A construção da ciência da informação na pós-modernidade: dialética histórica

Autores

  • Alexander Wiilian Azevedo

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v6i2.1989

Palavras-chave:

História da ciência da informação, Documentação, Biblioteconomia, Sociedade pós-industrial

Resumo

Trabalho bibliográfico, de natureza exploratória que procurou verificar os eventos ocorridos com a informação e a sociedade no final do século XIX e no decorrer do século XX, destacando o retrospecto histórico da constituição da Ciência da Informação, abordando a sua importância no contexto da sociedade pós-indústria. Analisam-se os valores agregados à informação, enfatizando-se a relevância dos trabalhos realizados por Paul Otlet e Vannevar Bush. A seguir, procede-se uma pesquisa sobre o desenvolvimento histórico da Ciência da Informação, orientado por uma linha cronológica dos eventos ocorridos na sociedade e na informação, que proporcionaram a construção da Ciência da Informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alexander Wiilian Azevedo

Graduado em Ciência da Informação com Habilitação em Biblioteconomia pela PUC-Campinas. Mestrando em Ciência da Informação (Bolsista Capes) no Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Pontifícia Universidade Católica de Campinas / PUC-Campinas.

Referências

ALMEIDA, C. C. O campo da ciência da informação: suas representações no discurso coletivo dos pesquisadores no campo do Brasil, 2005. 395f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

BUSH, V. As We May Think. The Atlantic Monthly. Vol. 1, n. 176., jul. 1945, p. 101-108. Disponível em: < http://www.theatlantic.com/unbound/flashbks/computer/bushf.htm> Acesso em: 01 mar. 2007.

DE MASI, D. A sociedade pós-industrial. São Paulo: Editora Senac, 2003.

FIGUEIREDO, N. Paul Otlet e o centenário da FID. In: SIMPÓSIO ESTADO ATUAL E PERSPECTIVA DA CDU, 1., 1995, Brasília. Organização do conhecimento e sistema de classificação. Brasília: IBICT, 1996. 150p.

GALVÃO, M. C.; BORGES, P. C. R. Ciência da Informação: ciência recursiva no contexto da sociedade da informação. Revista Ciência da Informação. Brasília: IBICT, v.29, n.3, p. 40-49, set/dez. 2000. Disponível em: < http://www.ibict.br/cionline> Acesso em: 20 mar. 2007.

KOBASHI, N. Y.; SMIT; J. W.; TÁLAMO, M. F. G. M. A função da terminologia na construção do objeto de estudo da ciência da Informação. DataGramaZero, v. 2, n. 2, abril 2001. Disponível em:< http://dgz.org.br/abr01/F_I_iden.htm>. Acesso em: 17 fev. 2009.

LOPES, E. Discurso, texto e significação: uma teoria do interpretante. São Paulo: Cultrix/Secretaria de Cultura Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, 1997;

LOPES YEPES, J. Teoría e historia de la información y documentación. In:___. Fundamentos de información e documentación. Madri: Eudema, 1989.

MATTELART, A. História da utopia planetária: da cidade profética à sociedade global. Porto Alegre: Ed. Sulina, 2002. 432p.

ORTEGA, C. D. Relação histórica entre biblioteconomia, documentação e ciência da informação. DataGramaZero, v. 5, n. 5, out. 2004. Disponível em:< http://dgz.org.br/out04/F_I_art.htm>. Acesso em: 17 fev. 2009.

PAIVA, L. F. R de. O Brasil na sociedade da informação, 2003. 104f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação). Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2003.

RAYWARD, W. B. The origins of Information Science and the International Institute of Bibliography/International federation for Information and Documentation (FID). Journal of the American Society for Information Science, v. 48, n. 4, p.289-300, 1997.

RODREDO, J. Da ciência da informação revisitada: aos sistemas humanos de informação. Brasília: Thesaurus; SSRR Informações, 2003.

SARACEVIC, T. Information science: origin, evolution and relations. In: VAKKARI, P., CRONIN, B. (ed.). Conceptions of library and information science: historical, empirical and theoretical perspectives. London: Taylor Graham, 1992, p. 5–27.

SARACEVIC, T. Educação em ciência da informação na década de 1980. Ciência da Informação, Brasília, v. 7, n. 3, p. 3-12, 1978.

SILVA, F.M. e. Um estudo das contribuições do hipertexto para o fluxo da informação em meio eletrônico, 2003. 105f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2003.

SHERA, J. H. Sobre biblioteconomia, documentação e ciência da informação. In:Gomes, H. E. (org). Ciência da informação ou informática? Rio de Janeiro: Calunga, 1980. p.91-105.

SMIT, J. O que é documentação. São Paulo: Brasiliense, 1986.

TOFFLER, A. A terceira onda: a morte do industrialismo e o nascimento de uma nova civilização. Rio de Janeiro: Record, 1980.

ZAHER, C. R. Da documentação a informática. In: SEMINÁRIO SOBRE DOCUMENTAÇÃO E INFORMÁTICA, 1971, Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1974. p. 50-64.

Downloads

Publicado

2009-03-13

Como Citar

AZEVEDO, A. W. A construção da ciência da informação na pós-modernidade: dialética histórica. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 7, n. 1, p. 71–82, 2009. DOI: 10.20396/rdbci.v6i2.1989. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/1989. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos