Banner Portal
História, instituições escolares e o materialismo histórico dialético
PDF

Palavras-chave

Materialismo histórico dialético. Instituições escolares. Marxismo. História da educação. Gramsci.

Como Citar

MOLINA, Rodrigo Sarruge. História, instituições escolares e o materialismo histórico dialético. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 18, n. 4, p. 1209–1228, 2018. DOI: 10.20396/rho.v18i4.8652660. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8652660. Acesso em: 20 maio. 2024.

Resumo

Esse artigo objetiva analisar a contribuição teórico-metodológica do materialismo histórico dialético para o campo da Educação, especialmente para o estudo histórico das Instituições Escolares. Resultado de debates desenvolvidos na pós-graduação da Faculdade de Educação da UNICAMP constatamos a grande importância dos estudos das instituições escolares para a área da educação, pois enriquecem a prática pedagógica nas escolas, fortalecem os compromissos desses autores institucionais com a educação e desenvolve o conjunto da área da Educação, pois a história das escolas é a própria História da Educação. Nesse sentido, concluímos que o materialismo histórico dialético tem fundamental contribuição para a Educação, dado que sem o auxílio desse campo teórico e metodológico os estudos da história das instituições escolares ficariam, ainda mais, sem problemas e objetos.

https://doi.org/10.20396/rho.v18i4.8652660
PDF

Referências

ARAÚJO, J. C. S.; GATTI JUNIOR., D. (Org.). Novos temas em história da educação brasileira. Instituições escolares e educação na imprensa. Campinas, SP: Autores Associados; Uberlândia, MG: EDUFU, 2002.

BETTO, F. Batismo de sangue: guerrilha e morte de Carlos Marighella. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

BUFFA, E.; NOSELLA, P. Instituições escolares: porque e como pesquisar. Campinas, SP: Alínea, 2009.

BURKE, P. A escola dos Annales (1929-1989): a Revolução Francesa da historiografia. São Paulo: Ed. da UNESP, 1997.

CHAUÍ, M. Brasil: mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo, SP: Fundação Perseu Abramo, 2000.

DOSSE, F. A história em migalhas: dos Annales à Nova História. Bauru, SP: EDUSC, 2003.

LE GOFF, J. História e memória. Campinas, SP: Ed. da UNICAMP, 1990.

GRAMSCI, A. Concepção dialética da história. Rio de Janeiro: 10. ed. Civilização Brasileira, 1995.

HALIMI, S. Dos miseráveis da terra à camada média superior: a armadilha dos 99%. Revista Le Monde Diplomatique Brasil, Edição de 20 de setembro de 2017. Disponível em: http://diplomatique.org.br/a-armadilha-dos-99/. Acesso em: 28 set. 2017.

HOBSBAWM, E. J. Sobre história. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

KUSHNIR, B. A grande imprensa apoiou o golpe e a ditadura. Revista Carta Capital, Especial 50 anos do golpe. Publicado em 31 mar. 2014. Disponível em: http://www.cartacapital.com.br/politica/a-grande-impressa-apoiou-o-golpe-e-a-ditadura-e-nao-teve-papel-relevante-para-o-fim-do-regime-1979.html. Acesso em: 19 fev. 2016.

LOWY, M. As Aventuras de Karl Marx contra o Barão de Munchhausen: marxismo e positivismo na sociologia do conhecimento. São Paulo: Busca Vida, 1987.

LOWY, M. Ideologia e ciências sociais: elementos para uma análise marxista. 12. ed. São Paulo: Cortez, 1998.

MAGALHÃES, J. P. Tecendo nexos: história das instituições educativas. Bragança Paulista: EDUSF, 2004.

MAGALHÃES, J. P. Um apontamento metodológico sobre a história das instituições educativas. In: SOUSA, C. P. de.; CATANI, D. B. (Org.). Práticas educativas, culturas escolares, profissão docente. São Paulo: Escrituras, 1998.

MARTÍN, M. Polícia do Rio forja cena de crime para esconder assassinato de jovem. Jornal El país (Brasil). Rio de Janeiro, 30 nov. 2015. Disponível em: http://brasil.elpais.com/brasil/2015/09/30/politica/1443571133_773507.html. Acesso em: 19 fev. 2016.

MARX, K. Posfácio à Segunda Edição Alemã (1872) do Primeiro Volume de “O Capital”. Editorial"Avante!" Transcrição e HTML: Fernando A. S. Araújo, março 2007. Disponível em: https://www.marxists.org/portugues/marx/1873/01/24.htm. Acesso em: 21 jan. 2016.

MARX, K. O capital. Livro 1, v. II. 25. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã. Trad. Bruni, José Carlos e Nogueira, Marco Aurélio. São Paulo: Hucitec, 1987.

MENDONÇA, S. R. de. As políticas de educação rural do Ministério da Agricultura (1945-1961). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 5., 2008, Sergipe. Anais... Sergipe: SBHE, 2008. p. 1-14.

MOLINA, R. S. Escola agrícola prática "Luiz De Queiroz" (ESALQ/USP): sua gênese, projetos e primeiras experiências - 1881 a 1903. 2011. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

MOLINA, R. S. Ditadura, agricultura e educação: a USP/ESALQ e a "modernização conservadora" do campo brasileiro (1964 a 1985). 2016. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

MORAES, D. de. O jornalista Antonio Gramsci. Revista Carta Maior [2013]. Mídia. Disponível em: http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Midia/O-jornalista-Antonio-Gramsci/12/29684. Acesso em: 06 ago. 2015.

MINTO, L. W. A educação da miséria: particularidade capitalista e educação superior no Brasil. São Paulo: Outras Expressões, 2014.

NORONHA, O. M. Historiografia das instituições escolares: contribuição a debate metodológico. In: SAVIANI, D.; NASCIMENTO, M. S.; SANDANO, W.; LOMBARDI, J. C. (Org.). Instituições escolares no brasil: conceito e reconstrução histórica. Campinas, SP: Autores Associados: HISTEDBR, 2007, p. 165-173.

SANFELICE, J. L.; JACOMELI, M. R. M.; PENTEADO, A. E. A. P. (Org.). História de instituições escolares. Bragança Paulista, SP: Margem da Palavra, 2016.

SANFELICE, J. L. História e historiográfica de instituições escolares. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 35, p. 192-200, set. 2009. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639622/7190. Acesso em: 19 out. 2018.

SANFELICE, J. L. História, instituições escolares e gestores educacionais.

Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. especial, p. 20-27, ago. 2006.

SAVIANI, D. et al. Instituições escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica. NASCIMENTO, M. S.; SANDANO, W.; LOMBARDI, J. C. (Org.). Campinas, SP: Autores Associados: HISTEDBR, 2007.

SAVIANI, D. Antecedentes, origem e desenvolvimento da pedagogia histórico-crítica. In: MARSIGLIA, A. C. G. (Org.). Pedagogia histórico - crítica: 30 anos. Campinas-SP: Autores Associados, 2011.

SCHAFF, A. História e verdade. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.