no contexto das políticas de educação superior: as particularidades do IF Goiano – Campus Urutaí. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 16, n. 70, p. 379–379, 2017. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8648150. Acesso em: 25 jan. 2021.

Edição

Seção

Resumo