Aproximações sobre produção, produtividade e colaboração científica entre os departamentos de Ciência da Informação do Estado de São Paulo

Autores

  • Pedro Ivo Silveira Andretta UFSCar
  • Eduardo Graziosi Silva UFSCar
  • Renan Carvalho Ramos UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v9i2.1910

Palavras-chave:

Bibliometria, Ciência da informação, Produtividade e publicações, Colaboração, Métodos, Técnicas e ferramentas

Resumo

Os indicadores de produção científica são valorizados como forma de mensurar e avaliar parte do desenvolvimento científico de uma área do conhecimento ou região. Esta pesquisa demonstra o perfil de pesquisa de Departamentos de Ciência(s) da Informação das Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado de São Paulo (SP), considerando variáveis como produção, produtividade e colaboração científica entre os anos de 2000 a 2009. Conclui-se que a Unesp detém mais colaborações intradepartamental e interinstitucional, além de maior produção; e a USP maior produtividade, apesar de poucas colaborações, sendo constatada ainda a influência dos Programas de Pós-Graduação sobre esses indicadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Pedro Ivo Silveira Andretta, UFSCar

Mestrando em Linguística – UFSCar Bacharel em Biblioteconomia e Ciência da Informação - UFSCar

Eduardo Graziosi Silva, UFSCar

Graduando em Biblioteconomia e Ciência da Informação - UFSCar.

Renan Carvalho Ramos, UFSCar

Bacharel em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela UFSCar Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFSCar Bibliotecário da UNESP/Rio Claro

Referências

APRESENTAÇÃO – Curso de Biblioteconomia. Disponível em:

<http://fatea.br/fatea/biblioteconomia/apresentacao/>. Acesso em: 30 set. 2011.

BUFREM, L. S.; GABRIEL JUNIOR, R. F.; GONÇALVES, V. Práticas de co-autoria no processo

de comunicação científica na pós-graduação em ciência da informação no Brasil. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. esp., p. 110-129, 2010. Disponível em:

http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/viewArticle/5506 >. Acesso em: 7 mar. 2010.

GREENE, L. J. Mais visibilidade para a ciência brasileira. Pesquisa FAPESP, São Paulo, n. 57,

Disponível em: <http://www.revistapesquisa.fapesp.br/index.php?art=1082&bd=1&pg=1&lg >. Acesso em 7 mar. 2011.

LANE, J. Let's make science metrics more scientific. Nature, v. 464, 25 March 2010. p. 488-489.

Disponível em: < http://www.nature.com/nature/journal/v464/n7288/full/464488a.html >. Acesso em 05 fev. 2011

MARINHO, I. A comunicação científica e o modelo de comunicação organizacional: análise

quantitativa de produtividade dos programas de pós-graduação em Ciência da Informação por meio do Currículo Lattes. 2007. 107 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007. Disponível em:

< http://repositorio.bce.unb.br/bitstream/10482/3443/1/2007_IracemaMarinho.pdf >. Acesso em: 7 mar. 2011.

NORONHA, D. et al. Egressos dos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação: por onde andam os doutores?. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 14, n. 2, p. 94-107, maio/ago. 2009. Disponível em:

< http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/837/581 >. Acesso em: 7 mar. 2011.

MENA-CHALCO, J. P.; CESAR JUNIOR, R. M. S. ScriptLattes: an open-source knowledge

extraction system from the Lattes platform. Journal of the Brazilian Computer.

Society, Campinas, v. 15, n. 4, p. 31-39, 2009. Disponível em:

< www.scielo.br/pdf/jbcos/v15n4/04.pdf >. Acesso em: 7 mar. 2011.

OLIVEIRA, Marlene de. Grupos de Pesquisa em Ciência da Informação no Brasil. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, João Pessoa, v. 2, n. 1, p. 38-59, 2009.

Disponível em: < http://inseer.ibict.br/ancib/index.php/tpbci/article/view/15/37 >. Acesso em 13 dez. 2010

PINTO, A. L.; MOREIRO GONZÁLEZ, J. A. Representación productiva de los programas de

postgrado en Biblioteconomía y Ciencia de la Información en Brasil: visibilidad en las bases de

datos y aspectos del Currículo Lattes de los investigadores. Em Questão, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 15-32, jul./dez. 2010. Disponível em: < http://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/16073/10448 >. Acesso em: 7 mar. 2011.

SILVA, F. M.; Organização da informação em sistemas eletrônicos abertos de Informação

Científica & Tecnológica: Análise da Plataforma Lattes. 2007. 163 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Departamento de Biblioteconomia e Documentação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde17032008-095556/publico/lattes.pdf >. Acesso em 13 dez. 2010

SPINAK, E. Indicadores cienciometricos. Ciência da Informação, Brasília, v. 27, n. 2, p. 141-

, 1998.

VANZ, S. A. de S.; STUMPF, I. R. C. Procedimentos e ferramentas aplicados aos estudos

bibliométricos. Informação & Sociedade: Estudos, v. 20, n. 2, p. 67-75. Disponível em:

http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/4817 >. Acesso em: 7 fev. 2011.

Downloads

Publicado

2012-01-06

Como Citar

ANDRETTA, P. I. S.; SILVA, E. G.; RAMOS, R. C. Aproximações sobre produção, produtividade e colaboração científica entre os departamentos de Ciência da Informação do Estado de São Paulo. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 10, n. 1, p. 49–63, 2012. DOI: 10.20396/rdbci.v9i2.1910. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/1910. Acesso em: 25 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos