“Lula-presidiário" e "Temer-Drácula"

Imagens difamatórias no contexto da atual crise política brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24978/mod.v2i3.1092

Palavras-chave:

Iconografia política, Imagens difamatórias, Luís Inácio Lula da Silva, Michel Temer.

Resumo

O artigo discute dois conjuntos de imagens que envolvem figuras célebres localizadas em posições contrastantes do espectro político brasileiro. Trata-se, de um lado, de imagens do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva como presidiário, muito divulgadas desde meados de 2015; e, de outro lado, de imagens do atual Presidente Michel Temer como Drácula, que, embora remontando aos anos 1990, ganharam maior evidência depois que Temer assumiu o cargo de Presidente interino em maio de 2016. Fazendo referência a uma gama diversificada de media visuais, discutiremos essas imagens que tem uma função eminentemente difamatória, bem como a sua recepção, sobretudo na medida em que esta aponta para os preconceitos com relação aos conflitos que caracterizam a atual crise política brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arthur Valle, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Professor Associado do Departamento de Artes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Membro do Comitê Brasileiro de História da Arte (CBHA) e do ICOMOS-BRASIL.

Referências

ABRANCHES, Sérgio H. O presidencialismo de coalizão: o dilema institucional brasileiro. Dados - Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 31, n. 1, 1988, p. 5-34.

ADESIVOS misóginos são a nova moda contra Dilma. Fórum, 1 jul. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/P4vDTW>. Acesso 18 fev. 2018.

AMARAL, Marina. Jabuti não sobe em árvore: como o MBL se tornou líder das manifestações pelo impeachment. In: JINKINGS, Ivana; DORIA, Kim; CLETO, Murilo (org.). Por que gritamos Golpe? Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2016, p. 60-67.

AMORIM, Felipe. Janot apresenta denúncia contra Temer no STF por corrupção passiva. UOL, 26 jun. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/ssajN7>. Acesso 18 fev. 2018.

AMORIM, Felipe; MAIA, Gustavo. CCJ da Câmara rejeita relatório favorável a denúncia contra Temer; decisão final será no plenário. UOL, 13 jul. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/nJxpqW>. Acesso 18 fev. 2018.

ARAGÃO JÚNIOR, Octavio Carvalho. A reconstrução gráfica de um candidato: como os chargistas perceberam a mudança de imagem de Luis Inácio Lula da Silva. Tese (Programa de Pós-graduação em Artes Visuais) – Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ, Escola de Belas Artes, 2007.

AROEIRA. Doces ou Travessuras! O Dia, 16 out. 2015, p. 2.

_____. O Dia, 9 jan. 2016, p. 2.

_____. Pausa pro Café. O Dia, 5 jan. 2011, p. 3.

AVRITZER, Leonardo. Impasses da democracia no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016.

AZEVEDO, Rita. De pixuleco a faz-me rir: os apelidos para propina no Brasil. Exame.com, 3 ago. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/QvkESx>. Acesso 18 fev. 2018.

BEDINELLI, Talita. Lula é condenado a 9 anos de prisão por Sergio Moro em caso do triplex. El País, 12 jul. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/LYGH6d>. Acesso 18 fev. 2018.

BONFIM, Isabela. Renan mostra a senadores carta em que chama Temer de 'mordomo de filme de terror'. Estadão, 17 dez. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/HnpVRO>. Acesso 18 fev. 2018.

BORGES, Laryssa. João Santana: Imagem de ‘satanista’ de Temer afugentava eleitores. Veja.com, 1 jun. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/5ALZQ1>. Acesso 18 fev. 2018.

BREDEKAMP, Horst. Teoria do Acto Icônico. Lisboa: KKYM, 2015.

BRINGEL, Breno. Crisis política y polarización en Brasil: de las protestas de 2013 al golpe de 2016. In: BRINGEL, Breno; PLEYERS, Geoffrey (ed.). Protesta e Indignación Global. Buenos Aires: CLACSO, 2017, p. 141-154.

CARDOSO, Daiene; NUNES, Luciana Leal; CARVALHO, Daniel. Temer entra para história como 'maior traidor do País', diz vice-líder do governo. Estadão, 11 abr. 2016. Disponível em: <https://goo.gl/RysyQS>. Acesso 18 fev. 2018.

CARLOS Latuff. Twitter, 17 mai. 2017, 17:09. Disponível em: <https://goo.gl/JVnwK5>. Acesso 18 fev. 2018.

CARVALHO, Daniel; ARAÚJO, Carla. Revoltados On Line distribuem miniatura de 'pixuleco' na Câmara. Estadão, 9 set. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/0LqMco>. Acesso 18 fev. 2018.

CHICO. Entreouvido na cripta. Globo, 19 jul. 2017, p. 1.

CHICO. Fantasias (3). O Globo, 9 fev. 1997, p. 1.

CHRONOLOGY. In: HOGLE, Jerrold E. (ed.). The Cambridge Companion to Gothic Fiction. Cambridge: Cambridge University Press, 2002, xvii-xxv.

DÉZÉ, Alexandre. Pour une iconographie de la contestation. Cultures & Conflits [En ligne], 91/92 | outono/inverno 2013. Disponível em: <http://conflits.revues.org/18773>. Acesso 18 fev. 2018.

DISITZER, Marcia. Musa no Poder. Beleza de Marcela Temer é destaque. O Dia, 2 jan. 2011, p. 10.

FASCISTAS pedem Lula na cadeia e Marisa no SUS em pleno hospital. Brasil 247, 25 jan. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/CctHIa>. Acesso 18 fev. 2018.

FELÍCIO, César. Michel Temer e ACM trocam acusações. Senado Federal, [1999]. Disponível em: <https://goo.gl/t0SnbP>. Acesso 18 fev. 2018.

FLECK, Isabel. Alvo da cúpula petista, Pixuleco terá versão em pelúcia. Folha de São Paulo, 6 fev. 2018. Disponível em: <https://goo.gl/EfpqTR>. Acesso 18 fev. 2018.

FREEDBERG, David. From Defamation to Mutilation. Gender Politics and Reason of State in Africa. In: BEHRMANN, Carolin. (ed.). Images of Shame. Infamy, defamation and the Ethics of oeconomia. Berlin/Boston: Walter de Gruyter GmBH, 2016, p. 193-216.

GARCIA, Sérgio. Leonardo Morais: o vampiro neoliberalista da Tuiuti. Época, 16 fev. 2018. Disponível em: <https://goo.gl/RhYwhj>. Acesso 18 fev. 2018.

GENTILI, Pablo (Ed.). Golpe en Brasil. Genealogía de una farsa. Buenos Aires: CLACSO, 2016.

HOGLE, Jerrold E.. Introduction. The Gothic in western culture. In: _____. (ed.). The Cambridge Companion to Gothic Fiction. Cambridge: Cambridge University Press, 2002, p. 1-20.

JARDIM, Lauro. Dono da JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio de Cunha. O Globo, 17 mai. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/nqyuNs>. Acesso 18 fev. 2018.

JINKINGS, Ivana; DORIA, Kim; CLETO, Murilo (org.). Por que gritamos Golpe? Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2016.

KARNAL, Leandro. Dores de um parto incerto. Le Monde Diplomatique Brasil, São Paulo, ano 10, n. 117, abr. 2017, p. 7.

LEAHY, Joe. Michel Temer prepares to take Brazil’s top seat from Dilma Rousseff. Financial Times, 12 mai, 2016. Disponível em: <https://goo.gl/Ft9c4O>. Acesso 18 fev. 2018.

LIMA, Maria. Boneco de Lula visto em protesto vira hit na internet. O Globo, 18 ago. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/QrGXmY> Acesso 18 fev. 2018.

MAPA DAS MANIFESTAÇÕES NO BRASIL, DOMINGO, 16/08. G1, 16 ago. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/29k7vu>. Acesso 18 fev. 2018.

MIGUEL, Luis Felipe. A democracia na encruzilhada. In: JINKINGS, Ivana; DORIA, Kim; CLETO, Murilo (org.). Por que gritamos Golpe? Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2016, p. 40-47.

MORAIS, Raquel. Manifestantes marcham em Brasília contra governo Dilma e a corrupção. G1, 16 ago. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/T8wKlq>. Acesso 18 fev. 2018.

OCUPA MinC RJ. Gólpula, o presidente das trevas. De Sandro Menezes. Facebook, 4 set. 2016 [2016a]. Disponível em: <https://goo.gl/Uqpw9Q>. Acesso 18 fev. 2018.

_____. Facebook, 6 set. 2016 [2016b]. Disponível em: <https://goo.gl/aUoZUd>. Acesso 18 fev. 2018.

‘O LULA é um ladrão que roubou meu coração', diz Gregorio Duvivier em novo vídeo do Porta dos Fundos. Folha de São Paulo, 11 abr. 2016. Disponível em: <https://goo.gl/SKwAAi>. Acesso 18 fev. 2018.

ORTALLI, Gherardo. Pittura Infamante. Practices, Genres and Connections. In: BEHRMANN, Carolin (Ed.). Images of Shame. Infamy, defamation and the Ethics of oeconomia. Berlin/Boston: Walter de Gruyter GmBH, 2016, p. 29-47.

ORTELLADO, Pablo; SOLLANO, Esther; MORETTO, Marcio. Uma sociedade polarizada? In: JINKINGS, Ivana; DORIA, Kim; CLETO, Murilo (org.). Por que gritamos Golpe? Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2016, p. 193-200.

PEREIRA, Merval. Temer respira. O Globo, 3 ago. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/sXV1Sp>. Acesso 18 fev. 2018.

POLITIANI V. CL. Angeli. Conjurationis Pactianæ anni MCCCCLXXVIII. Nápoles, 1769.

PRONER, Carol. et al (org.). A resistência ao Golpe de 2016. Bauru: Canal 6 editora, 2016.

PT na Câmara. Twitter, 12 mai. 2016, 11:04. Disponível em: <https://goo.gl/7iBlGm>. Acesso 18 fev. 2018.

RAMALHO, Renan; MATOSO, Filipe. Em decisão unânime, tribunal condena Lula em segunda instância e aumenta pena de 9 para 12 anos. G1, 24 jan. 2018. Disponível em: <https://goo.gl/uWLpAz>. Acesso 18 fev. 2018.

RIBEIRO, Aline. Muro do impeachment: o isentão da discórdia. Época, 15 abr. 2016. Disponível em: <https://goo.gl/gqXsRs>. Acesso 18 fev. 2018.

SALGADO, Daniel. De fundador do PT a presidente e réu na Lava-Jato, Lula inspira charges. O Globo, 12 mai. 2017. Disponível em: <https://goo.gl/jEDPkv>. Acesso 18 fev. 2018.

SOUZA, Jesse. A Radiografia do Golpe: Entenda como e por que você foi enganado. Rio de Janeiro: LeYa, 2016.

TATSCH, Flavia Galli. Pitture infamante: imagens difamatórias em espaços públicos, séculos XIV-XV. In: SCHIAVINATTO, Iara Lis Franco; COSTA, Eduardo Augusto (org.). Cultura Visual & História. São Paulo: Alameda, 2016, p. 71-89.

TEÓFILO, Sarah. Manifestantes levam bonecos “Pixuleco” e “Pixuleca” para desfile de 7 de setembro. Jornal Opção, 7 set. 2015. Disponível em: <https://goo.gl/kPhiBn>. Acesso 18 fev. 2018.

Downloads

Publicado

2018-09-11

Como Citar

VALLE, A. “Lula-presidiário" e "Temer-Drácula": Imagens difamatórias no contexto da atual crise política brasileira. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 2, n. 3, p. 156–177, 2018. DOI: 10.24978/mod.v2i3.1092. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8663229. Acesso em: 9 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê - Arte, Imagem, Política: Curadoria, Circuitos e Instituições