Banner Portal
Caminhando com encantados
PDF

Palavras-chave

Formação
Arqueologia
Idéias
Freireanas
Encantados

Como Citar

CARLE, C. B. Caminhando com encantados: o aprender fazendo e as ideias libertadoras de Paulo Freire na formação de arqueólogos no Rio Grande do Sul. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 41–70, 2021. DOI: 10.20396/rap.v16i2.8666519. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8666519. Acesso em: 3 mar. 2024.

Resumo

O texto que segue expressa a forma de aprendizado da arqueologia que apresenta a formação arquelógica de professores formadores que sem a intenção promoviam a formação freiriana interacionista, libertadora e emancipatória na arqueologia. Os professores Bartomeu Meliá, Guilherme Naue, Fernando La Sálvia, Daniel Gargnin e André Jacobus, foram instigantes formadores pela forma de fazer, mais que por um ato institucionalizado de ensinar. Premissa importante de formação de arqueólogos no Brasil que antecedeu em paralelo a formação institucional que se desenvolvia em apenas uma instituição de ensino do país. Essa formação de aprender fazendo é peculiarmente uma forma discutida a enfrentada por Paulo Freire nos estudos da Andragogia (que em seu tempo ainda falava em Pedagogia).

https://doi.org/10.20396/rap.v16i2.8666519
PDF

Referências

AHLERT, Martina & LIMA, Conceição de Maria Teixeira. “A família de Légua está toda na eira”: tramas entre pessoas e encantados, Etnográfica [Online], vol. 23 (2) | 2019, Online desde 25 junho 2019, consultado em 26 junho 2019. URL : http://journals.openedition.org/etnografica/6858 ; DOI : 10.4000/etnografica.6858

AZEVEDO, Wagner Fernandes de. Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019), Instituto Humanitas Unisinos – IHU, 08 Dezembro 2019. Disponível em:https:// www.ihu.unisinos.br/78-noticias/594740-bartomeu-melia-jesuita-e-antropologo-evangelizado-pelos-guarani-1932-2019. Acesso em: jun. de 2021

BROCHADO, José P; LA SALVIA, Fernando. Cerâmica Guarani. Porto Alegre, Posenato Arte e Cultura, 1989.

CARNEIRO, J. L. Teologia umbandista: Sua diversidade. Estudos Afro-Brasileiros, v. 1, n. 2, p. 213-246, 17 out. 2020.

DURAND, Gilbert. A imaginação simbólica. São Paulo: Cultrix, Ed.USP, 1988.

DURAND, Gilbert. O imaginário. Ensaio acerca das ciências e da filosofia da imagem. [Trad. René Eve Levié], 3ª Ed., Rio de Janeiro: Difel, 2004

ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano [Trad. Rogério Fernandes]. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

FRANK, Heinrich (Resp) Boletim Informativo das Pesquisas do Projeto Paleotocas. Número 17 – Julho de 2011. Disponível em: https:// www.ufrgs.br/paleotocas. Acesso em: jun. de 2021.

FREIRE, Paulo, A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. (Coleção polêmicas do nosso tempo; 4), São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade. 5. ed., (O Mundo, Hoje, v. 10), Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1981.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, (Coleção Leitura), 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 23 reimpress.,17. ed.,Rio de janeiro, Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Carta de Paulo Freire aos professores. Estudo Avançados. 15 (42), (pp. 259-268), 2001.

GNECCO, Cristóbal. Caminos de la Arqueología: de la violencia epistémica a la relacionalidad. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi Ciências Humanas, 4(1), pp.15-26, 2009

IAP-UNISINOS, André Jacobus. Disponível em: https://www.anchietano.unisinos.br/equipe/andrejacobus/andrejacobus.html. Acesso em: jun de 2021.

LEPAR. Laboratório de Ensino e Pesquisas Arqueológicas - LEPAR; Disponível em: https://www.ucs.br/site/instituto-memoria-historica-e-cultural/laboratorio-de-ensino-e-pesquisas-arqueologicas-lepar/programa-lepar/. Acesso em: jun de 2021

MAFFESOLI, Michel. Le sens commun. In: Société. Revue des Sciences Humaines et Socieles – Paris, Nº 46, pp. 387-397, 1994.

MARS, Disponível em: https://cultura.rs.gov.br/historia. Acesso em: jun. de 2021.

MOREIRA, Ildeu de Castro. A ciência, a ditadura e os físicos. Ciencia e Cultura, São Paulo , v. 66, n. 4, p. 48-53, Dec. 2014 .

MORAES, Tobias Vilhena de “Breve análise sobre a arqueologia missioneira e as ações de extroversão (1980-1995)”. Revista Tempos Acadêmicos, Dossiê Arqueologia Histórica, nº 10, Criciúma, Santa Catarina, (pp. 164-171), 2012

SCHMITZ, Pedro Ignácio, Irmão Guilherme Nauê. IAP-UNISINOS - Disponível em: https://www.anchietano.unisinos.br/equipe/naue/naue.html. Acesso em: dez. 2019.

SPIAZZI, Daiane & LORENZI Rodrigo. Paleontologia: descobertas através da pesquisa. 25 de fevereiro de 2014, Central Sul. Agência de Notícias. Disponível em: https://www.centralsul.org/2014/paleontologia-descobertas-atraves-da-pesquisa/. Acesso em: jun. de 2021

TOLEDO, Caio Navarro. Zeferino Vaz: um Reitor de direita que protegia as esquerdas?. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 7, n. 2, p. 116-132, dez. 2015.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Revista Arqueologia Pública

Downloads

Não há dados estatísticos.