Banner Portal
Considerações acerca do processo de alimentação de repositórios através da importação de registros de bases de dados internacionais
PDF

Palavras-chave

Bases de dados internacionais
Carga automática de registros
Importação de registros
Repositórios institucionais
Software GreenStone

Como Citar

RAMOS, R. C.; ANDRETTA, P. I. S.; SILVA, E. G. Considerações acerca do processo de alimentação de repositórios através da importação de registros de bases de dados internacionais. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 10, n. 2, p. 91–101, 2012. DOI: 10.20396/rdbci.v10i1.1898. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/1898. Acesso em: 11 dez. 2023.

Resumo

Considerando que há um interesse global e crescente na implementação de repositórios institucionais e que as discussões em âmbito nacional sobre esse tema tem sido modestas, e que poucas são as iniciativas consolidadas no desenvolvimento desses sistemas nas universidades brasileiras, este trabalho toma como tema a questão da carga automática de registros comentada pelas diretrizes do programa intercontinental Alfa Biblioteca Babel. Para demonstrar as possibilidades e limitações da carga automática de registros referenciais a partir de bases de dados internacionais foi feito um estudo que se dividiu em quatro etapas, que se resumem em: escolha de um software para simular um repositório; análise de formatos de exportação dos metadados de algumas bases de dados disponíveis no Portal de Periódicos Capes; prospecção de registros e conversões de formato dos metadados; e alimentação do repositório através da importação dos registros coletados, indicando os efeitos desta prática. Como resultados são apontados um conjunto de ponderações a respeito do método que deve ser empregado para um melhor uso da carga automática de registros. Acredita-se que a carga automática de registros referenciais tem muito a colaborar com o início do desenvolvimento dos repositórios, à medida que oferece visibilidade à produção cientifica, favorecendo as instituições na elaboração dos índices de produção científica extraídos a partir dos emergentes estudos webmétricos, sem desrepeitar os principios de direitos do autor ou das editoras.

https://doi.org/10.20396/rdbci.v10i1.1898
PDF

Referências

CARVALHO, M. C. R. de. Bibliotecas universitárias brasileiras e a implantação de repositórios institucionais.Revista Informação & Universidade, Rio de Janeiro, v.1, n.0, p. 1-9, jul./dez., 2009. Disponível em: <http://www.siglinux.nce.ufrj.br/~gtbib/site/2009/06/implantacao-de-repositorios/>. Acesso em: 07 set. 2009.

CROW, R. A guide to institutional repository software. New York: Open Society Institute, 2004.

DECLARAÇÃO DE BERLIM SOBRE ACESSO LIVRE AO CONHECIMENTO NAS CIÊNCIAS E HUMANIDADES. [S.l.: s.n.], 2003. Disponível em: <http://oa.mpg.de/openaccess-berlin/BerlinDeclaration_pt.pdf>. Acesso em:28 jun. 2010.

HAN, Y. Digital content management: the search for a content management system. Library Hi Tech, v. 22, n.4, p. 355-365, 2004. DOI 10.1108/07378830410570467.

LEITE, F. C. L. Como gerenciar e ampliar a visibilidade da informação científica brasileira:repositórios institucionais de acesso aberto. Brasília: IBICT, 2009. Disponível em: <http://www.ibict.br/anexos_noticias/repositorios.institucionais.F.Leite_atualizado.pdf>. Acesso em: 28 dez. 2009.

PAVÃO, C. G.; SOUSA, R. S. C. de; CAREGNATO, S. E. Publicização da literatura científica através de repositórios institucionais. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 23., 2009, Bonito.Anais... .Bonito: FEBAB, 2009. CD-ROM.

REDE ALFA BIBLIOTECA DE BABEL. Diretrizes para a criação dos repositórios institucionais nas universidades e organizações de educação superior.Valparaíso: [s.l.], ([200?]). Disponível em: <http://www.sisbi.uba.ar/institucional/proyectos/internacionales/Directrizes_RI_portugues.pdf> Acesso em: 02 jan. 2010.

TORRES-SALINAS; JIMÉNES-CONTRERAS. Introducción y estudio comparativo de los nuevos indicadores de citación sobre revistas científicas en Journal Citation Reports y Scopus.El profisional de la información, Barcelona, v. 19, n. 2, mar-abr., 2009.

TRAMULLAS SAZ, J.; GARRIDO PICAZO, P. Software libre para repositorios institucionales: propuesta para un modelo de evaluación de prestaciones. El profisional de la información, Barcelona, v. 15, n. 3, maio-jun., 2006.

VIANA, C. L. M.; MÁRDERO ARELLANO, M. A.; SHINTAKU, M. Repositórios institucionais em ciência e tecnología: uma experiencia de customização do DSpace. In: FUJITA, M. S. L. (Org.). A dimensão social da biblioteca digital na organização e acesso ao conhecimento: aspectos teóricos e aplicados. São Paulo, SP: SIBI/USP,2005. (v.1). 805 p.

WANG, J. Y.; ASSION, M.; MATTHAEI, B. Inventories–open archives software tools. Open Archives Forum, 2003. Disponivel em: <http://www.oaforum.org/otherfiles/tv–tools.pdf>. Acesso em: 23 jun. 2010.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2012 Renan Carvalho Ramos, Pedro Ivo Silveira Andretta, Eduardo Graziosi Silva

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...