Sinapses

A montagem como pensamento e processo criativo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24978/mod.v2i1.1029

Palavras-chave:

Exposição, processo criativo, registros.

Resumo

Neste artigo discorro sobre a utilização de estratégias de montagem para a apresentação de elementos do processo artístico. As reflexões partem da exposição "Sinapses - o Pensamento do Artista", apresentada em 2017 na Sala BNDES da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, da USP. A apresentação não-hierárquica de documentos do processo criativo, projetos, obras em diversos estágios de realização, registros de performances, textos e elementos de diversas naturezas colocados sobre mesas buscou refletir o caráter não-linear e multifacetado do pensamento artístico. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hugo Fortes, Universidade de São Paulo

Artista Visual e Professor Associado na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Referências

BOIS, Yve-Alain et KRAUSS, Rosalind. Formless: a users's guide. Cambridge, Massachussets and London: The MIT Press, 1997.

FLUSSER, Vilém. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

O’DOHERTY, Brian. No interior do cubo branco. São Paulo: Martins, 2002.

SALLES, Cecília de Almeida. Gesto inacabado: processo de criação artística. São Paulo: Intermeios, 2011.

Downloads

Publicado

2018-01-15

Como Citar

FORTES, H. Sinapses: A montagem como pensamento e processo criativo. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 2, n. 1, p. 221–234, 2018. DOI: 10.24978/mod.v2i1.1029. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8663345. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Montagem: a condição expositiva