Políticas públicas de educação no ensino básico do Estado do Paraná: da dívida social à formação para o mercado (1980-2000)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v18i2.8652356

Palavras-chave:

Educação. Políticas públicas. Neoliberalismo.

Resumo

O presente artigo objetiva analisar de que forma diversos governos do Estado do Paraná, com plataformas políticas divergentes, elaboraram e implantaram políticas públicas para a educação do ensino básico fundamentados nas orientações de organismos internacionais como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). Mesmo que em seus discursos rechaçavam o modelo neoliberal sugerido por tais órgãos, tal fenômeno pode ser percebido entre as duas últimas décadas do século XX e o primeiro decênio do presente milênio. Além do estudo bibliográfico investigamos os planos de governos e os principais documentos norteadores da educação paranaense outorgados pela Secretaria de Estado da Educação (SEED) e Superintendência da Educação (SUED) paranaense. Tendo como sustentação teórica o materialismo histórico dialético concluímos que desde fins da década de 1980 a políticas educacionais levadas por distintos governantes se apropriaram do suporte econômico e ideológico sugeridos pelo neoliberalismo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marisa Noda, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Professora adjunta do Colegiado de História da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

Maria Terezinha Bellanda Galuch, Universidade Estadual de Maringá

Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Docente Associada da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Referências

BACZINSKI, A. V. de. M. A implantação oficial da pedagogia histórico-critica no estado Paraná (1983-1994): legitimação, resistência e contradição. 2007. 154 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2007.

BORDENAVE, J. D. O que é participação. São Paulo: Brasiliense, 1983.

CUNHA, L. A. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez; Niterói, RJ: Editora Federal Fluminense; Brasília, DF: FLACSO do Brasil, 1991.

EVANGELISTA, O.; SCHMIDT, M. A. Relação estado/município no Paraná: construção ou desconstrução da escola pública de qualidade? In: VELOSO, J. et al. (Org.). Estado e educação. Campinas, SP: Papirus, 1992. p. 279-297. (Coletânea CBE).

FIGUEIREDO, I. M. Z. Políticas educacionais do estado do Paraná nas décadas de 80 e 90: da prioridade à “centralidade da educação básica”. 2001. 179 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2001.

FIORI, J. L. Os moedeiros falsos. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

GALUCH, M. T. B.; SFORNI, M. S. de. F. Interfaces entre políticas educacionais, prática pedagógica e formação humana. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 6, n. 1, p. 55-66, jan./jun. 2011.

Disponível em: < http://www.periodicos.uepg.br >. Acesso em: 01 jan. 2013.

GENTILI, P. A complexidade do óbvio: A privatização e seus significados no campo educacional. In: SILVA, L. H. (Org.). A escola cidadã no contexto da globalização. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. p. 320-339.

GONÇALVES, M. D. de. S. et al. A presença do Banco Mundial e do Banco Interamericano no financiamento do ensino fundamental e médio na Rede Estadual de Ensino do Paraná. Educar em Revista, v. 21, n. 2. Especial, p. 71-99, 2003.

LIBÂNEO, J. C. O dualismo perverso da escola pública brasileira: escola do conhecimento para os ricos, escola do acolhimento social para os pobres. Educação e Pesquisa, v. 38, n. 1, p. 13-28, 2012.

LIMA, A. B.; VIRIATO, E. O. As políticas de descentralização, participação e autonomia: desestatizando a educação pública. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 23., Caxambu, MG, 2005. Anais eletrônicos... Caxambu, MG, 2005. p. 1-15. Disponível em: < http://anped.org.br/reuniões/28/gt06.htm >. Acesso em: 25 out 2014.

MAINARDES. J. Ciclo básico de alfabetização: da intenção à realidade. (Avaliação do CBA no Município de Ponta Grossa – PR). 1995. 239 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 1995.

MÂNFIO, A. J. A proposta pedagógica como instrumento de qualidade e de gestão da escola: conteúdo, processo de elaboração, acompanhamento e avaliação: a participação do magistério. Curitiba: SEED, 1993.

MAROCHI, Z. M. L. Projeto de correção de fluxo: um marco referencial na educação do Paraná. Em Aberto, Brasília, DF, v. 17, n. 71, p. 134-138, jan. 2000.

MARTINS, R. B. Escola cidadã do Paraná: análise de seus avanços e retrocessos. 1997. 271 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 1997.

NORONHA, O. M. Políticas neoliberais, conhecimento e educação. Campinas, SP: Alínea, 2002.

OLIVEIRA, D. A. A reestruturação do trabalho docente: precarização e flexibilização. Educação e Sociedade, Campinas, SP, v. 25, n. 89, p. 1127-1144, set./dez. 2004. Disponível em: < http://www.cedes.unicamp.br >. Acesso em: 05 abr. 2012.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Políticas SEED – PR; fundamentos e explicitação. 3. ed. Curitiba: SEED, 1984.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Projeto Pedagógico: 1987 – 1990. Curitiba: SEED, 1987a.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Reorganização da escola pública de 1º grau: proposta preliminar de trabalho. Curitiba: SEED, 1987b.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Plano global: educação básica – período 1992-1995. Curitiba: SEED, 1991.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. Paraná: Construindo a Escola Cidadã. Curitiba: SEED, 1992.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Avaliação escolar: um Compromisso Ético. Curitiba: SEED, 1993.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Inovando nas escolas do Paraná. Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 1994.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Plano de Ação 1995-1998. Curitiba: SEED, 1995.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Proposta pedagógica e autonomia da escola: Novos paradigmas curriculares e alternativas de organização pedagógica na educação básica brasileira. Curitiba: SEED, 2000.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Transferências de recursos para empresas parceiras 1999-2002. Curitiba: SEED, 2003.

PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO - PMDB. Uma educação para a modernidade: propostas de ações governamentais para o ensino do Paraná (Roberto Requião). Curitiba, 1990.

PARRA, S. O processo de conversão da idéia de projeto político pedagógico em política educacional pública no estado do Paraná (1983-2002). 2008. 173 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2008.

PITON, I. M. Políticas educacionais e movimento sindical docente: reformas educativas e conflitos docentes na educação básica paranaense. 2004. 293 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2004.

SAMPAIO, C. M. A. Nova atmosfera, novo modelo e o velho princípio do mercado: o neoliberalismo e as políticas públicas de educação no Paraná de 1995 a 2002. In: SEMINÁRIO SOCIOLOGIA & POLÍTICA. 2., 2010, Curitiba, Anais... Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2010. p. 1-25.

SHIROMA, E. O.; EVANGELISTA, O.; MORAES, M. C. M. de. Política educacional. 4. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2011.

SILVA, C. G.; AZZI, D.; BOCK, R. Banco Mundial em foco: um ensaio sobre a sua atuação na educação brasileira e na da América Latina. São Paulo: Ação Educativa, 2007. Disponível em: < http://www.bdae.org.br/dspace/bitstream/123456789/2348/1/banco_mundial_em_foco.pdf. >. Acesso em: 10 out. 2013.

SILVA, T. T. da. A “nova” direita e as transformações na pedagogia da politica e na política da pedagogia. In: GENTILI, P. A. A.; SILVA, T. T. da. (Org.). Neoliberalismo, qualidade total e educação. 2. ed. São Paulo: Vozes, 1995. p. 9-29.

TAVARES, T. M. Gestão pública do sistema de ensino no Paraná (1995-2002). 2004. 161 f. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2004.

WOOD, E. M. Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo histórico. Trad. Paulo Cezar Castanheira. São Paulo: Boitempo, 2011.

Downloads

Publicado

2018-06-22

Como Citar

NODA, M.; GALUCH, M. T. B. Políticas públicas de educação no ensino básico do Estado do Paraná: da dívida social à formação para o mercado (1980-2000). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 18, n. 2, p. 545–569, 2018. DOI: 10.20396/rho.v18i2.8652356. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8652356. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos