“Sobre a sua buceta, responda…”

escolas e constituição de sujeitos em meio a jogos de poder

Palavras-chave: Oficina audiovisual, Surdez, Modos de endereçamento, Inclusão, Cinema e educação.

Resumo

O que pode uma pergunta sobre a sexualidade na escola? Quais os seus efeitos em uma professora, nos alunos e nas demais pessoas da comunidade escolar? Essas são algumas questões que norteiam este artigo interessado nas relações entre os saberes, sua constituição histórica na construção da sexualidade e as subjetividades. Não sendo esperadas em uma sala de aula, as perguntas sobre a genitália feminina extrapolaram este espaço, nos convidando a pensar os efeitos do dispositivo da sexualidade nos sujeitos e seus atravessamentos com as relações de saber-poder. Neste sentido, trabalhando com a perspectiva foucaultiana de análise, o conceito de acontecimento é o foco da problematização deste artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cássia Santos Côrtes , Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Mestra em Relações étnicas e contemporaneidade pelo Programa de pós-graduação em Relações étnicas e contemporaneidade - PPGREC-UESB (2017).

         
Anderson Ferrari, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professor regente da Prefeitura Municipal de Juiz de Fora.

           
Marcos Lopes de Souza , Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia –UESB, Jequié, Bahia, Brasil.

           

Referências

Bandeira, M. L. (2014). Violência de gênero: a construção de um campo teórico e de investigação. Sociedade e Estado, 29(2), 449-469. Recuperado de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010269922014000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=pt.

Beauvoir, S. (1967). O segundo sexo: a experiência vivida. São Paulo: Difusão Europeia do Livro.

Connell, W. R., & Messerschmidt, J. W. (2013). Masculinidade hegemônica: repensando o conceito. Revista Estudos Feministas, 21(1), 241-282. Recuperado de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104026X2013000100014&lng=en&nrm=isso.

Duarte, L. C., & Rohden, F. (2016). Entre o obsceno e o científico: pornografia, sexologia e a materialidade do sexo. Revista Estudos Feministas, 24(3), 715-737. Recuperado de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104026X2016000300715&lng=en&nrm=isso.

Foucault, M. (1984). História da sexualidade 2: o uso dos prazeres. Rio de Janeiro: Edições Graal.

Foucault, M. (1985). História da sexualidade 3: o cuidado de si. Rio de Janeiro: Edições Graal.

Foucault, M. (1987). Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Editora Vozes.

Foucault, M. (1988). História da sexualidade 1: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Edições Graal.

Foucault, M. (2002). A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. São Paulo: Edições Loyola.

Foucault, M. (2006). Ética, sexualidade, política (2a ed). Rio de Janeiro: Forense Universitária.

Foucault, M. (2015). Microfísica do poder (2a ed.). Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Louro, G. L. (1997). Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Editora Vozes.

Maio, E. R. (2011). O nome da coisa. Maringá: Unicorpore.

Moraes, E. R., & Lapeiz, S. M. (1985). O que é pornografia? São Paulo: Abril Cultural, Brasiliense.

Moreira, A. F., Arroyo, M. G., Beauchamp, J., Pagel, S. D., Nascimento, A. R. (Orgs.), & Lima, E. S. (2007). Indagações sobre currículo: currículo e desenvolvimento humano. Brasília, DF: Ministério da Educação.

Revel, J. (2005). Foucault: conceitos essenciais. São Carlos: Claraluz.

Rich, A. (2010). Heterossexualidade compulsória e existência lésbica. Bagoas, (5), 17-44. Recuperado de https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/2309/1742.

Veiga-Neto, A. (2011). Foucault & a educação (3a ed.). Belo Horizonte: Autêntica Editora.
Publicado
2020-01-13
Como Citar
Côrtes , R. de C. S., Ferrari, A., & Souza , M. L. de. (2020). “Sobre a sua buceta, responda…”. Pro-Posições, 30, 1-21. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8658093
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)