Da relaçãocom o saber às identidades da educação física

narrativas de estudantes do ensino médio

Autores

Palavras-chave:

Educação física, Ensino médio, Saberes, Narrativas

Resumo

Este artigo objetiva compreender as relações que os alunos estabelecem com os saberes nas aulas de educação física e suas implicações para a constituição das identidades desse componente curricular. Analisa as narrativas autobiográficas de alunos do 3º ano do Ensino Médio sobre os diferentes modos de apropriação do seu processo de escolarização com a educação física. Utiliza narrativas orais e imagéticas dos estudantes como fontes. Os resultados mostraram que a relação com o saber e as identidades da educação física produzidas é tensionadapela lógica escolar e pelas experiências, o que resulta na perda do seu interesse nas aulas ao decorrer do processo de escolarização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Verônica Freitas dos Santos, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo.

Jean Carlos Freitas Gama, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutorado em andamento em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo.

 

Sayonara Cunha de Paula, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutorado em andamento em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo.

 

Juliana Martins Cassani, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutorado em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo.

 

Referências

Backes, J. L. (2018). Juventudes e Ensino Médio: tensões e disputas pelos sentidos.Acta Scientiarum:Education, 40(2), 1-13.doi:10.4025/actascieduc.v40i2.38320

Brandolin, F., Koslinski, M., & Soares, A. J. G. (2015). A percepção dos alunos sobre a educação física no ensino médio.Journal of Physical Education,26(4), 601-610.doi:10.4025/reveducfis.v26i4.29836

Carrano, P. C. R. (2003). Juventudes e cidades educadoras. Petrópolis: Vozes.Charlot, B. (2000). Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed.

Charlot, B. (2009). Ensinar a educação física ou ajudar o aluno a aprender o seu corpo-sujeito.In H. S. Dantas Jr., R. Kuhn, & S. D. Ribeiro(Orgs.),Educação Física, esporte e sociedade: temas emergentes(Vol. 3, pp.231-246). São Critóvão: Editora da UFS.

Dewey, J. (1978). Vida e educação (11a ed.). São Paulo: EditoraMelhoramentos.Duarte, C. P., & Mourão, L. (2007). Representações de adolescentes femininas sobre os critérios de seleção utilizados para a participação em aulas mistas de educação física. Movimento, 13(1), 37-56.doi:10.22456/1982-8918.2924

Fabri, E. I., Rossi, F., & Ferreira, L. A. (2016). Episódios marcantes das aulas de educação física: valorizando as experiências dos alunos por meio de narrativas. Movimento,22(2), 583-595.doi:10.22456/1982-8918.56785

Falcão, J. M., Ventorim, S., Santos, W., & Ferreira Neto, A. (2012). Saberes compartilhados no ensino de jogos e brincadeiras: maneiras/artes de fazer na educação física.Revista Brasileira de Ciências do Esporte,34(3),615-631.doi:10.1590/S0101-32892012000300007

Gil-Madrona, P., Cachón-Zagalaz, J., Diaz-Suarez, A., Valdivia-Moral, P., & Zagalaz-Sánchez, M. L. (2014). Las niñas también quieren jugar:la participación conjunta de niños y niñas en actividades físicas no organizadas en el contexto escolar. Movimento,20(1),103-124. doi:10.22456/1982-8918.38070

Ginzburg, C. (1989). Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras.Hall, S. (2000). Quem precisa de identidade? In S. Hall& K. Woodward, Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais (Org. T. T. Silva, pp.103-133). Petrópolis: Vozes.

Hébrard,J. (1990). A escolarização dos saberes elementares na época moderna. Teoria & Educação, (2), 65-107.

Najmanovich, D. (2001). O sujeito encarnado.Rio de janeiro: DP&A.

Neira, M. G., & Nunes, M. L. F. (2009). Educação física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte.

Pereira, B. P., & Lopes, R. E. (2016). Por que ir à escola? Os sentidos atribuídos pelos jovens do Ensino Médio.Educação & Realidade,41(1), 193-216.doi:10.1590/2175-623655950

Pérez, C. L. V., Tavares, M. T. G., & Araújo, M. S. (2009). Memórias e patrimônios: experiências em formação de professores.Rio de Janeiro: EdUERJ.

Reis, R. (2012). Experiência escolar de jovens/alunos do Ensino Médio: os sentidos atribuídos à escola e aos estudos.Educação e Pesquisa,38(3), 637-652.doi:10.1590/S1517-97022012000300007

Santos, V. F., Vieira, A. O., Mello, A. S, Schneider, O., Ferreira Neto, A. F., & Santos, W. (2014). Educação física e o processo de escolarização: uma análise sob a perspectiva do aluno.Journal of Physical Education,25(4), 539-553.doi:10.4025/reveducfis.v25i3.23566

Santos, W., Paula, S. C., Matos, J. M. C., Frossard, M. L., Schneider, O., & Ferreira Neto, A. (2016). A relação dos alunos com os saberes nas aulas de educação física. Journal of Physical Education, 27(1), e2737.doi:10.4025/jphyseduc.v27i1.2737

Schneider, O., & Bueno, J. G.S. (2005). A relação dos alunos com os saberes compartilhados nas aulas de educação física. Movimento,11(1),23-45. doi:10.22456/1982-8918.2860

Souza, E. C. (2006). A arte de contar e trocar experiências: reflexões teórico-metodológicas sobre história de vida em formação. Revista Educação em Questão,25(11), 22-39. Recuperado de: https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/8285/5958

Vieira, A. O., Santos, W., & Ferreira Neto, A. (2012). Tempos de escola: narrativas da formação discente ao ofício docente. Movimento,18(3), 119-139.doi:10.22456/1982-8918.28131

Würdig, R. C. (2010). Recreio: os sentidos do brincar do ponto de vista das crianças.InterMeio: Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação,16(32),90-105.Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/intm/article/view/2427

Downloads

Publicado

2020-08-10

Como Citar

SANTOS, W. dos .; SANTOS, V. F. dos .; GAMA, J. C. F. .; PAULA, S. C. de; CASSANI, J. M. . Da relaçãocom o saber às identidades da educação física: narrativas de estudantes do ensino médio. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 31, p. e2010074, 2020. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8664295. Acesso em: 25 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos