A arte de contar histórias, integrada a outras linguagens de arte: uma prática pedagógica na educação básica

Autores

  • Marina Tarnowski Fasanello Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Marcelo Firpo de Souza Porto Fundação Oswaldo Cruz

Palavras-chave:

Arte-educação. Arte de contar histórias. Educação básica. Prática pedagógica. Formação continuada

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir a relevância da arte de contar histórias, integrada a outras linguagens de arte e expressão enquanto prática pedagógica desencadeadora de processos criativos e de autoconhecimento no âmbito da educação básica. O artigo está organizado em duas partes: a primeira aborda as bases conceituais da arte-educação e da arte de contar histórias; e a segunda relata experiências profissionais de um dos autores, desenvolvidas entre 1998 e 2006, no âmbito da chamada “Oficina Escola de Arte Granada”, envolvendo atividades complementares à escola com alunos e professores de escolas públicas no município de Nova Friburgo, Rio de Janeiro. Tais experiências reforçam a importância de buscar alternativas pedagógicas para o desenvolvimento de escolas criativas e transformadoras da realidade, que estimulem alunos mais autônomos e futuros cidadãos.

Abstract

This article discusses the relevance of the art of storytelling integrated to other art languages and expressions As a teaching practice which can promote creative and self-knowledge processes in the context of basic education. The article is organized in two parts: firstly we approach the conceptual bases of art-education and the art of storytelling; secondly we explain some professional experiences developed by one of the authors between 1998 and 2006 related to the “Granada School of Art”, an educational organization dedicated to art education and storytelling, involving complementary activities to formal education with students and teachers from public schools in the municipality of Nova Friburgo, Rio de Janeiro State. Such experiences reinforce the importance of looking for pedagogic alternatives to the development of creative and engaged schools that generate autonomy and citizenship among students.

Key words Art-education. Storytelling. Basic education. Continuous training

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Tarnowski Fasanello, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Bolsista CAPES. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Colaboradora do Laboratório de Comunicação e Saúde do Icict (Laces). Mestre em Educação na UFRJ- Cinema e Educação.Realizou o projeto "A escola vai à Cinemateca do MAM" numa parceria da FE-UFRJ com o MAM envolvendo escolas públicas do município do Rio de Janeiro. Possui graduação em Jornalismo pela UGF e em Pedagogia pela UERJ. Arte-educadora com especialização pedagogia Waldorf. Membro fundador da Escola Granada Centro de pesquisa e estudos sobre literatura oral, de publicações de livros e cursos de formação de professores no Processo Criativo da Arte de Contar Histórias .

Marcelo Firpo de Souza Porto, Fundação Oswaldo Cruz

ossui graduação em Engenharia de Produção pela UFRJ (1984) e em Psicologia pela UERJ (1991), mestrado e doutorado em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ (1994), com doutorado sandwich (1992-1993) e pós-doutorado (2001-3) em Medicina Social na Universidade de Frankfurt. Atualmente é pesquisador titular do Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, e vem trabalhando com os seguintes temas: abordagens integradas de riscos; justiça ambiental; ecologia política e economia ecológica; vulnerabilidade sócio-ambiental; complexidade, riscos e incertezas; princípio da precaução; ciência pós-normal; produção compartilhada de conhecimentos; promoção da saúde em áreas urbanas vulneráveis; agrotóxicos e transição agroecológica.

Referências

ALBANO, A. A.; OSTETTO, L. E. Arte na educação: pesquisas e experiências em diálogo. Caderno CEDES, Campinas, v. 30, n. 80, p. 8-9, 2010.

BARBOSA, A. M. Arte-Educação no Brasil: realidade hoje e expectativas futuras. Estudos Avançados, São Paulo, v.3, n.7, p. 170-82, 1989.

BARBOSA, A. M. A Arte-Educação no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 1978.

BARBOSA, A. M. Arte-educação pós colonialista no Brasil: aprendizagem triangular.

Comunicação & Educação. São Paulo, Brasil, v. 1, n. 2, 2008.

EL CLARÍN. Los cuentos tradicionales transmiten valores que estimulan la reflexión infantil, p. 46-47, 15 ene. 2008.

ESTÉS, C.P. O dom da História. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

ESTÉS, C.P. O jardineiro que tinha fé. Rio de Janeiro: Rocco, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

FREIRE, P. Política e Educação. São Paulo: Cortez, 2003.

GRILLO, N. Histórias da tradição sufi. Rio de Janeiro: Edições Dervish, 1996.

KRUGLI, I. Arte-Educação, ética e estética. Comunicação & Educação, São Paulo, Brasil, v. 5, n. 14, 2008.

LOWENFELD, V.; BRITTAIN, W. L. Desenvolvimento da capacidade criadora. São Paulo: Mestre Jou, 1977.

MACHADO, R. S. B. Acordais – fundamentos teórico-poéticos da arte de contar histó- rias. São Paulo: DCL, 2004.

MOORE, T. The Education of the Heart. New York: Happer USA, 1997.

READ, H. A educação pela arte. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

READ, H. Arte e sociedade. São Paulo: Perspectiva, 1972.

SHAH, I. A Perfumed Scorpion. London: Octagon Press, 1996.

Downloads

Publicado

2016-01-11

Como Citar

FASANELLO, M. T.; PORTO, M. F. de S. A arte de contar histórias, integrada a outras linguagens de arte: uma prática pedagógica na educação básica. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 23, n. 3, p. 123–131, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8642839. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos