Diante do espelho

Textos de Michel Foucault sobre arte representacional frente a produções artísticas dos anos 1960

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24978/mod.v2i1.966

Palavras-chave:

Paul-Michel Foucault, arte contemporânea representacional, arte figurativa, pós-estruturalismo na arte, apropriação e autoria artísticas.

Resumo

O artigo relaciona textos de Michel Foucault sobre arte elaborados nos anos de 1960 com trabalhos artísticos do mesmo período. Busca-se compreender os modos de proposição e expressão comuns aos escritos do filósofo e às obras dos artistas contemporâneos, sobretudo nos aspectos representacionais, de apropriação, espelhamento, audiência e autoria, tentando evidenciar que tais manifestações se refletem em suas essências. Pretende-se demonstrar a exemplaridade da análise foucaultiana às obras de arte fundada em dois pressupostos, a atenção primordial aos objetos artísticos e ao método comparativo voltado a eles, pressupostos que por sua vez embasam metodologicamente o ensaio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexander Gaiotto Miyoshi, Universidade Federal de Uberlândia

Professor de teoria, crítica e história da arte no curso de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade Federal de Uberlândia.

Referências

ARASSE, Daniel. Éloge paradoxal de Michel Foucault à travers ‘Les ménines’. In: Histoire de peintures. Paris: Denoel, 2004, pp. 153-160.

ARCHER, Michael. Arte contemporânea: Uma história concisa. Tradução: Alexandre Krug/Valter Lellis Siqueira. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

DISCH, Maddalena; PAOLINI, Giulio. L’ultimo quadro de Diego Velázquez. Disponível em: ˂http://www.fondazionepaolini.it/it/files_opere/L_ultimo_quadro_1968.pdf. Acesso em 21/09/2014.˃

DREYFUS, Hubert; RABINOW, Paul. Michel Foucault: Uma trajetória filosófica (Para além do estruturalismo e da hermenêutica). Tradução: Vera Porto Carrero, Antonio Carlos Maia (trad. da introd.). Rio de Janeiro: Editora Forense Universitária, 1995.

DUBOIS, Yves. Les Ménines de Velázquez : l’unité retrouvée? Art&Fact, revue des historiens de l'art, des archéologues, des musicologues et des orientalistes de l’Université de Liège, v. 27. Liège: Art&Fact, 2008, p. 105-130.

FOUCAULT, Michel. As Palavras e as Coisas: uma arqueologia das ciências humanas. Tradução: Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

FOUCAULT, Michel. A pintura de Manet. Tradução: Rodolfo Eduardo Scachetti. In: Visualidades, v. 8, nº 2. Goiânia: PPG-FAV-UFG, jul.-dez. 2010, pp. 259-285.

FOUCAULT, Michel. Isto não é um cachimbo. Tradução: Jorge Coli. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

MARRA, Claudio. Fotografia e pittura del novecento: una storia “senza combattimento”. Milano: Mondadori, 1999.

NEWMAN, Barnett; O’NEILL, John P.; MCNICKLE, Mollie; SCHIFF, Richard. Barnett Newman: Selected writings and interviews. Berkeley, Los Angeles: University of California Press, 1992.

TANKE, Joseph J. Foucault’s philosophy of art: a genealogy of modernity. London / New York: Continuum, 2009.

Downloads

Publicado

2018-01-15

Como Citar

MIYOSHI, A. G. Diante do espelho: Textos de Michel Foucault sobre arte representacional frente a produções artísticas dos anos 1960. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 2, n. 1, p. 50–69, 2018. DOI: 10.24978/mod.v2i1.966. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8663348. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Colaborações