A inclusão da Comunidade Santa Clara na sociedade da informação

proposta de trabalho

Autores

  • Maria Giovanna Guedes Farias
  • Isa Maria Freire

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v8i1.1949

Palavras-chave:

Inclusão social, Inclusão digital, Comunidade urbana, Responsabilidade social, Ciência da informação

Resumo

A Ciência da Informação desempenha um papel fundamental na sociedade da informação, ao delinear caminhos para a inclusão social através da inclusão informacional. Nesse sentido, apresentamos proposta de trabalho de pesquisa, em desenvolvimento no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação na Universidade Federal da Paraíba, para intervir no processo de exclusão informacional vivido pela Comunidade Santa Clara em João Pessoa, Paraíba. Essa intervenção se dá por meio de pesquisa de campo para registro, organização e divulgação das "fontes de informação" constituídas por pessoas da Comunidade. Para isso, será produzido um sítio virtual onde será depositado, para acesso livre na Internet, o tesouro de conhecimentos das pessoas depositárias da memória social e do saber da Santa Clara, que ficarão disponíveis para as próximas gerações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Giovanna Guedes Farias

Jornalista. Mestranda em Ciência da Informação no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba.

Isa Maria Freire

Doutora em Ciência da Informação. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba. Editora das revistas Informação & Sociedade: Estudos e Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia.

Referências

ACIOLI, S. Redes sociais e teoria social: revendo os fundamentos do conceito. Informação & Informação, Londrina, v. 12, n. esp., p. 1-12, 2007.

ALBERTI, V. Fontes orais, histórias dentro da história. In: PINSKY, C. B. (Org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2005. p. 155-202

BARNES, J. A. Social networks. Addison-Wesley Module in Anthropology, v. 26, p.1- 29, 1972.

BARRETO, A. A. A oferta e a demanda da informação: condições técnicas, econômicas e políticas. Ciência da Informação, Brasília, v. 28, n. 2, p. 168-173, 1999.

BARRETO, A. A.A questão da informação. São Paulo em Perspectiva, v. 8, n.4, p. 1-11, out./dez. 1994. Disponível em:< http://aldoibct.bighost.com.br/quest/quest2.pdf>. Acesso em: 05 ago. 2009.

BARRETO, A. A.A eficiência técnica e econômica e a viabilidade de produtos e serviços de informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 25, n. 3, p. 406-414, set./dez. 1996.

BOURDIEU, P. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Campinas: Papirus, 1996.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999. (A Era da Informação: Economia, Sociedade e Cultura, v.1).

CHALAÇA, A. M.; FREIRE, I. M.; MIRANDA, M. L. C. de. O tesouro de conhecimento de um bairro chamado Maré: pessoas como fontes de informação. Encontros Bibli: revista eletrônica em Ciência da Informação, Florianópolis, n. 24, p. 92-110, jul./dez. 2006.

DE LUCA, C. O que é inclusão digital. In: CRUZ, R. O que as empresas podem fazer pela inclusão digital. São Paulo: Instituto Ethos, 2004.

FREIRE, G. H. A. Ciência da informação: temática, histórias e fundamentos. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 11, n.1, p. 6-19, jan./abr. 2006.

FREIRE, G. H. A.Comunicação da informação em redes virtuais de aprendizagem. Rio de Janeiro, 2004. 175f. Tese. (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2004a.

FREIRE, I. M. O desafio da inclusão digital. Transinformação, Campinas, v.16, n.2, p.189-194, maio/ago. 2004b.

FREIRE, I. M. A responsabilidade social da ciência da informação e/ou O olhar da consciência possível sobre o campo científico. Rio de Janeiro. 2001. 166f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M. N. Escopo e abrangência da Ciência da Informação e a Pós-Graduação na área: anotações para uma reflexão. Transinformação, Campinas, v. 15, n. 1, p. 31-43, jan./abr. 2003.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M. N.Da organização do conhecimento às políticas de informação. Informare: cadernos de pós-graduação em Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v.2, n.2, p.58-66, jul./dez. 1996.

GUERREIRO, E. P. Cidade digital: infoinclusão social e tecnológica em rede. São Paulo: SENAC, 2006.

MARTELETO, R. M. Redes sociais: posições dos atores no fluxo da informação. Encontros Bibli: revista eletrônica em Ciência da Informação, Florianópolis, n. esp., p. 75-91, jan./jun. 2006.

MARTELETO, R. M.;SILVA, A. B. O. S. Redes e capital social: o enfoque da informação para o desenvolvimento local. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 3, p. 41-49, set./dez. 2004.

MITCHEL, J. C. The Concept and Use of Social Networks. In: ______. Social networks in urban situations: analyses of personal relationships in central African towns. Manchester: Manchester University Press, 1969.

NASCIMENTO, D. S. do. Exclusão informacional x exclusão social: o caso da comunidade Santa Clara. João Pessoa. 2009. 123f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2009.

PEREIRA, L. (Org.). Populações marginais. São Paulo: Duas cidades, 1978.

PEREIRA, A. C.; FREIRE, I. M. Atualização técnico-científica do professor do ensino médio: uma abordagem na Ciência da Informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v.3, n.2, 175-185, jul./dez. 1998.

QUÉAU, P. Cibercutlura e info-ética. In: MORIN, E. (Org.). A religação dos saberes: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

RONDELLI, E. Quatro passos para a inclusão digital. 2003. Disponível em: < www.icoletiva.com.br>. Acesso em: 03 set. 2009.

SASSAKI. Inclusão: o paradigma do século 21. Revista Inclusão, v.1, n.1, p. 19-23, out. 2005.

SORJ, B. Brasil@povo.com: a luta contra a desigualdade na sociedade da informação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar ; Brasília, DF: Unesco, 2003.

THIOLLENT, M. Pesquisa-ação nas organizações. São Paulo: Atlas, 1997.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 2000.

WERSIG, G.; NEVELING, U. The phenomena of interest to Information Science. The Information Scientist, v. 9, n. 4, p.127-140, 1975.

Downloads

Publicado

2010-08-29

Como Citar

FARIAS, M. G. G.; FREIRE, I. M. A inclusão da Comunidade Santa Clara na sociedade da informação: proposta de trabalho. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 8, n. 2, p. 87–102, 2010. DOI: 10.20396/rdbci.v8i1.1949. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/1949. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Pesquisa em andamento