Análise facetada: um olhar face a modelagem conceitual

  • Elizabeth Andrade Duarte Escola de Ciência da Informação - UFMG
  • Roberto Figueiredo Paletta de Cerqueira Escola de Ciência da Informação - UFMG
Palavras-chave: Tratamento da Informação

Resumo

As reflexões desse artigo concentram-se no âmbito da modelagem conceitual com foco na análise faceta, teoria esta que defende o agrupamento de termos de um dado campo do conhecimento em facetas homogêneas e mutuamente exclusivas, derivadas de suas facetas superiores por uma característica singular de divisão, sendo desenvolvida por Shiyali Ramamrita Ranganathan na década de 30. São apresentadas considerações sobre a classificação facetada como instrumento para auxiliar a representação do conteúdo intelectual em sistemas de modelagem conceitual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elizabeth Andrade Duarte, Escola de Ciência da Informação - UFMG
Graduada em 1997 em biblioteconomia pela UFMG Mestradanda em Ciência da Informação pela UFMG Bibliotecária Sênior Coordenadora do Sistema de Bibliotecas da Faculdade Pitágoras
Roberto Figueiredo Paletta de Cerqueira, Escola de Ciência da Informação - UFMG
Graduado em Direito pela UFMG Mestrando em Ciência da Informação pela UFMG Auditor da Prefeitura de Belo Horizonte

Referências

CAMPOS, Maria Luiza de Almeida. Linguagem documentária: teorias que fundamentam sua elaboração. Niterói: EdUFF, 2001.

DENTON, William. How to make a faceted classification and put it on the web. Nov. 2003.

Miskatonic University Press. Disponível em: <http://www.miskatonic.org/library/facet-web-howto.html>. Acesso em: 28 set. 2005.

FOSKETT, A.C. Análise facetada para a criação de um sistema de classificação. Belo Horizonte: Escola de Biblioteconomia da UFMG, 2000.

LIMA, Gercina Angela Borém. A análise facetada na modelagem conceitual de sistemas de hipertexto: uma revisão de literatura. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 7, n. 2, p. 189-196, jul/dez. 2002.

SPITERI, Louise. A Simplified Model for Facet Analysis. Canadian Journal of Information and Library Science, v.23, abril/jul 1998. Disponível em: < http://iainstitute.org/pg/a_simplified_model_for_facet_analysis.php>. Acesso em: 10 out. 2005.

RANGANATHAN, S. R. Facet analysis: fundamental categories. In: CHAN, L. M., RICHMOND, P., SVENONIUS, E. (org.) Theory of subject analysis: a sourcebook. Littleton, Co.: Libraries Unlimited, 1985. p. 86-93

______. Prolegomena to library classification. 3. ed. London: 1967. v.1

TRISTÃO, Ana Maria Delazari; FACHIN, Gleisy Regina Bóries; ALARCON, Orestes Estevam. Sistema de classificação facetada e tesauros: instrumentos para organização do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v.33, n.2, mai./ago. 2004. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010019652004000200017&script=sci_arttext&tlng=pt>. Acesso em: 08 nov. 2005.

VICKERY, Brian Campbell. Faceted classification: a guide to construction and use of special schemes. London: Aslib, 1960. 69 p.

Publicado
2007-01-31
Como Citar
Duarte, E. A., & Cerqueira, R. F. P. de. (2007). Análise facetada: um olhar face a modelagem conceitual. RDBCI: Revista Digital De Biblioteconomia E Ciência Da Informação, 5(1), 39-52. https://doi.org/10.20396/rdbci.v4i2.2020
Seção
Artigos