A relação da mulher e a terra na revista Agriculturas: uma análise de conteúdo

  • Maria de Cleofas Faggion Alencar
  • Lucimar Santiago de Abreu
Palavras-chave: Análise de conteúdo. Gênero. Agroecologia

Resumo

Este trabalho é resultado de uma parceria entre a biblioteca e o setor de PD&I da Embrapa Meio Ambiente onde, através da aplicação do método de análise de conteúdo em artigos publicados pela Revista Agriculturas, buscou-se entender qual é o lugar e importância das mulheres, a percepção ou visão dos autores sobre a contribuição das mulheres e as principais atividades que elas desenvolvem. A grande parte dos artigos mostra que as mulheres atuam diretamente em atividades produtivas e em particular em atividades especificas, na unidade de produção e no artesanato, além de outras funções igualmente importantes. Elas têm tido sensibilidade para trabalhar respeitando os princípios da Agroecologia, cujas práticas se expressam nas atividades desenvolvidas na unidade de produção. Nos artigos da Revista Agriculturas, as mulheres desempenham o papel de "guardiãs das sementes”, de sua cultura e muitas vezes estão no centro das decisões sobre o que plantar, como plantar e onde vender a produção. Assim, o trabalho em conjunto com a Biblioteca possibilitou o desenvolvimento desta pesquisa destacando a aplicação do método de análise de conteúdo nos artigos da revista Agriculturas para identificar a relação da mulher e a terra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria de Cleofas Faggion Alencar
Graduação em Biblioteconomia pela Faculdade de Biblioteconomia da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (1976), mestrado pela School of Library & Information Science - Kent State University (1985), Especialização em Informática pela PUC-Campinas (1995), doutorado em Psicologia Educacional pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (1995), realizou pós-doutorado em Informação para Negócios na School of Library & Information Science - Kent State University (1997). Atualmente é Analista da Embrapa Meio Ambiente. Tem experiência nas áreas de: Produtos e Serviços de Informação, Bases de Dados Bibliográficas, Bibliometria e Relações de Gênero.
Lucimar Santiago de Abreu
Engenheira Agrônoma, possuí Mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (1994) e Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Estágio Pós Doutoral pela Universidade de Paris X, realizado em 2011. Missão de Estudo realizada entre novembro de 2014 e fevereiro de 2015, vinculada ao conjunto de atividades do Projeto Capes Cofecub, de Cooperação entre instituições brasileiras e francesas. Desde 1984 é pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (www.cnpma.embrapa.br). Desenvolve pesquisas principalmente em agricultura familiar, agricultura de base ecológica, agroecologia e desenvolvimento rural sustentável. Atualmente, é membro de redes de pesquisas no âmbito da Agricultura Familiar, Transição Agroecológica, Agricultura Orgânica e da Rede de Estudos Rurais. Soma se as atividades de pesquisa propriamente dita, a contribuição junto à UFSCar, onde é responsável pela orientação de jovens estudantes do Programa de Pós Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural. Autora de diversos livros sobre a temática sociológica e desenvolvimento sustentável e agroecologia, contribui também, com a publicação de um conjunto de artigos, capítulos, etc.
Publicado
2011-02-25
Como Citar
Alencar, M. de C. F., & Abreu, L. S. de. (2011). A relação da mulher e a terra na revista Agriculturas: uma análise de conteúdo. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 9(1), 190-198. https://doi.org/10.20396/rdbci.v8i2.1940
Seção
Relato de Experiencia