Marketing arquivístico

uma análise curricular do curso de graduação em arquivologia da Universidade Federal da Paraíba

Autores

  • Jobson Louis Santos de Almeida
  • Helane Cibeyl Albuquerque da Silva
  • Gustavo Henrique de Araújo Freire

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v7i2.1966

Palavras-chave:

Arquivologia, Marketing em Unidades de Informação, Arquivo

Resumo

Abordagem teórica a partir de um estudo de caso. Busca compreender a real necessidade de se aplicar os conceitos e técnicas de Marketing na área da Arquivologia. Pretende-se identificar o grau de relevância que é dado para a disciplina de Marketing nas pesquisas e estudos arquivísticos, possibilitando, portanto, a construção de um referencial teórico que auxilie na compreensão e aceitação por parte de pesquisadores e profissionais da inserção do Marketing como disciplina necessária na formação profissional dos arquivistas. Utiliza o método hipotético–dedutivo, aplicando-se a técnica de observação indireta (pesquisa documental e bibliográfica). Analisa o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Arquivologia da Universidade Federal da Paraíba, e os periódicos científicos de maior destaque na área de Ciência da Informação. Foram realizadas consultas a profissionais e docentes que trabalham com questões arquivísticas contemporâneas. Após análise dos dados coletados, a pesquisa resultou na comprovação do argumento de que com a aplicação das técnicas de marketing pelo profissional arquivista, a unidade de informação (arquivo), passa a ser mais reconhecida como elemento indispensável à exeqüibilidade das funções administrativas. Para tanto, faz-se necessário que este (o profissional), esteja freqüentemente atualizado com as novas técnicas arquivísticas desenvolvidas em âmbito acadêmico, possibilitando a oferta de serviços de qualidade. O marketing pode se tornar uma ferramenta estratégica de vantagem competitiva para este profissional de potencial ainda desconhecido pelo mercado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jobson Louis Santos de Almeida

Graduando em Biblioteconomia pela UFPB. Bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq. Realizou estágios em arquivos, tanto de caráter público, quanto privado.

Helane Cibeyl Albuquerque da Silva

Graduanda em Biblioteconomia pela UFPB. Bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq. Realizou estágio em arquivo público.

Gustavo Henrique de Araújo Freire

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1989), mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998) e doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004). Professor Adjunto I do Departamento de Ciência da Informação da UFPB. Ed

Referências

AMADEU, D. A. F. Sobrenome empresarial: o brasão dos nossos tempos. Caderno de Administração PUC-SP, n.1, p. 147-166, 2001.

AMARAL, S. A. Marketing da Informação: entre a promoção e a comunicação integrada de marketing. Informação e Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 18, n. 1, p. 31-44,

jan./abr. 2008.

AMARAL, S. A. Marketing em Unidades de Informação: o desafio da sociedade da informação. Brasília, DF: [s.n.], 2003. Disponível em: < www6.prossiga.br/escritoriovirtual/EVUnB/pro_cie/AmaraltextoSENAI.pdf>. Acesso em: 06 set. 2008.

AMARAL, S. A. O profissional da informação e as técnicas de marketing. Brasília, DF: [s.n.], 2002. Disponível em: < http://www6.prossiga.br/escritoriovirtual/EVUnB/pro_cie/Profissionalinformação.pdf>. Acesso em: 06 set. 2008.

AMERICAN MARKETING ASSOCIATION. Dictionary of Marketing Terms. 2004. Disponível em: < http://www.marketingpower.com/mg-dictionary-view1862.php>.

Acesso em: 06 set. 2008.

ANDRADE, A. I. S. L. Gestão de Arquivos com aplicação do 5S e utilização de novas tecnologias da informação. João Pessoa: Ministério Público do Estado da Paraíba, 2004.

ARQUIVO NACIONAL. Subsídios para um dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2004.

BRASIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. Portal do Grupo de Pesquisa em Marketing da Informação. Brasília, DF: IBICT, 2005. Disponível em: < http://prossiga.ibict.br/marketing/htmls/bvmarketingoquee.htm>. Acesso em: 29 set. 2008.

FRAGA, N. E. B.; MATOS, C. E.; CASSA, G. A . O marketing profissional e suas interfaces: a valorização do bibliotecário em questão. Perspectivas em Ciência da

Informação, Belo Horizonte, v. 13, n. 2, p. 148-167, maio/ago. 2008.

FREIRE, G. H. A. O trabalho de informação na sociedade do aprendizado contínuo. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.17, n.3, p.39-45, set./dez. 2007

GRÖNROOS, C. Marketing: gerenciamento e serviços - a competição por serviços na hora da verdade. Rio de Janeiro: Campus, 1995.

JARDIM, J. M.; FONSECA, M. O. Arquivos. In: CAMPELLO, B.; CALDEIRA, P. T. (Orgs.). Introdução às fontes de informação. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

KOTLER, P.; KELLER, K. L. Administração de Marketing. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006. 750 p.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia do Trabalho Científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos

científicos. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

MUELLER, S. P. M. A ciência, o sistema de comunicação científica e a literatura científica. In: CAMPELLO, B. S.; CENDÓN, B. V.; KREMER, J. M. Fontes de

informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: UFMG, 2000.

SCHELLENBERG, T. R. Arquivos modernos: princípios e técnicas. 6. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

SILVA, A. M. da; RIBELRO, F.; RAMOS, J. Arquivística: teoria e prática de uma ciência da informação. 2. ed. Porto: Afrontamento, 2002.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA. CCSA. DCI. Processo no. 12030035/2008. Projeto Político Pedagógico do Curso de Arquivologia. João Pessoa: [s.n.], 2008.

Downloads

Publicado

2010-03-01

Como Citar

ALMEIDA, J. L. S. de; SILVA, H. C. A. da; FREIRE, G. H. de A. Marketing arquivístico: uma análise curricular do curso de graduação em arquivologia da Universidade Federal da Paraíba. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 8, n. 1, p. 233–246, 2010. DOI: 10.20396/rdbci.v7i2.1966. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/1966. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Relato de Experiencia