Banner Portal
Arqueologia pedagógica
PDF

Palavras-chave

Arqueologia
Pedagogia
Decolonização
Autonomia
Cosmopercepção

Como Citar

SAMIA, Danielle Gomes. Arqueologia pedagógica : reflexões teóricas e conceituais . Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 179–195, 2021. DOI: 10.20396/rap.v16i2.8666241. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8666241. Acesso em: 17 abr. 2024.

Resumo

A arqueologia no Brasil, vem sendo desenvolvida em geral desconectada das práxis pedagógicas. O objetivo deste artigo, é alcançar uma proposta para reduzir essa desconexão, com fomentação da pedagogia arqueológica articulada à correntes teóricas para o desenvolvimento de conteúdos que proporcionem autonomia. Esta fomentação perpassa pelo entendimento que a pesquisa arqueológica, não é uma atividade tecnicista, e que deve ser integrada as humanidades com a promoção de interações que proporcionem conexões com as pessoas e suas memórias, ancestralidades e práticas. Sendo necessário compreender que a pedagogia arqueológica não deve estar centrada em descrever os registros arqueológicos e/ou na formulação de sínteses com linguagem abstrata, mas deve buscar mostrar as conexões com as sociedades dos lugares onde a investigação é realizada.

https://doi.org/10.20396/rap.v16i2.8666241
PDF

Referências

ANI, Marimba. Yurungu: An African-centred crique of European cultural thought and behaviour. Trenton NJ. [S. l.]: AfricanWorld Press Inc p636, 1994.

BARRETO, Cristiana. Arqueologia brasileira. Uma perspectiva histórica e comparadaSuplem ento. [S. l.: s. n.].

BEAUDOIN, Matthew A. Archaeologists Colonizing Canada: The Effects of Unquestioned Categories. Archaeologies, [S. l.], v. 12, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11759-016-9289-z

CAMPOS, Juliano Bitencourt; RODRIGUES, Marian Helen da Silva Gomes; FUNARI, Pedro Paulo Abreu. A multivocalidade da arqueologia pública no Brasil : comunidades, práticas e direito. UNESC ed. Criciúma: http://www.unesc.net/portal/capa/ index/300/5886/, 2017. E-book. Disponível em: http://www.unesc.net/portal/capa/. Acesso em: 2 mar. 2020.

COUTO, Mia. E se Obama fosse africano? [S. l.: s. n.]. E-book.

CRIADO-BOADO, Felipe; BARREIRO, David. El patrimonio era otra cosa. Estudios Atacamenos, [S. l.], n. 45, p. 5–18, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.4067/s0718-10432013000100002. Acesso em: 29 out. 2020.

CUNHA, Euclides da. Os Sertões. São Paulo: A Biblioteca Virtual do Estudante Brasileiro, 1984. E-book. Disponível em: http://www.bibvirt.futuro.usp.br. Acesso em: 1 jul. 2021.

DE LONEY, Marguerite L. Agents of Coloniality: Capitalism, the Market, and My Crisis with Archaeology. Society for Historical Archaeology, [S. l.], v. 53, p. 686–701, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s41636-019-00202-x. Acesso em: 2 abr. 2021.

DUNNELL, Robert C. The Notion Site. In: [S. l.]: Springer, Boston, MA, 1992. p. 21–41. E-book. Disponível em: https://doi.org/10.1007/978-1-4899-2450-6_2. Acesso em: 19 jan. 2021.

FANON, Frantz. Os Condenados Da Terra. 1. ed. Juiz de Fora: UFJF, 2006. E-book.

FERREIRA, Lúcio Menezes. Tecnologias Ancestrais: diáspora africana e sistema Atlântico nas charqueadas de Pelotas. [s. l.], 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=XyRT6MACB38. Acesso em: 1 jul. 2021.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987. E-book.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes Necessários à Prática Educativa. São Paulo: [s. n.], 2011. E-book. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s13398-014-0173-7.2

FUNARI, Pedro Paulo; NOELLI, Francisco Silva. Pré-história do Brasil. 1. ed. São Paulo: Contexto, 2002. E-book.

GILLINGS, Mark; HACIGÜZELLER, Piraye; LOCK, Gary. Archaeological Spatial Analysis. [S. l.]: Routledge, 2020. E-book. Disponível em: https://doi.org/10.4324/9781351243858. Acesso em: 27 out. 2020.

GONZÁLEZ-RUIBAL, Alfredo; ALONSO GONZÁLEZ, Pablo; CRIADO-BOADO, Felipe. Publishers Pre-print (after editorial review, prior to journal´s editing and typing). Paper published in Antiquity, [S. l.], v. 92, p. 507–515, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.15184/aqy.2017.227. Acesso em: 8 set. 2020.

GONZÁLEZ-RUIBAL, Alfredo; GONZÁLEZ, Pablo Alonso; CRIADO-BOADO, Felipe. En contra del populismo reaccionario: hacia una nueva arqueología pública. Chungara Revista de Antropología Chilena, [s. l.], 2018, p. 1–7. Disponível em: https://digital.csic.es/bitstream/10261/181605/3/Contra_Populismo_Reaccionario_Alfredo_Gonzalez-Ruibal_et_al.pdf. Acesso em: 14 out. 2020.

HABER, Alejandro. Comentario a “en contra del populismo reaccionario: Hacia una nueva arqueología pública”, De Alfredo González Ruibal, Pablo Alonso González Y Felipe Criado-Boado. [S. l.]: Universidad de Tarapaca, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.4067/S0717-73562019005000805. Acesso em: 15 out. 2020.

LOIOLA, Sérgio Almeida et al. Da dominação colonial à colonialidade do saber: efeitos do determinismo ecológico dual no Brasil. R. Ra’e Ga, [S. l.], v. 35, p. 38–67, 2015. Disponível em: https://www.ser.ufpr.br/raega. Acesso em: 22 abr. 2021.

MANGUEIRA, Ana Beatriz Da Costa. A contribuição do pensamento decolonial para o ensino básico e o acadêmico brasileiro: desafios e perspectivas. XVII Congresso Internacional - América Latina: Resgatar a Democracia. Repnsar a Integração - FoMerco - Fórum Universitário Mercosul, Foz do Iguaçu, p. 1–17, 2019.

MARCELLO, Carolina. Cálice de Chico Buarque: análise, explicação e história da música. [s. l.], [s. d.]. Disponível em: https://www.culturagenial.com/musica-calice-de-chico-buarque/. Acesso em: 31 mar. 2021.

MEDEIROS, José Washington de Morais. A racionalidade comunicativa como àgora de processos educativos emancipatórios. 2008. - Universidade Federal da Paraíba - UFPB, João Pessoa, 2008. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/tede/4944/1/arquivototal.pdf. Acesso em: 18 mar. 2021.

MIGNOLO, Walter D. Desobediência Epistêmica: a Opção Descolonial E O Significado De Identidade Em Política. Cadernos de Letras da UFF, [S. l.], 2008.

MORAES-WICHERS, Camila Azevedo. Arqueologia, processos de musealização e representação no Brasil: enredos da colonialidade, fissuras e contranarrativas. Brasiliana: Journal for Brazilian Studies, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 206–232, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.25160/bjbs.v9i2.122231. Acesso em: 29 jun. 2021.

PAULINA CHIZIANE. Oralidade e ancestralidade. [S. l.]: TV Universitária - TVU/RN, 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WiLijX_7dDk. Acesso em: 1 jul. 2021.

QUIJANO, A. Coloniality of Power, Eurocentrism and Latin America. Nepantla: Views from South, [S. l.], v. 1, n. 3, p. 533–580, 2000.

RIBEIRO, Loredana et al. A saia justa da Arqueologia Brasileira: Mulheres e feminismos em apuro bibliográfico. Revista Estudos Feministas, [S. l.], v. 25, n. 3, p. 1093–1110, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1806-9584.2017v25n3p1093

SABINO, Luíza Wehbe. O silenciamento das mulheres: O Manterrupting de Manuela d’Ávila + Mansplaining, Gaslighting e Bropriating. [s. l.], 2018. Disponível em: https://desconstrucaodiaria.com/2018/06/30/o-silenciamento-das-mulheres-o-manterrupting-de-manuela-davila-mansplaining-gaslighting-e-bropriating/. Acesso em: 31 mar. 2021.

SALLUM, Marianne; NOELLI, Francisco Silva. “A pleasurable job”… Communities of women ceramicists and the long path of Paulistaware in São Paulo. Journal of Anthropological Archaeology, [S. l.], v. 61, p. 101245, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jaa.2020.101245

SAMIA, Danielle Gomes. Fluidez das Paisagens: Arqueologia na confluência dos rios Parnaíba e Poti. 2021. - Universidade Federal de Juiz de Fora, [s. l.], 2021.

SCHMIDT, Peter R.; KEHOE, Alice B. Archaeologies of Listening Beginning Thoughts. In: Archaeologies of Listening. [S. l.]: University Press of Florida, 2019. p. 1–22. E-book. Disponível em: https://doi.org/10.5744/florida/9780813056241.003.0001. Acesso em: 1 jul. 2021.

SLÖTERDIJK, Peter. El desprecio de las masas. Ensayo sobre las luchas culturales de la sociedad moderna. Valencia: Pre-textos, 2001.

SOUZA, Lucy Gomes de. Por que precisamos politizar o conhecimento cientifico?. [S. l.: s. n.] Disponível em: https://www.instagram.com/gryposouza/?hl=pt-br

WALSH, Catherine. Lo pedagógico y lo decolonial: entretejiendo caminos. Querétaro: Colectivo Zapateándole al mal gobierno, 2014. E-book.

WOLFE, Patrick. Settler colonialism and the elimination of the native. Journal of Genocide Research, [S. l.], v. 8, n. 4, p. 387–409, 2006. Disponível em: https://doi.org/10.1080/14623520601056240. Acesso em: 20 abr. 2021.

XAKRIABÁ, Célia. Amansar o giz. Piseagrama, Belo Horizonte, p. 110–117, 2020. Disponível em: https://piseagrama.org/amansar-o-giz/. Acesso em: 29 jun. 2021.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Revista Arqueologia Pública

Downloads

Não há dados estatísticos.